Dando uma de revoltada, pra sair da mesmice...


Tá bom! Vou dar uma de revoltada, mas meu sentimento nunca atinge esse patamar (feliz ou infelizmente - sei lá!). Não sei se já passaram por isso...

Nossa filha tem um bom pediatra. Muito educado e bom profissional. Já o conhecíamos antes de nossa filha nascer e foi bastante natural escolhê-lo como o médico que nos assistiria quanto aos cuidados com a saúde dela. E em nossa primeira consulta, na segunda também... ele repetiu: 'se algum problema ocorrer, é só me ligarem aqui no consultório ou no celular'. Consultas já foram mais de 15. E só tivemos duas ocasiões em que precisamos dele por telefone. Há um ano atrás e agora. Tudo bem. Sabemos que a profissão de um médico exige muito, são poucos que tem horários. Obstetras e pediatras devem bater recorde de atendimento de urgência, celulares tocando em momentos inapropriados. Conheço bem essa pesada rotina (já que meu pai é obstetra).

Nós como pais devemos ter em mente que não é por um espirrozinho ou uma febre que devemos sair ligando pro pediatra à qualquer hora. Bom senso é essencial. Ponhamos em prática as orientações prévias e sigamos os receituários impressos por ele para casos de emergência. Num horário apropriado ligamos para saber se estamos fazendo a coisa certa.

Pois bem... já é a segunda vez que precisamos de uma orientação do pediatra da nossa filha e não conseguimos ter acesso a ele (da primeira vez levamos 2 dias). A culpa? Bem... não posso dizer que há uma, mas muitos mal-entendidos com certeza. Já ouviram falar de ótimos chefs de cozinha que trabalham muito bem, mas que no salão os garçóns estragam qualquer esforço deles? Atender um cliente é muito difícil, imaginemos então o agravante em se atenter pacientes que estão já abatidos por algum ocorrido. A secretária de um médico tem que ser muito bem orientada, muito bem escolhida. E médicos erram em não conhecer seu salão. Muitos deles entram pela porta de trás só pra não ter que dar oi aos pacientes. Pra não ter que se preocupar com os erros que ocorrem alí. Sei de muitos pacientes que não mais voltaram ao médico por alguma falha no atendimento da secretária.

O que passamos dessa vez foi bastante desanimador. Grosseria e impaciência fizeram de um atendimento da secretária resultar em uma consideração que precisávamos de outro pediatra: um que realmente pudesse nos atender em alguma urgência. Felizmente conseguimos falar com meu pai (médico) que nos orientou sobre a medicação e os cuidados necessários para nossa pequena. Também mais tarde conseguimos falar com o pediatra, dizer o que nos incomodava. Gostamos do atendimento dele e desde que sejamos bem atendidos daqui pra frente, haveremos de procurá-lo primeiro. Mas a partir de agora já temos uma segunda opção, acessível para urgências, porque saúde de filho não se deixa à sorte não.

You May Also Like

10 comentários

  1. Já passei por isso quando meu primogênito tinha dois meses e é terrível! Felizmente, depois disso, acertei com um pediatra que nunca me deixou na mão e que se mostrou extremamente competente. Tanto que até sinto um aperto em saber que meus filhos estão crescendo (14 e 10 anos) e daqui a pouco terão que mudar de médico...
    Beijoss!

    ResponderExcluir
  2. Que situação!!
    Graças a Deus, nunca passei por isso!
    O pediatra do meu filho, foi o meu pediatra! Ele é um execelente médico e profissional!
    E sempre que precisei falava direto com ele no celular ou na casa dele, ele inclusive, já mandou em certa ocasião levar meu baby na casa dele, para consulta de emergência!!

    Are baba!!

    Saúde amiga para sua filhinha e que Jesus a proteja!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Comigo aconteceu quando meu marido fez uma cirurgia no ano passado, ele chorava de dor e tava tomando codeína que é igual morfina. Eu liguei para o médico e deixei vários recados e ele não atendeu e nem retornou, só consegui falar no outro dia, daí ele me disse que era pra ele tomar lisador e ele melhorou. Achei um descaso. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Você está corretíssima!!!!
    Eu sou adepta do Gentileza gera Gentileza mas nem sempre essa recíproca é verdadeira e que acaba gerando uma frustração. Nessas situações temos sempre que ter um plano "B". Ainda bem que vc conseguiu orientação e um outro pediatra.
    Boa sorte, viu!!!

    Kátia
    tudo dbomptocom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Concordo contigo e assino em baixo, com saúde de crianca principalmente, nunca podemos brincar ou protelar o atendimento médico.

    Tomare que o novo pediatra seja mais atencioso.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Já desisti de um médico porque a secretária dele não entendeu a minha urgência e, poucas semanas depois, minha mãe, que era paciente dele há mais de 10 anos, também foi procurar outro médico quando a mesma secretária falou que não podia passar ligação de "todo mundo que pede pra falar com ele". O "todo mundo" no caso era uma senhora de 56 anos, hipertensa, que queria saber do seu cardiologista o que fazer com uma nova medicação que não estava lhe fazendo bem...

    Sorte com a filhota :)

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  7. que coisa chata, ainda mais quando envolve criança doente, nossa paciência já fica um pouco esgotada e ter que passar por tudo isso para ter atendimento é bem difícil. Espero que não tenha sido nada grave e que as coisas se reestabeleçam logo.
    ;)

    ResponderExcluir
  8. eu sempre digo q se tem uma profissao q eu nao deixo meus filhos escolherem é a de médico. Principalmente obstetra e pediatra, q sao duas especialidades q exigem dedicação total . Passei vários perrengues com 3 pediatras por aqui. A pior é uma mulher, q odeio do fundo do meu coração e falo mal dela pra quem quiser ou não ouvir rs. Desisti de pediatra. Levo minha filha em plantonista e pronto

    bjk

    ResponderExcluir
  9. Lá em SA tem um médico em outra cidade, que atende todos os telefonemas das mães desesperadas. Ele é um deus para elas.
    Mas tem secretárias impossiveis.
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Sabe que uma vez eu fui ao dentista, com a cara inchada de dor de dente e a secretária dele me ofendeu? Disse que ou eu preenchia os papéis antes do atendimento de urgência ou eu não entraria na sala do dentista. Isso que ele estava à minha espera.Respondi que queria ver ela me segurar...
    Beijos, querida.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.