Como tirar o cheiro da garrafa de café - Testei várias técnicas e descobri a forma mais eficiente!

Quando usamos uma garrafa térmica para o café, não dá para usá-la depois para o chá ou a água quente. Isso acontece porque o café uma vez presente na garrafa, deixará resíduos que influenciarão no gosto e no cheiro do outro líquido ali disposto.

Mas há como recuperarmos a garrafa, deixando-a cheirando a nova!

Os truques mais comuns, ensinados na internet, são o do bicarbonato de sódio e o do sal.

Porém, como sei da eficiência do vinagre nas questões de odores, resolvi testá-lo também na garrafa!

Como se tratava de um teste, etiquetei as garrafas (todas muito usadas com café e com a ampola interna já escurecida por ele):


Não usei água quente para o molho, apenas água diretamente da torneira...


Água e o produto diluido, deixados por duas horas em cada uma das garrafas. As tampas deixei no mesmo molho da garrafa, porém, em recipientes a parte. 

A primeira garrafa está com bicarbonato (2 colheres de sopa), a segunda com vinagre (1/3 de xícara de vinagre), a terceira com sal (2 colheres de sopa). Dissolvi em água e deixei até ultrapassar a linha da ampola da garrafa.

Destaque para o nível da água da garrafa com vinagre e da garrafa com sal. A garrafa com bicarbonato, deixei tampada para que o cheiro do tubo de condução da água também sofresse a reação do produto.

Depois lavei as garrafas com água e detergente neutro...


Por fim, escaldei todas as garrafas com água quente.

Isso fez com que os resíduos escuros do café se soltassem com a água quente. Fiz o procedimento 3 vezes até a ampola interna está limpinha.

Para lavar a tampa da garrafa de apertar, joquei água quente direto em seu tubo de passagem do café.

O resultado desses testes não me surpreendeu. Como eu já esperava, o processo de molho com sal não funcionou:
Isso me fez repetir o molho daquela garrafa com o próprio sal, mas dessa vez com água fervente. Deixei a noite toda de molho, mas a garrafa continuou com cheiro e passando gosto pra água quente.


Aí, resolvi limpá-la com vinagre que, dentre todas as técnicas, ganha em praticidade e custo. Todas as garrafas ficaram como novas para serem usadas com água quente ou com chá já pronto.


Não passo sem vários chazinhos... Aceita unzinho?



Receita de Guacamole pra quem nunca se arriscou - Fácil e delicioso!

Guacamole é tradição mexicana. Somos muito do açúcar com abacate, mas é comer o abacate em receitas salgadas pra não largar jamais!

Vencer preconceitos na cozinha é porta aberta pra experiências incríveis em termos de sabor.

Vamos lá! Experimente fazer uma torrada na panela com azeite. Em seguida, esfregue um dente de alho sobre ela ainda quente. Coloque fatias de tomate temperados, em seguida fatias de abacate. Por cima e pra finalizar, bacon (mas é dispensável)! Coma e me diga que experiência boa você terá!

Assim também com o Guacamole, logo abaixo:


E as receitas podem ser incrementadas com ideias fantásticas, mas vamos à receita básica pra começar:

- Amasse bem seu abacate maduro.
- Pique miúdo tomatinhos sweet ou tomate comum (com casca e sem sementes)
- Pique também, com tamanho semelhante, pimentão amarelo ou vermelho.
- Pique meia unidade de pimenta dedo de moça, sem sementes (se quiser, substitua-a por molho de pimenta, como o Tabasco)
- Salsinha ou coentro picadinho
- Sal
- Caldo de limão na quantidade desejada (observe que o caldo muda a consistência do abacate - não deixe muito mole!)
- Azeite (não é necessário, mas um fio de um bom azeite, traz ainda mais sabor ao prato)



Mais ideias para deixar seu guacamole ainda mais gostoso:

- Gengibre GARI picadinho. Gosto de acrescentar mais essa picância adocicada ao guacamole. Fica especial!

- Outra ideia é acrescentar geléia de pimenta no lugar da própria pimenta! E se quiser transformar em um prato novo, servir a guacamole sobre cream cheese e por cima dele a geléia, fica lindo e muito saboroso, apesar de mais calórico! Essa versão combina muito com esses tacos da Elma Chips, os Doritos!













Thais Fes, fotógrafa em Ipatinga, é nossa convidada de hoje no 'Papo de Casa e Cozinha', o podcast do Dona Perfeitinha!

Tenho o prazer de apresentar-lhes nosso primeiro áudio de entrevista do donaperfeitinha.com!

Essa é a estreia do 'Papo de Casa e Cozinha', o Podcast do Dona Perfeitinha!

Nosso podcast está disponível no iTunes. Você pode ouvir a entrevista através do player abaixo ou ainda no APP Podcasts no seu celular. 

Assine o Papo de Casa e Cozinha no iTunes (pelo APP Podcasts) e receba os episódios automaticamente! Você pode baixá-los para ouvir offline!



Nesse primeiro episódio (#01), o Papo de casa e cozinha tem como convidada, a fotógrafa Thais Fes.

