Falando de amizades...

16.4.09 Talita Cavalcante 9 Comentários


Semana passada revi amigas de quem gosto muito, mas que morando em cidades diferentes fica difícil de encontrar. Fomos a um barzinho super agradável da nossa cidade natal Ponte Nova, o Mistura Fina (o jiló frito de lá é muito booommm!).

Eu e meu marido e as duas com seus respectivos noivo e namorado. Estão dizendo por aí que este ano é o ano dos casamentos. E eu estou acreditando muito nisso, viu? Uma delas mesmo casa-se em novembro. A outra também tá quase, né amiga? Casamentos confirmados em que vamos esse ano já são três. E tem que casar mesmo! Casamento é bom demais, desde que se jogue frescobol e não tênis com seu companheiro, como já escreveu Rubem Alves!

Na verdade, comecei a escrever sobre minhas amigas porque tem batido em mim aquela saudade boa do tempo de convivência diária com amigas queridas como elas. Tem a Rê, a Beta, a Luanda e, claro, a Naná e a Chris. Todo mundo tocando a vida de formas diferentes e, por isso, a distância. De todas, acho que eu entrei primeiro pro clube das mamães. Oi, gente! Nào vão seguir meu exemplo, não? Ser mãe é indescritivelmente melhor que 'bom demais'. Estou eu aqui escrevendo com minha Sofia dormindo no meu colo... ela é tão linda!

E já que estou falando de saudade... sinto saudades das primas que quase não vejo: Lícia, Marcela, Claudinha, Carol, Jú e Aline! Oi, meninas! Quando é que vamos todas nos rever, hem?

Bem, nunca fui de ter amizades profundas, daquelas do tipo das personagens do 'Sex and the City', sabem? Mas, sempre crio uma afeição profunda por quem me identifico. E carrego essa afeição pra vida inteira. É bom demais me lembrar das amigas queridas, das nossas conversas, dos nossos sonhos. Fico feliz em saber que estão bem, alegres. Amizade profunda mesmo só consegui construí uma até hoje: com meu marido. Ele sim me conhece... sinto-me como se a vida inteira o tivesse ao meu lado e são apenas pouco mais de 8 anos... Meu lindo! Já estou com saudades de você. Volta logo do trabalho?

Existem também em minha vida uma nova categoria de amigas: as amigas que faço andando por aqui na net. Por algumas que já criei um carinho, uma admiração tão profundos que, mesmo sem conhecer sou capaz de entender e já posso dizer que conheço um pouquinho que seja do 'coração' delas. E é muito bom tê-las, conversar por meio da escrita.

Hoje estou aqui escrevendo de forma direta, pessoal, espero que não se importem. Gostaria muito de saber histórias de amizades suas. Também vocês perderam o contato com muitas amigas depois da formatura? Ou sempre dão um jeitinho pra se encontrarem? Tô realmente precisando me inspirar. É gostoso falar de amizades...

9 comentários :

  1. Hoje falei também falei de amizade no meu post ,sobre como separamos de amigos tão intimos ..
    da uma passadinah lá pra vc ve.. mas eu também criei novas amizades aqui ,e é muito legal ne´??
    beijão pra vc

    ResponderExcluir
  2. Talita, que doce a sua mensagem! O blog está super bacana! Passei só para deixar um recadinho. Beijos, Marina

