ENTREVISTADA: Cíntia Arruda

4.6.09 Talita Cavalcante 13 Comentários

Seguindo a ordem das entrevistas decidida por votação, segue a segunda entrevista, da participante número 2: Cíntia Arruda.



Cíntia Arruda trabalha no Sindicato dos Corretores de Seguro do Rio de Janeiro. Ela tem 23 anos, um filho de 4 e um namorado de 55. Muito vaidosa, tem o apelido de Barbie. É romântica, preza demais a família e sabe agradecer a Deus por tudo que conquista. Tem um blog super
charmoso: o Cantinho da Barbie Girl.


1) Oi, Cíntia! Você trabalha no Sindicato dos Corretores de Seguro do RJ (Sincor). O que mais gosta no seu trabalho?

1º quero agradecer à todos que votaram para barbie ser entrevistada e em especial à você, por abrir um espaço tão dinâmico, onde podemos conhecer melhor outros blogueiros e criar novos laços de amizade. Trabalho no Sincor à 4 anos e sou extremamente apaixonada pelo meu cantinho. Eu tenho um ótimo emprego. Me emociono cada vez que me lembro disso. Pode não ser o emprego que minha mãe (e outras pessoas) sonhou pra mim (afinal, ainda não é de nível superior, né mãe?), mas eu não me atrevo a colocar nenhum defeitinho nele, porque foi um dos maiores presentes que Deus me deu.

2) Como é sua rotina de mãe?


Para falar a verdade, quem cuida do meu pequeno príncipe, é minha mãe. Por ter que trabalhar, quando saio de casa é muito cedo, ele está dormindo e quando volto, ele já foi dormir. Ficamos juntos mesmo, aos fins de semana, quando ele não vai para casa do pai, aí vira uma festa. Eu tenho um filho lindo, inteligente, comunicativo, sem nenhuma deficiência física ou mental (não que eu fosse amá-lo menos caso ele tivesse, mas as restrições que ele teria que encarar para a vida em geral são óbvias). Então, nossa rotina juntos, é a melhor possível, procuro fazer com que sejam momentos de qualidade e que nos dê prazer sempre. Confesso, que eu queria mesmo é ser mãe e esposa em tempo integral, estar em casa, cuidar do namoridão, do meu filho, lhe dar educação, colocá-lo na escola e passar os meus valores para ele, mas sei que por enquanto está meio que impossível! rs

3) Você só tem 23 anos, mas já tem um rapazinho de 4 e é separada. Como foi pra você enfrentar a barra de uma separação com filho? Você encontrou apoio nos seus familiares?



É amada... todo separação é complicada e dolorosa, até quando não existe amor, que foi o meu caso, e com filho, mais complicado ainda! Você quer largar tudo e ir embora, sair sem olhar para trás, mas e os direitos do filho, ele não pediu para nascer? Antes de ser orgulhosa, tinha que 1º pensar no bem estar dele, já que era um bebê e dependia exclusivamente de mim. Minha mãe sempre esteve do meu lado em todos os momentos da minha vida, quando engravidei, meu pai sem falar comigo e ela alí, cuidando de mim e do bebê, ela é uma mulher maravilhosa, que está comigo pro que der e vier. Mesmo sem aceitar minha separação, porque no fundo pai e mãe, não quer filho separado, sei que eles não me virariam as costas (mesmo que isso viesse com nota fiscal hehehe). Também sei que hoje algumas pessoas, não dão valor ao amor, muito menos ao casamento, não foi o meu caso. Eu acho super errado, quem casa já pensando que se não der certo, separa, eu nunca pensei isso! Casei porque estava grávida e meu pai não aceitava e não era justo eu continuar um casamento sem amor, sem união, sem cumplicidade. Eu era infeliz, por isso, precisei juntar forças, pedir luz a Deus, para me mostrar o caminho certo e ir atrás do meu destino, que era a separação. Nesse momento conheci um anjo, que me ajudou muito e me levantou mostrando que eu também tinha o direito de ser feliz, que não precisava ter sentimentos de culpa, esse anjo lindo foi o Mariano. (Na época, amigos de trabalho). Hoje, posso dizer que foi uma terrível turbulência, mas que me trouxe grande amadurecimento.

4) Ter um filho tão nova interferiu em algum plano seu?



Ah sim, infelizmente sim!! Quando tinha 10 anos decidi minha profissão, ao viajar de avião aos EUA, ser comissária de bordo. Quando voltei ao Brasil, pesquisei tudo que era necessário para realizar esse “sonho”, tinha que esperar os 18 anos. Terminei meus estudos, fiz inglês e outros cursinhos. Depois de três dias completados os meus tão sonhados 18, fui me matricular na EAPAC. Era uma luta fazer o curso, porque saía para trabalhar as 6:30 e voltava do curso 00:10hs, de segunda a sexta, sem contar o custo, mas isso não me cansava, eu tinha prazer. No meio do curso, descobri que estava grávida, ou eu pedia para sair ou era expulsa. Foi um misto de culpa, tristeza... estava decretado o fim do meu sonho. Hoje, estou recuperada (A nivel de curiosidade, não pretendo mais seguir essa área), entendo perfeitamente que se não consegui realizar essa minha vontade, é porque não era para mim e eu tinha outros sonhos e planos, que é principalmente formar minha família!