Contatos da Thais
TELEFONES: (31)99383-7243 e (31) 98546-1119
INSTAGRAM@thais.fes 

Thais é de Ipatinga, MG; está sempre em busca de aprimorar-se profissionalmente, é mãe da Letícia e tem uma casa que é 'nossa', onde mora com seus pais que a ajudam na loucura que é sua rotina de fotógrafa.

No momento da entrevista:

O que te emociona numa imagem? O que faz de você quem é hoje? Como você é em casa? Como encara as atividades domésticas? Como é o dia a dia da mãe Thais Fes? Essas e outras perguntas deram origem a uma conversa prazerosa em que a Thais, fotógrafa, nos apresenta um pouquinho da sua visão de mundo, de maternidade, de casa e de cozinha, dando-nos várias dicas cujos links e receitas encontram-se no final dessa postagem. 

Vem com a gente participar dessa troca de experiências e conhecimento... Aperta o play!




Links:
www.eduk.com.br (cursos online)
www.manodown.com.br (projeto que realiza cursos e palestras para pessoas com a síndrome de Down)
Extreme 21 ( Canal de exercícios físicos no YouTube)
Brigadeiro de abacate: CLICA AQUI


RECEITA do bolo de carne que também faz vez de hambúrguer da Thais: 
1Kg de carne moída (Patinho)
4 ovos
4 colheres de farelo de aveia
2 colheres de chia
2 colheres de linhaça
Cebola e alho picadinhos
Pimenta moída na hora
Chimichurri
Sal rosa

Depois de misturar bem todos os ingredientes, pode-se fazer bolinhos de aproximadamente 100g para congelar ou assar imediatamente. Para assar, o forno deve estar pré-aquecido à 180oC e deve-se assar por 45 minutos. Pode-se também fazer hambúrgueres e grelhá-los até dourarem dos dois lados.



UM POUCO DO TRABALHO DA THAIS:





Todas as imagens acima possuem direitos de veiculação para divulgação do trabalho da Thais Fes. Encantadoras!

Comente, sugira pautas para entrevistas, participe com a gente! E se você gostou de ouvir o Papo de Casa e Cozinha, siga-o lá no iTunes e deixe lá também uma recomendação pra gente, classificando-nos e nos ajudando a alcançar destaque nos Tops Podcasts!

Um grande abraço e a gente se lê e se ouve por aqui e por lá...



PAPO DE CASA E COZINHA - Nosso Podcast




Para quem não conhece os PODCASTS brasileiros, é bom dar uma conferida na programação! Há muita gente bacana fazendo bonito na Podosfera e o Dona Perfeitinha também quer fazer o mesmo, trazendo convidados em bate-papos tanto sérios quanto bem-humorados. Surge então o 'Papo de Casa e Cozinha' que nos permitirá aprender junto com a visão de mundo de quem conversa com a gente. Amanhã, aqui no blog, será anunciado nosso primeiro episódio! Não deixem de ouvir! 

Podcast é um programa de áudio ou vídeo, mas basicamente de áudio que podemos baixar e ouvir offline através de um APP de Podcasts (digite Podcast no buscador da loja de APPs do seu celular, baixe o aplicativo e assine nosso podcast e outros que também te interessarem!). Clique aqui para conhecer alguns dos APPs para Androids. O APP da Apple é um roxinho chamado 'Podcasts' (clica aqui para conhecer). Os podcasts são como um programa de rádio, mas que podem ser ouvidos a qualquer momento e em qualquer lugar. Há programas dos mais variados perfis e os temas são roteirizados para uma melhor qualidade dos programas. O Podcast 'Papo de Casa e Cozinha' está no iTunes, assim como diversos outros Podcasts incríveis e que darei dicas de alguns logo abaixo. Ao assinarmos um Podcast, recebemos o dowload (GRATUITO) dos novos episódios postados, automaticamente!
O blog Dona Perfeitinha tem a tradição de fazer entrevistas, trazendo gente bacana pra dividir conhecimento e dicas para nossos leitores e, com isso, aliando minha experiência como ouvinte de podcasts, resolvo encarar mais esse desafio e dar a voz em um Podcast que promete difundir conhecimentos de muita gente bacana no que diz respeito à casa, cozinha e também outros assuntos relacionados.

CONHEÇA, ASSINE E RECEBA NOSSOS EPISÓDIOS!

A cada episódio, eu, Talita, recebo um ou mais convidados para um bate-papo sobre casa, cozinha, profissão e outras importantes questões da vida, para aprendermos juntos com a visão e experiências de quem conversa com a gente.

Confiram também outros Podcasts que eu adoro e acho que você pode gostar também!

QUEM SOMOS NÓS?

MAMILOS

CONVERSA COM CRIANÇA

MÁRIO SÉRGIO CORTELLA NA CBN

SCICAST

DRAGÕES DE GARAGEM

LITERÁRIO CAST

GENTE QUE ESCREVE

Como colocar roupas de zíper na máquina? Com o zíper fechado ou aberto?