    ResponderExcluir
  3. oi Talita, fiquei feliz em saber que seu grande amigo é seu marido. Que bacana. Tento escrever sobre o casamento no meu blog, mas vivo saindo do tema. Bem, quanto aos amigos, tenho um grupo de amigos muito unidos e leais: somos cinco - quatro mulheres e um homem. Temos uma amizade muito bacana que vem da época da faculdade. Na verdade uma delas, não era da Facul, mas ficou super amiga nossa. Temos a facilidade de morarmos na mesma cidade e sempre que podemos nos encontramos. Agora o nosso amigo irá casar e nós quatro seremos madrinhas dele. Estamos tão felizes. Mas pela vida, já tive muitas amizades que se perderam, ou diminuiram em função do tempo, da vida, da profissão e tudo mais. Tento manter as velhas amizades, mas é bem complicado. Pensando bem acho que somos nós que deixamos os amigos irem embora.Minha mãe tem muitos amigos antigos e isso porque ela cultivou essas amizades, ligando de vez em quando, escrevendo. E, olha que na época dela era tudo mais dificil. Acho que esse é um ex a ser seguido - cultivar as amizades. E hoje temos tantas facilidades. E estou adorando fazer esse novo tipo de amizade - das minhas amigas blogueiras.

    ResponderExcluir
  4. Me deu uma vontade danada de escrever para meus amigos: novos e antigos.
    Vou fazer isto logo, logo
    Pois amigos é como um tesouro que temos e que precisamos conservar.
    Com amizade Monica

    ResponderExcluir
  5. Amigos, mtoo bom!
    Eu tenho amigas que me conhecem desde a infância e serão até a eternidade, tipo Sex And the City, inclusive assistimos juntas e temos o DVD... somos amigas, cumplices, umas até "videntes", tenho uma palhaça, a chorona... é mtoo gostoso.
    Alguns perdi contato, outros achei no orkut, como tenho saudades do tempo do colégio, onde minha preocupação além dos estudos, era saber qual fime passaria na sessão da tarde, é mole??
    Das minhas amigas, fui a 1º a casar e a ter filho. É uma experiência única, mas acabei pulando certas fases... que tô retornando agora.
    Também, quando casei, fiquei sem contatos com as amigas, o que me estristeceu mtoo, voltamos a ter contato direto depois da separação e nunca vms abandonar umas as outras.
    Hoje, tenho meu namorado e posso dizer que é meu melhor amigo, conhece o mais profundo e íntimo da minha alma, como é delicioso essa relação!
    Também posso dizer das amigas-blogueiras e como vc disse, as vezes tenho a mesma sensação que vc e tenho um carinho enorme por todas, comecei com meu blog, como uma "válvula de escape" e hoje tenho pessoas queridas, que torcem, dão conselhos e escrevem post maravilhosos que só me inspiram e dão forças para continuar nossa caminhada!

    "Amigo é coisa para se guardar do lado esquerdo do peito, dentro do coração!"

    Amei o post!! beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Também morro de saudades dos meus amigos da adolescência. Sábado que vem vai ter um encontro no colégio onde estudei. Vou deixar de ir a um casamento para aparecer lá, pode?
    ;)

    ResponderExcluir
  7. Oi Marina!
    Adorei que tenha vindo me visitar por aqui.

    Mar e ilha (não sei seu nome, seria Marílha?),
    Morar na mesma cidade realmente facilita a convivência, né?

    Oi Cíntia!
    Que bom que retomou suas amizades. Fico feliz que tenha amigas tão unidas assim.

    Nilda!
    Claro que deveria priorizar seus amigos, a não ser que o casamento seja de alguém mais íntimo...

    Obrigada por suas histórias,
    Talita.

    ResponderExcluir
  8. Carola (Carol Lemos)28 de junho de 2010 15:11

    Oi prima querida ... que saudade ... chorei qdo li ... também sinto saudade de vc ... nossa qto tempo ... nem conhecia a Sofia ainda ... apesar de já gostar desa princesa .. também só dá vovó Ana Rita mostarndo fotos de Sofia .. tiradas pelo celular ... hehe ... prima saiba que lhe amo e sinto uma baita adimiração por vc ... bjs de Carola (Carol Lemos)

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol,
    Que gostoso saber que encontrou essa postagem e até reli pra saber o porquÊ de te ter emocionado. Tem tanto tempo que escrevi que não lembrava!
    Amei seu recadinho aqui. Obrigada e tomara que nos encontremos logo.

    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.