Frases de parachoque e a GRIPE SUÍNA

by - 27.4.09

Vez ou outra, na estrada, damos algumas risadas ao ler frases em parachoques de caminhões. Vezes outras ficamos com raiva - principalmente nós mulheres diante de tantas frases machistas.

Essa tradição de se escrever frases em parachoques de caminhão é um folclore dentre tantos no Brasil. Professores adoram dar trabalhos que envolvam reunir frases assim. Quem é que já não passou aperto em época escolar ao ter um dever de casa como esse? Lembro-me quando precisei levar 10 frases de parachoques de caminhão para a professora. Se via um caminhão na rua, logo ia procurar uma frase em seu parachoque. Não existia internet e a solução era perguntar aos pais e a outros adultos se eles se lembravam de alguma frase.

Essa cultura popular é bem interessante. Emprega prestadores de serviços que pintam as frases e entretém o motorista que precisa ficar atrás de um caminhão num trânsito lento, além, claro, de ser uma marca do caminhoneiro...

Algumas que gosto:

Este é um Ford, mas se bater Ford tudo!
Trabalho com minha família para servir a sua..
Se você não vê o meu retrovisor, é sinal que eu também não estou te vendo!
Eu sonhava ter um caminhão. Agora nem durmo...
Amo a sogra da minha mulher.
Não sou o Sílvio Santos, mas vivo do baú.
Vou rezar 1/3 para arrumar 1/2 de levá-la para 1/4.
70 me passar, passe 100 atrapalhar.


Mas a frase que me levou a escrever essa postagem é uma que li há poucos dias enquanto viajava com meu marido e nossa filha:

"Transporto inocentes para alimentar pecadores".

O motorista do caminhão com tal frase em seu parachoque transportava porcos! E eles choravam. Já ouviram o choro de um porco? É triste, muito triste mesmo! Fiquei agoniada e minha filha chegou a chorar. O porco estava 'dedéu' (ou dodói). Fiquei imaginando a situação do motorista que teve que se acostumar a tal situação e, imagino, seja esta a justificativa da frase que ele escolheu para seu parachoque. Não é difícil também imaginar que ele não come carne de porco.


Daí vem a questão que mais tem me agoniado essa semana: a gripe suína que pode se tornar uma pandemia. Um pesadelo! Gripes de vírus como o da gripe suína que para as quais ainda não existe vascina matam rápido e se espalham facilmente. Mas, espero, não precisamos ficar apavorados como devem estar a população do México onde surgiu a gripe e onde já existem mais de 100 mortes confirmadas.

Espero que quem esteja de viagem marcada, desmarque, seja racional. Nada de lua de mel em Cancún, viu gente? É irresponsabilidade demais. 

Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia (tenho amigos lá!), Japão e tantos outros países que também já estão em estado de alerta e defesa devem estar, principalmente nos aeroportos, com um clima um pouco assustador. E isso, infelizmente, é necessário. Quem por infortúnio tiver estado no México deveria ficar de quarentena. Na Nova Zelândia muitos que voltam do país infectado estão, voluntariamente, se isolando em quarentena. O vírus mesmo que tenha contaminado alguém, se estiver em fase de incubação não provoca contaminação, mas se a pessoa já apresentar algum sintoma ele é altamente contagioso (por isso o uso de máscaras). Esse vírus é mutante e por isso sua transmissão de porco infectado para humano e de humano para humano.

ÁREAS EM QUE A GRIPE SUÍNA JÁ ALCANÇOU:
vermelho: casos confirmados
laranja: casos não confirmados (Brasil também, gente!)
preto: mortes confirmadas

Agora, a pergunta que todos tem em mente: comer carne de porco infectado pelo vírus transmite a gripe? Não, desde que cozida a, pelo menos, 71oC, temperatura que mata o vírus.

É mesmo assustadora a ideia de uma pandemia da gripe suína, né? Estou abalada. É algo para o qual não temos como lutar. Ainda não há conhecimento para produzir uma vacina. Isso vai levar pelo menos 6 meses.

Pra se ter uma ideia da rapidez da transmissão da gripe, 8 estudantes de uma mesma escola dos estados unidos passaram alguns dias em fazendas do México. Ao retornarem, apenas com o contato com colegas, o vírus foi transmitido para, pelo menos, 150 pessoas da mesma escola e mais os familiares. A escola está fechada e sendo desinfetada.

Estou assustada e torcendo pra que quem esteja passando por situações já de alerta consiga vencer o vírus da gripe suína e que consigamos o mais rápido uma vacina para nos proteger.

You May Also Like

8 comentários

  1. Olá!!!

    tem selinho procê lá no meu blog.

    Bjokas
    Kátia Curto
    tudodbomptocom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A respeito da gripe suína, o vírus influenza porcina ataca as vias respiratórias humanas.Como você mesma disse,a carne suína de boa procedência e bem cozida,como deve ser consumida qualquer carne,não apresenta riscos,segundo a Associação Mexicana de Veterinários.
    Bjs,

    ResponderExcluir
  4. O jornal está noticiando casos . Até aqui em Minas estão observando.
    Vamos rezar para não haver casos aqui.
    Com amizade Monica

    ResponderExcluir
  5. Oi Tata,
    Tudo bom?
    Pois eh, essa historia tb me assusta mtonja que, como vc sabe, moro aqui nos EUA. Minha irma tb ta indo em Maio p/ o Canada e tb esta' preocupada. Espero q consigam controlar essa situacao ASAP. Saudades de vc. Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Oi Milena! Obrigada por dividir com a gente mais essas informações.

    Rê!
    Que saudade de você, menina!
    Quando reli minha postagem sobre a gripe suína e vi que disse que tenho amigos na NZ, lembrei-me de você aí nos EUA. Fico muito preocupada por todos nós. Cuide-se bem e, se vir que a coisa vai ficar pior por aí, vem passar férias por cá, tá? Um beijo pra você e pra Marcela!
    Fico feliz que esteja passando pelo dona perfeitinha de vez em quando. Parece que estamos mais perto.
    Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.