Para nossas peças de roupa com zíperes, o ideal é que os fechemos antes de colocá-las na máquina para lavar.

A razão disso é que dessa forma, preservamos o formato deles, evitando que se danifiquem no processo de lavagem.




'P' porque podemos - POESIA

COLUNA DA AUTORA - POESIA



Quantos cadernos, canetas e livros!
Quanto assunto a ser escrito!
Por vezes perco-me nesse ninho.
Pareço braquicárdica de tão emaranhada.
Algo me prende aqui, agora já me interesso mais por isso ali.
O que faço em meio ao desespero todo?
Amor a que?
Apego-me à letra c.
C de calma.
De classe.
De compasso.
E de cadência.
Vou à praça da regência
E lá me inspiro 
Pro papel vazio preencher.
E cá estou.
Volto ao ritmo.
Sou eu de novo.
Reconheço-me.
E não é que o segredo é mesmo esse?
Não fugir do EU, do nós, do espelho?
Nosso caminho não é ditado
Preciso da ciência e não da crença.
Quero crescer ampliando o que conheço
Quero aprender o que sei que nada sei
Quero ser um ser de mais bom senso
Questionando o bom e também o senso
Meu ninho é esse mesmo.
Preciso apenas continuar trazendo-lhe lenha.
Que na dificuldade, eu aprenda sobre a paciência
E que na produtividade, eu aprenda sobre prudência.
Termino aqui tais palavras
Buscadas no vazio necessário da alma
Alma de escolhas, de consciência, de perpetuações.
Termino com p, portanto.
Ponho-me de pé
Perpetuando o pensamento
Passível de pompa
Possível de ponderações
Porém, pensamento.
Porque pensamos, portanto podemos.





Como fazer barra de calça de terno à mão


Para fazermos a barra de calças de ternos, basta usarmos um ferro de passar roupas, uma agulha (a mais fina que tiver) e linha (não importa a cor, já que costuramos apenas pelo avesso sem transpassar o tecido).

1 - A primeira coisa a ser feita é marcar, no corpo do dono da calça, a altura da barra com agulha. Em seguida, viramos o tecido da barra para dentro e marcamos, com as mãos a dobra necessária:

2 - Com a agulha e linha já passada e nó feito na ponta...

Precisamos concentrar em passar a agulha entre fios individuais e superficiais do tecido (da parte da perna, rente à barra virada), veja pela foto abaixo que passo a agulha por entre dois que levantei com a ponta da agulha. É preciso ser dessa forma para que não perpassemos o tecido, deixando linha aparente por fora:

Passe por dois ou três fios próximos...

3 - Em seguida, passamos a agulha na borda do tecido da barra virada e vamos repetindo o processo e circundando todo o tecido da perna da calça, com atenção para não puxarmos a linha apertando e enrugando o tecido. A linha deve ficar tão longa quanto a extensão da roda da perna. Veja como fica:

A finalização exige nós na linha feitos com o mínimo de volume possível, por fora ou por dentro da barra virada, mas sempre no tecido da parte dobrada pra dentro e nunca no tecido externo da perna da calça:

Não sou experiente na costura e mesmo assim faço tudo que aparece de demanda em todas as roupas da família, desde que sejam simples execuções como essa que não nos exige habilidades maiores. Não é preciso ter um verso tão bonito, desde que feito com atenção e cuidados.

 4 - Depois de finda a costura, devemos passar a marca da barra. Por dentro...

E por fora...

 Temos um belo resultado, não acha?



Bolinho de bacalhau ou de qualquer peixe que precisamos aproveitar


Fazer um bolinho de bacalhau ou de outro peixe qualquer é simples e dá vontade de repetir sempre de tão gostoso que é. 

O segredo é o tempero e, portanto, aproveitar a sobra de um peixe bem feito é a demanda certa para um bolinho gostoso.

Aqui em casa gostamos de aproveitar a sobra da bacalhoada tradicional (clica aqui para nossa receita) e, além do peixe (que devemos desfiar com cuidado retirando qualquer espinha ou espinho existente), entra no bolinho todos os legumes do cozimento do peixe (pimentões, milho verde, cebola, batata, azeitona etc). Se quisermos acrescentar outros, basta que os temperemos e grelhemos ou cozinhemos antes. Aconselho que se cozinhe o peixe junto a legumes como os citados, caso não vá usar sobras, mas peixes ainda frescos.

Depois do peixe desfiado e sem espinhos, amassamos a batata e os demais legumes e, tudo junto, acrescentamos um ou dois ovos batidos (vai depender da quantidade, claro). Juntamos farinha de trigo integral ou farinha de rosca à massa na proporção desejada. Vai depender se quer um bolinho mais massudo ou com mais peixe e legumes. Os dois são bons. Os com mais farinha na massa, ficam mais fáceis de enrolar, mais bonitos também, mas perdem um pouco no sabor.

Depois é só enrolarmos os bolinhos e passarmos na farinha de rosca:




Depois de fritos, comê-los quentinhos com azeite, pimenta e limão é a pedida certa!