Instituto Cultural Inhotim - próximo a Belo Horizonte, MG

3.3.09 Talita Cavalcante 2 Comentários

Na semana do carnaval, procuramos lugares tranquilos para passear e vivemos momentos muito agradáveis... tiramos fotos lindas que hoje começo a postar...

Pertinho de BH (cerca de 1 hora de carro), na cidade de Brumadinho, Minas Gerais, fica o Instituto Cultural Inhotim - um lugar fascinante com um projeto paisagístico encantador.




Inhotim é um centro cultural, de propriedade particular, onde seu idealizador recebe artes contemporâneas do mundo todo. Mas, fora as edificações com as exposições culturais - das quais não se pode tirar fotos, o mais interessante é passear pelos belos hectares com represas, mini cachoeiras, arvóres centenárias, orquídeas e diversas outras espécies de flores e plantas que compoem o rico acervo botânico que nos envolve em clima de paz e relaxamento. Roberto Burle Marx, ainda em 1984, projetou grande parte do paisagismo do local.






Inhotim é pra se conhecer e se visitar sempre que der. Por lá há restaurante e bares. Há mesas e cadeiras por todo canto... caso se queira ir apenas para ler um livro ou curtir a paisagem. Eles tem mais de 500 funcionários. Não se vê gente mal educada... não há lixo 

O horário de funcionamento é de 9h30 às 17h30.

O valor é de R$10,00 por pessoa.

Almoço: R$35,00 por pessoa, sendo que crianças de até 5 anos não pagam. 

Há três carrinhos de bebê apropriados para trilha - mas não se pode contar com eles, já que no dia em que fui, por exemplo, fui a primeira a chegar e consegui um desses carrinhos para minha filha, mas em questão de minutos já não havia nenhum disponível. Ao final do dia, mais de 2 mil pessoas passaram por lá...

2 comentários :

  1. Olá Talita, querida!
    Adooorei este passeio.
    Recomendo e pretendo voltar, meus filhos não esquecem e também tirei fotos maravilhosas.
    Um beijo carinhoso.
    Fátima

    ResponderExcluir
  2. É isto aí linda, vamos divulgar nosso museu oara o Brasil.
    bjs


    www.esteemeujeito.blogspot.com

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.