ALBERGUES - UMA OPÇÃO MAIS BARATA DE HOSPEDAGEM

3.2.09 Talita Cavalcante 0 Comentários


Adoro a ideia da hospedagem em albergues. Já fiquei em alguns na Nova Zelândia. Quando li a última sugestão de pauta para escrever sobre eles, empolguei-me, já que ainda é pouco o número de turistas brasileiros que conhecem a filosofia de um albergue. Basicamente, o albergue é a opção mais econômica de hospedagem. Existem aqueles associados a redes como também aqueles independentes. A maior rede de hospedagem de albergues do mundo é a Hostelling International. No Brasil, a bandeira é bastante difundida. São mais de 90 hostels (nome para albergues em inglês) espalhados pelo país que é líder desse meio de hospedagem de toda a América Latina. Qualquer pessoa pode associar-se, basta fazer uma carteirinha que dará direito a maiores descontos e prioridade de hospedagem em caso de estabelecimento lotado (ela tem validade de um ano e custa R$20,00 a nacional e R$40,00 a internacional). Os preços das hospedagens, no Brasil, variam de R$20,00 a R$48,00 por dia. Nos EUA, o valor mínimo é US$23,00 e na Espanha, 22 euros. Para quem nunca ouviu falar, a idéia de ficar num quarto cheio de beliches, dividindo-o com pessoas que nunca viu na vida, pode parecer absurda, mas é uma ótima forma de troca cultural. Os extrangeiros são totalmente adeptos do sistema e os brasileiros já estão simpatizados. Há armários com cadeados para cada um guardar seus pertences, sem problemas. Esse estilo de hospedagem está diretamente associado aos jovens e, por isso, no Brasil, é conhecido como albergue da juventude. Entretanto, este termo não é muito adequado, já que parece limitar seu público. Já há grupos de terceira idade que preferem esse tipo de hospedagem que também recebe crianças e casais. Além dos quartos para homens e os quartos para mulheres, alguns albergues já oferecem quartos individuais com pacotes até para lua de mel. A maioria é equipada com computadores e internet.

0 comentários :

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.