Como prender as gavetas para as crianças não abrirem

Desenterrei essa dica antiga com fotos de armários que já nem tenho mais, mas que eram da minha antiga casinha, de quando minha filha, pequenina, mexia em tudo à altura de suas mãozinhas.

E quando somos pais de crianças pequenas, as gavetas são uma fonte de perigo, pois ao mesmo tempo em que as crianças as abrem, também as fecham, mas dessa vez prendendo seus dedinhos.

Para que isso não acontecesse, desenvolvi uma técnica prática de fechamento das gavetas com elásticos. Sim! Desses comprados em lojas de aviamentos.
E fica prático porque as crianças não conseguem abrir as gavetas, mas nós que precisamos abrí-las, conseguimos desprender o elástico facilmente.

A ideia é bater um preguinho nas costas dos armários, onde as crianças não tem acesso e amarrar um elástico como mostram as fotos dessa postagem.
Tivemos muita tranquilidade durante os períodos críticos de mexeção em gavetas dos nossos dois filhos. A técnica é prática e funciona. Tente também!





A melhor forma de cozinhar e descascar ovos de codorna

Uma das dicas mais visitadas aqui no blog é a de como descascar ovos de codorna. Hoje vou ensinar a fazer o mesmo, mas mostrando foto a foto do cozimento até o momento de descascar. Alguns segredinhos são fundamentais pra que na hora de retirar a casca e a pele do ovo, você consiga executar sem machucar a clara, sem rachá-la ou cutucá-la.

Você pode colocar os ovos na água fria e levar ao fogo, mas o ideal é que já coloque-os ali com a água bem quente, já que, assim, não é necessário misturar os ovos por tanto tempo quanto vou ensinar abaixo:

Se houver ovinho boiando, como abaixo, é necessário descartá-lo, pois isso significa que há risco do ovo estar contaminado ou estragado:

ESSENCIAL: É necessário misturar circularmente, alterando o lado do movimento de vez em quando para que a gema do ovo fique centralizada até que a clara endureça a ponto de mantê-la no meio. Isso é bom porque se deixamos o ovo cozinhar parado, a gema posiciona-se no ponto mais baixo com pouca camada de clara protegendo-a, o que vai acabar dificultando na hora de descascar os ovos, pois a clara fina em torno da gema é facilmente rasgada. Se os ovinhos forem colocados na água fria, é necessário misturar até que a água ferva. Se forem colocados na água fervendo, misturar por 1 minuto revezando a direção já é suficiente.



Depois de cozidos (deixados na água fervendo por 12 minutos), devemos descascar os ovos ainda mornos. Depois de frios, a casca gruda neles dificultando a eficiência na hora de tirar a pele. Por isso, apenas esfrie os ovinhos em água gelada, mas descasque-os ainda mornos.

OUTRA DICA INDISPENSÁVEL: É fundamental que rolemos os ovos com uma pressão leve das mãos sobre eles contra uma bancada, pois precisamos amassar toda a casca em todo seu entorno, pois só assim para desprendermos do ovo aquela pelinha fina que faz parte da casca e deve ser retirada com ela:

Desse jeito:

Agora sim fica fácil puxar uma parte da casca com a pele junto:

Toda ela se desprenderá facilmente! Veja que é essa pelinha a grande responsável por acabarmos ferindo os ovinhos nesse momento...

Nem sombra da gema, você vê? Ela cozinhou no centro do ovinho e a clara manteve sua camada grossa.

Depois de descascar, basta lavar com água filtrada:

 Diferença de um ovo descascado depois que rolomos ele sobre a bancada e do outro que resolvemos descascar sem fazer isso:


 Agora ficou fácil... fala aí!


Gostou dessa dica? Explore o blog e conheça meus trabalhos em eBooks, vendidos pela Amazon e com link na imagem abaixo!

Obrigada por me acompanhar por aqui!

Um beijo,
Talita.




Marina Carvalho, escritora, é nossa entrevistada de hoje no podcast Papo de Casa e Cozinha

E chegou o dia do 'Papo de Casa e Cozinha', o Podcast do Dona Perfeitinha!

Nossa entrevistada de hoje é Marina Carvalho, autora dos livros 'Simplesmente Ana', 'De repente, Ana', 'Elena, a filha da princesa', 'Ela é uma fera', 'Azul da cor do mar', 'O amor nos tempos do ouro' e 'A menina dos olhos molhados'. Seu oitavo livro será lançado em agosto pela Globo Alt.
Marina é uma das escritoras agenciadas por Luciana Villas-Boas e tem projetos incríveis pela frente.



Esse é o epsódio de número #02 do nosso podcast!