5) Você é super vaidosa, tanto que tem o apelido de Barbie. Dá pra conciliar trabalho, filho, namorado e um tempo pra si mesma?


Cíntia fazendo um brinde em uma viagem de cruzeiro



Tem que sobrar menina!! Costumo dizer que sou um cisne e não uma perua! Perua é “espalhafatosa” e “escandalosa”, cisne tem toda uma elegância, sabe? Eu amoo maquiagem, óleo, sabonetes esfoliantes, cremes e todas as “parafernálias” maravilhosas que fazem qualquer mulher enlouquecer. Procuro me cuidar no banho, que é um momento só meu, onde relaxo. Em relação à moda, não gosto de comprar roupa que todo mundo tem, tenho um estilo próprio, aposto em bolsas, lindos sapatos e muito rosa. Adoro unhas bem feitas, mas acreditem, estou precisando de um retoque nas luzes, hidratação e preciso de manicure, urgente!!



6) Hoje seu coração já está ocupado. Sei que seu namorado é 31 anos mais velho que você. O que define a relação de vocês? No final das contas, a idade interfere em alguma coisa?


Eu tenho um namoridão que me apóia, me ama, é meu companheiro pra todas as horas, e uma pessoa em quem eu confio, num mundo em que ninguém confia em ninguém, e no qual os casamentos estão se desfazendo com muita facilidade. Eu descobri o que amar de verdade, o que é ser completamente feliz numa relação entre um homem e uma mulher, a nossa união é maravilhosa, proveitosa e eu me sinto afortunada, por ter um tesouro como ele ao meu lado. Eu que dizia que meu príncipe vinha de jegue, estava completamente enganada, ele veio perfeitamente num cavalo branco. A idade?? Que idade?? Gente, coitada da pessoa que se tem esse “pré-conceito”, com toda certeza não interfere em nada, é tudo tão gostoso, é uma delícia ter um companheiro para trocar idéias todos os dias, dormir em seus braços, acordar com seus beijos, que eu não vejo a minha vida sem ele e sei que ele também não vê a sua vida, sem a minha! Fui sorrindo desvendando medos e mistérios, descobrindo que as flores que existem nele, combinam com as que existem em mim e toda a nossa história de amor, vale a pena, porque há um sorriso dele também!


7) Como começou a história de vocês?


Nos conhecemos do trabalho, éramos apenas amigos. Mas uma luz começou a se acender a cada olhar, uma estrelinha brilhava mais forte, os dias se tornavam melhor a cada encontro, surgia ali um amor, só era preciso regar, ele se apaixonou primeiro, acho que eu negava para mim mesmo, e o amor falou mais alto. Coisa de pele, de alma, consegue me entender? Quando nos beijamos pela 1º vez, uma luz de ternura, carinho, respeito, cumplicidade, paixão nos envolveu e Deus nos abençoou, e o que ele une, homem nenhum separa! A nossa história é linda, passamos por momentos de conflito e sempre o AMOR QUE NOS UNIU, prevaleceu!

8) Você acha que romantismo é essencial no relacionamento?


Talita, romantismo é fundamental! Eu sou uma das últimas românticas, vejo amor em tudo, rego a flor do nosso amor, todos os dias e assim que deve ser, em qualquer relacionamento. Você deve tratar o outro, como se fosse o 1º dia, com muito carinho, muita atenção, todo cuidado. Comemorar todas as datas especiais, não esquecer jamais. Eu escrevo cartas, mando torpedos, escondo bilhetinhos românticos, deixo recados no orkut, beijo, abraço, agarro, brinco, sempre muito carinho, isso é muito importante!



9) Nas horas mais difícieis da sua vida, como encontra conforto espiritual?


Eu tenho fé.. Fé no meu Deus Fiel que está dentro de mim e que posso me curvar diante dele, pra agradecer todos os dias da minha vida. Eu tenho saúde, tenho um filho lindo, tenho um namoridão, tenho pai e mãe, irmã, avós, sogros, enteados, tenho emprego, tenho plano de saúde, tenho amigos, tenho casa, tenho sonhos realizados... eu tenho mil motivos a agradecer, e só o fato de ter mais que agradecer do que pedir, já é felicidade de sobra. Pra mim é inconcebível viver sem fé, viver sem Deus. Como não acreditar Nele? Como não buscá-lo, não querer ter um relacionamento com Ele, não querer conhecê-lo de perto? Espero jamais me afastar Daquele que é a razão da minha vida. Não posso deixar de mencionar minha fé em São Jorge, guerreiro, me sinto protegida por um cavaleiro nobre e agradeço por ser mais uma vencedora! É é nessa fé, que encontro conforto e cura para minha alma!

10) Para se divertir, o que mais gosta de fazer?


