"NÃO JOGA A MANGA, SOFIA!"

15.1.09 Talita Cavalcante 1 Comentários


Educar é ao mesmo tempo trabalhoso e gratificante. Eu e meu marido levamos a sério a educação de nossa filha e adoramos orientar a evolução dela. A cada dia, ela aprende mais e mais. E assim, nós também!

Vocês assistiram uma reportagem do Fantástico em que se falava sobre o funcionamento do cérebro de uma criança? No quadro Neuro Lógica, a neurocientista Suzana Herculano-Houzel (veja a reportagem clicando aqui), explicou que os crianças, em geral, tem dificuldade de obedecer a ordens que começam por "não" e, portanto, devemos nos dirigir a elas com frases imperativas afirmativas, principalmente quando a criança está em apuros. Por exemplo, se a criança correu para próximo de um buraco e você se assustou, nunca deverá dizer "Não pule!", já que o cérebro dela, que não obedece ao 'não', a estimulará a fazer justamente o contrário.

Eu e meu marido procuramos sempre usar imperativos afirmativos como "Deixa aí!" (em vez de 'não pegue'); "Fique sentada" (em vez de 'não levanta'), etc. Mesmo assim, há poucos dias, quando vi minha filha pegar da fruteira uma manga, disse à ela: "Não joga" e foi como se tivesse dito "Joga!", pois ela, de imediato, jogou a manga ao chão, toda sorridente como se tivesse me agradado, comprovando a teoria da neurocientista do Fantástico. Depois rimos os três, chegando às gargalhadas.

Um comentário :

  1. Oi,

    que legal que você viu o quadro, testou - e comprovou! Aqui em casa as ordens positivas imperam (mais como sugestões, na verdade), e os Nãos são reservados a ocasiões especiais. Funciona bastante bem...

    um abraço
    Suzana

    Suzana Herculano-Houzel
    www.cerebronosso.bio.br

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.