SOBRE NOSSA ENTREVISTADA: 

Site: www.marinacarvalhoescritora.com.br

Instagram: @marinacarvalhoescritora
Facebook: www.facebook.com/marina.carvalho.7509
Marina é uma escritora brasileira (de Ponte Nova, MG) que vem se destacando no mercado nacional. Com 7 livros publicados por diferentes editoras, está para lançar seu oitavo pela Globo Alt. Marina, além de escritora de sucesso, é professora, mãe, esposa, adora filmes com finais felizes e tem diversos projetos em andamento. Nossa conversa foi temperada a muita mineirice e inspirações. Aperta o play e entre no papo com a gente!
Sugestões da Marina:Escritoras: Chris Melo, Samanta Holtz, Laura Conrado, Bianca Briones.
Leituras (ficção): ‘Senhora’, de José de Alencar e ‘O primo Basílio’ de Eça de Queirós
(Não-ficção): livro sobre escrita da autora J.R.Ward - infelizmente, não achei o nome, deixo o site oficial dos livros de ficção da autora: www.jrward.comAPP recomendado: Spotify: www.spotify.com/brYouTube: Artikin (sobre história da arte)
www.youtube.com/channel/UCW8hHEG-jnMW4U0KqQmowLQ

Para comentários sobre esse episódio e sugestões de pauta, escreva para gente. Nosso e-mail é o talita@donaperfeitinha.com

Vem com a gente nessa conversa boa e aperta o play:




Nosso podcast está disponível no iTunes. Você pode ouvir a entrevista através do player abaixo ou ainda no APP Podcasts no seu celular. 

Assine o Papo de Casa e Cozinha no iTunes (pelo APP Podcasts) e receba os episódios automaticamente! Classifique nosso programa com 5 estrelhas ou de acordo com o que você achou dele para ajudar-nos a classificá-lo melhor. Você pode baixar os programas para ouvir offline (cozinhando, fazendo as unha, pedalando, correndo, dirigindo, enfim, ouça a gente. Por aqui, entretenimento e informações são garantidos!)







As melhores dicas para descascar alho


Resolvi reunir em uma só postagem todas minhas dicas para descascar facilmente o alho.

A escolha da melhor técnica dependerá do seu tempo disponível e da quantidade de alho a ser descascado.


DICA 1: Se um ou dois dentes, costumo apenas apertar o alho com a lateral da faca, espremendo-o levemente contra a tábua. A casca se solta fácil, veja...





DICA 2: Se poucos dentes, mas o suficiente para compensar descascar com essa técnica, use o truque do vidro. Basta tirar, com a faca, a bundinha do alho e depois jogar os dentes num vidro com tampa, sacudindo-o fortemente por 30 segundos a 1 minuto, veja como funciona:


Depois de sacudir bastante, é só abrir o vidro:




DICA 3: Essa técnica serve para descascar muitos dentes de alho de uma só vez e é muito eficaz, porém demorada. Basta submergir os dentes de alho (já individualizados) em água e deixar por cerca de 6 a10 horas. Dessa forma, toda a casca de soltará facilmente.



DICA 4: Essa técnica é muito prática e rápida. Depois de destacados todos os dentes de alho da cabeça, distribuí-los em uma única camada num recipiente que vai ao microondas, e ligá-lo por 30 ou 40 segundos na potência máxima é suficiente para separar a casca do alho, facilitando sua remoção (na imagem abaixo as cabeças estão inteiras. também dá certo, mas não é tão eficiente quanto despedaçar os dentes e espalhá-los numa única camada sobre o recipiente):







Gentes


Quanta gente a gente encontra por essa vida!
Tratamos com boas e também com más gentes.
Gente sofrida que quer fazer o bem
Gente sofrida que só quer fazer sofrer
Gente boa que não liga pra refletir
Gente boa por esforços genuínos
Gente mais ou menos
Gente mais pra menos
Gente de amizades profundas
Gente de inimizades à cada esquina.
Sou gente também.
E gente que pensa em gente.
Gente que reflete, que pondera e que trata bem.
Sou de querer estar com quem gosta de sorrir.
Sou de gostar de quem também gosta de mim.
Sou gente que quer descobrir mais sobre si,
Abandonar formas ruins
De gente que não merece ser gente.
Quero tratar bem,
E exigir ser bem tratada, meu bem!
Sou gente que observa gente.
E lamenta por quem só quer se dar bem
Com dinheiro e somente!
Porque esses,
Com gente,
Não têm chance alguma de se darem bem.
Sinceridade não combina com malícias,
Bondade não vem de brinde numa compra.
Amigos que se orgulham do nome não estão interessados em gente que não liga pra gente.
Amor, portanto, só de vitrine para esses.
Gente assim mantemos longe.