Diversão é comigo mesmo! Adoro me divertir! Reunir os amigos, tirar fotos, ir ao cinema, ou simplesmente ir no shopping ver vitrines, adoro!! Ir no Zôo, na praia. Acho que diversão é a gente que faz, depende de você fazer daquele momento feliz ou não! Eu e o Mariano sozinhos em casa, nos divertimos muito e sempre!

11) Como é sua relação com a cozinha?


Vai muito bem, obrigada! Hahaha

Nunca gostei de cozinha, só fazia doces! É um Detalhe! Hahaha

Minha vó sempre dizia que quando eu encontrasse o verdadeiro amor, ia amar cozinhar; E não é que ela estava certa. Hoje minha relação com a cozinha é maravilhosa, eu adoro fazer meus quitutes para as pessoas que gosto. Ainda tenho muito que aprender, mas o início tem sido perfeito, inclusive no meu blog, tenho publicado algumas receitas. Dá uma conferida, vocês não vão se arrepender!

12) Qual a melhor parte por morar no Rio de Janeiro?


O Rio de Janeiro continua lindo! A cidade do Rio tem suas particularidades inigualáveis, cartão postal do Brasil, temos, dentre outros pontos turistícos, o Cristo como uma das 7 maravilhas do mundo, temos belas praias azuis, uma costa verde bem romântica. Pedimos hoje proteção, porque como em todos lugares, a violência está cada vez pior!

13) Como você se define, Cíntia Arruda?

Cíntia com seu namorado Mariano; quando grávida,
com seu filho recém nascido; e hoje, com a família.


Uma pessoa super do bem, apaixonada pela vida, pelo meu filho, pelo meu querido amor, pela família, pelos amigos, pela simpatia, pela honestidade; Apaixonada por fotografias, por música, por internet, por chocolate. Enfim, sou uma pessoa tranquila que tenta transmitir pelo meu blog, que podemos acreditar no amor e em tudo que vem com ele, que não podemos mudar todo o mundo, mas que temos que fazer a nossa parte é uma alegria e um orgulho, ter esse cantinho para expressar bons sentimentos e saber ainda que existem amigos blogueiros, pessoas que curtem meus escritinhos, palavras que ordeno graciosamente em cada post.

Obrigada Talita, por essa oportunidade de deixar aqui um poquinho de mim e levar um pouquinho de vocês! Espero que tenham gostado, respondi tudo de coração aberto!! Um beijo especial, aos meus anjos que amo e que são meu orgulho em tempo integral! Mariano, Guilherme e mamãe, sou muito feliz porque dentre todas as pessoas do mundo, Deus me deu o melhor, vocês! Beijinhos carregados de muito carinho!

13 comentários :

  1. Ahh amei :) Que delícia ficou a entrevista!!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que entrevista linda. Ela conseguiu transmitir a imagem de uma mulher apaixonada, forte e feliz! Essa foi a impressão que eu tive. Parabéns as duas, entrevistadora e entrevistada.

    ResponderExcluir
  3. Voce ainda vai fazer suceso com suas entrevistas. E as perguntas são todas criativas .
    Amei. parabens para a jovem que com tanta garra e ainda menina foi mae. Poderia ter abortado e não o fez. Achei muito bacana e decidida.

    ResponderExcluir
  4. Amei...é tão bom ver a história de felicidade das pessoas...

    ResponderExcluir
  5. Como essa guria é doce! Eu a conheci depois que saiu minha entrevista e tô encantada com o carinho que ela derrama em cada comentário aqui ou lá no meu blog.

    Um beijo enorme pra você, Cíntia - não sabia seu nome até agora! rsrs - e que seus sonhos todos se realizem!

    Beijocas, Talita.

    ResponderExcluir
  6. Amei a entrevista está linda!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. adorei a entrevista. minha mãe diz que quem casa acha sempre q é pra sempre e q sofre muito qd não é. acho q alguns até podem fingir q não sonham no pra sempre, mas lá no coração todos querem que dure pra sempre. realmente não é fácil ter q aceitar q o pra sempre acabou. ainda mais q os dois precisam aceitar. os dois e a família. e isso faz a separação doer mais. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  8. Muito legal conhecer a Cíntia!
    Um grande abraço para ela!

    ResponderExcluir
  9. MUITO LEGAL A ENTREVISTA QUANDO DER VISITE MEU BLOG WWW.PALAVRASARTEBLABLABLA.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  10. A Cintia é um amor.
    É raro ver meninas/mulheres da idade dela que sejam responsaveis.
    Ela esta de parabens! Tem garra é madura e dá conta do recado como mãe, trabalhadora, pessoa.
    Adorei saber um pouco dela ;)

    ResponderExcluir
  11. Adorei conhecer a Barbie Girl. Uma fofura de menina-mulher!

    bju

    ResponderExcluir
  12. Linda minha amiga, conseguiu expressar com clareza seus sentimentos, sua força de viver! Parabéns pela família que construiu!
    Te amo amiga!

    ResponderExcluir
  13. As respostas foram muito mal escritas, tanto que tive dificuldade para ler e interrompi! Minha sugestão é revisar antes de publicar, Talita!

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.