LIVRO: A viagem de Théo

18.4.09 Talita Cavalcante 5 Comentários


Esse livro é espetacular. Assim posso definí-loJustificar já que nos apresenta às religiões mais praticadas e seguidas em todo o mundo. Um verdadeiro romance das religiões.

O personagem principal, Théo, é levado a uma viagem de aventura e conhecimento em contato com diversos povos católicos, judeus, budistas, pretestantes, islâmicos, entre outros.

Este livro é bastante filosófico já que nos apresenta motivos diversos que aproximam o ser humano de uma religião. Não só cultura e informação encontramos com essa leitura. Há muito mais. Há principalmente um voltar-nos pra dentro de nós mesmos à procura de verdades.

A história de Théo é triste. Ele é só um garoto, mas que sofre de uma doença muito grave. Ele é levado a essa viagem por sua avó - não tenho muita certeza, mas acho que é a avó dele mesmo. É interessante também perceber a adaptação de vestuário e aparência que precisam ter para frequentar alguns santuários.

É um livro para momentos de questionamentos e reflexão. De leitura longa, mas que se quer concluir rápido. Acho um ótimo presente para todos os gostos, mas apenas para aqueles que realmente amam a leitura.

Cia. Das Letras, 1997 - Autora: Catherine Clément.

5 comentários :

  1. Esse livro tá aqui na minha pilha de livros pra ler. Já comecei a ler, mas tive q parar. Realmente é uma história muito bonita e interessante.

    Pri

    ResponderExcluir
  2. Olá Talita, tudo bem? Tenho o livro e já li-o. A mulher extraordinária que o leva para a viagem é a tia Marthe, ok? Não tem avó, não.
    Só para esclarecer ele é um livro maravilhoso, e, não tão triste como o "Menino do pijama listrado", também da Cia. das Letras.
    Beijão ...
    Eliana.
    mariaortizdamiao@superig.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vou ver se pego este livro na Biblioteca, apesar de que a Biblioteca de BH é pessima
    Com amizade Monica

    ResponderExcluir
  4. Oi, Eliana!

    É isso mesmo. Eu o li há 6 anos e tinha me esquecido que era a tia Marthe que convenceu os pais de Théo a levá-lo nessa viagem. Obrigada por me ajudar.

    Oi, Jeff!

    A doença, pelo que me lembro, não é revelada - mas acho que era leucemia. Em um momento, no início do livro, Théo pergunta pra sua mãe: "Mãe! Eu tenho Aids?". Ela sai chorando de pois de dizer a ele que não. Ele simplesmente passa a achar que pode morrer, mas não perde a felicidade.

    Um abraço,
    Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.