Como reaproveitar sobras de deliveries

Você é daquelas que sempre guarda os restos de comida, mas nunca come? São potinhos e potinhos guardados na geladeira, mas só se lembra da existência deles depois de semanas? Não se preocupe! Você não está sozinho. Acredite, muita gente é assim.
Jogar qualquer alimento (e dinheiro) fora é feio, especialmente em tempos de crise. Com tanta gente passando por dificuldades para comprar seu arroz e feijão por aí, chega a ser um afrontamento deixar a comida mofando na geladeira. O problema é que quando a gente pede um delivery sempre sobra, pois geralmente as porções são grandes e caprichadas. Hoje em dia, com serviços como o PedidosJa, nós podemos degustar a culinária de vários cantos do mundo, mas não vamos desperdiçar, não é mesmo? Para que não haja desperdícios, pontuei abaixo algumas dicas (com receitas) para reaproveitarmos alguns pratos:


Pizza
Se você não gosta de “pizza velha” para café da manhã, trago para você três ideias:

-Esquente-a no microondas junto com uma caneca com água. Você vai ver que a crosta não vai ficar toda molenga, como geralmente fica (essa dica vale pra muitas massas assadas que levamos ao microondas!);

-Ponha dois pedaços juntos, fazendo um sanduíche. Esquente no forno ou em uma sanduicheira (fica muito legal isso!);
-Frite o pedaço com um pouquinho de azeite. O truque é colocar a fatia de cabeça para baixo – ela vai formar uma crostinha de queijo deliciosa. Depois vire, e esquente o outro lado.


Sashimi
Não acho muito legal consumir peixe cru depois de 24 horas. Então, a sugestão é cozinhá-lo e depois cobri-lo com um purê de batata (o nosso famoso escondidinho). Outra dica é misturar com macarrão e vegetais. Prático e saboroso.


Carne vermelha e de porco
Se você tem bife sobrando, faça um sanduíche esperto com bastante queijo. Fica uma maravilha! O mesmo vale para qualquer carne empanada ou até mesmo linguiças. Olha aqui uma ideia para você se inspirar.



Carne de frango
Quando sobrar um franguinho, desfie e coloque em um molho cremoso para macarrão. Dá uma olhada nesse delicioso farfalle com molho de frango e parmesão.



Arroz
Caso tenha alguma sobra, você pode juntá-lo ao mais novo ou então prepará-lo com legumes. E, caso esteja com vontade de algo mais ousado, super recomendo essa receita de arroz com nozes e castanhas. Essa receita da Vanessa é tudo de bom!


Viu? Reaproveitar é bom para o bolso e para uma vida mais criativa na cozinha!

Solte a criatividade na hora de usar as sobras de comida e verá que dá para fazer muita coisa! A internet está aí para nos encher de ideias nos momentos em que não estamos tão inspirados...

Beijos e até a próxima!





Receita de geleia de pimenta - A melhor da sua vida!


Fazer geleia em casa é fácil e quem faz a primeira vez, nunca mais quer comprar da pronta, especialmente em se tratando de geleia de pimenta que combina com vários tipos de comida.

Nós tínhamos um fornecedor de uma geleia de pimenta artesanal maravilhosa, mas dependíamos de alguém que viajasse para a região de Virginópolis (terra da linda blogueira Camila Coelho). Pra quem estiver por perto ou de passagem pela cidade, recomendo que procurem pela geleia de pimenta da D. Julia. É a melhor das compradas que já comi.

Mas quem quiser, como eu, fazer sua própria geleia de pimenta e arrasar ao serví-la aos amigos, é só se inspirar na receita abaixo! Eu adoro serví-la com dadinhos de tapioca (clica aqui), com carnes, com queijos e até com risotos! Em sanduíches, ela dá um toque especial, te garanto!

Há alguns segredinhos que fazem diferença no resultado de uma geleia: a quantidade de açúcar, as frutas usadas (toda geleia é feita com fruta), a qualidade dos ingredientes.

No caso da geleia de pimenta, o tipo da pimenta também vai influenciar.

Eu usei pimenta dedo de moça, maçã, abacaxi, açúcar, damasco, gengibre em conserva (clica aqui para ver), caldo de limão, água e diversos condimentos naturais e secos que eu tinha por aqui.


Primeiro, ralei uma maçã, sem casca:

Piquei 1/3 de um abacaxi (sem o miolo) - Gosto de geleias com pedaços e, por isso não recomendo bater a fruta como muitas pessoas fazem (mas pode!):

Na panela, colocamos o abacaxi e o açúcar (esse varia de quantidade, pois vai da preferência. Você pode usar metade do volume das frutas usadas até o mesmo volume delas de açúcar - eu gosto com menos açúcar, ou seja, metade do volume das frutas). Para duas xícaras de fruta, usei uma xícara de açúcar. Ainda na panela com açúcar e abacaxi, acrescentei temperos naturais secos para dar mais sabor. Pode ser noz moscada, misturas de temperos como lemon peper, pimenta branca ou verde moída etc. Uma leve quantidade para condimentar um pouco a geleia:

A maçã, já ralada:

4 pimentas dedo de moça, sem sementes, picadinhas:


Caldo de um limão:

Um pouco de água (cerca de 1/4 de um copo):

Acrescentamos também damasco picado fino:

E gengibre em conserva picadinho:


Deixamos cozinhar por 30 minutos ou até reduzir e adquirir consistência de geleia natural:


 Pronto!

Fica linda e, como é uma conserva em meio açucarado, pode ficar na geladeira por até 4 meses! O uso do vidro deve ser preferencialmente feito após sua fervura: 

Essa geleia feita com a ajuda do meu marido é a geleia mais gostosa que já comi! Espero que você faça uma esplêndida também!