ENTREVISTADA: Juliana Clorado - publicitária

by - 16.6.09

A quarta das oito entrevistas de junho ficou linda... A entrevistada: Ju Clorado! Ela participou da brincadeira de votação com as seguintes imagens:



Juliana Clorado é publicitária. Tem tanto amor pela escrita que já há quatro anos encanta seus leitores no blog 'a vida é cor de rosa '. Ela tem 26 anos e trabalha na área de mídia numa das maiores agências de publicidade do país, a Neogama. De bem com a vida e muito romântica, encontra-se envolvida com os preparativos para seu casamento. Em seu diário de bordo 'detalhes de nós dois ', Juliana conta detalhes da organização de sua cerimônia. Também é colunista do site Casamento no Campo . E nesta entrevista vamos conhecer um pouco mais dessa garota que parece não encantar apenas com suas belas palavras...



1) Oi, Ju! Ser uma profissional publicitária requer, obrigatoriamente, ser muitíssimo criativa?



Olá! É um prazer estar aqui no Dona Perfeitinha e poder falar um pouquinho de mim. Olha, eu acho que a vida requer que sejamos criativos. Pra resolver um problema, pra ser dar bem, pra conseguir certas coisas, enfim, acho que quem não tem criatividade perde grandes oportunidades.



2) Em qual área da publicidade você atua? E o que mais gosta do seu trabalho na Neogama?



Eu sou mídia. Atualmente trabalho com Pesquisa de Mídia e Planejamento. Nós, os mídias, cuidamos da grana do cliente. Então definimos onde, como e quando o dinheiro deve ser aplicado. O que mais gosto é de fazer planejamento. É muito legal você identificar quem é o público-alvo, o que faz, o que gosta, que mídias tem afinidade. A Pesquisa de mídia possui vários softwares que permite cruzamentos incríveis de dados. O resultado é fantástico.



3) É prazeroso ver seu trabalho repercutir em excelentes resultados também para seus clientes? Qual deve ser o principal objetivo de um publicitário?



É muito bom quando a gente percebe que “inventou” um caminho novo, uma nova maneira de olhar e de fazer a mesma coisa. Os objetivos são vários, por exemplo; pra nós mídias é sempre rentabilizar o dinheiro, fazer coisas diferentes, inovadoras. Pra um criativo é ter a campanha mais bem produzida e que seja eficaz, que fique na cabeça do consumidor. Acho que o que a gente quer mesmo é que o cliente tenha sucesso às nossas custas. Mais ou menos isso.


4) Soube que já trabalhou na Young & Rubicam (também uma das maiores agências de publicidade do país), cujo Presidente é o Roberto Justus. Neste momento em que o programa de tv dele, o O Aprendiz (da Record), faz tanto sucesso, gostaria de te perguntar como foi trabalhar pra ele - posto que todos os anos 18 participantes disputam através do programa.



A Y&R foi a segunda agência que trabalhei. Lá tem uma das melhores infra-estruturas que já vivenciei, mas não trabalhava diretamente com o Roberto. Mas, posso dizer que ele estava sempre na agência, chegava cedo e se envolvia em todos os projetos. É que nada é tão maravilhoso quanto parece... infelizmente.



5) O que acha do reality show O Aprendiz (eu, particularmente, adoro!)? Você conheceu Walter Longo, Vice Presidente da Y&R? Sei que estou dando uma de tiete, mas acho-o sensacional com todas suas inteligentes 'tiradas' que dirige aos participantes de O Aprendiz.



Sim, o conheci sim. Só que ele entrou pouco tempo antes de eu sair. Também não trabalhamos juntos, ele era mais do Planejamento Estratégico/Novos Negócios. Eu também o acho bastante inteligente. Inclusive, se não me engano, foi idéia dele adaptar o site da agência em um blog, o Up Date or Die (http://yr.updateordie.com/). Realmente ele tem ótimas sacadas, mas confesso que acho que exagera um pouco no programa. Aliás, eu gostava mais do programa no começo, mas depois que vivi no mesmo ambiente dos ganhadores, percebi que na maioria das vezes o Roberto erra nas contratações. Dos que venceram, só a Vivi [da 1ª edição] continua firme e forte.


6) Seu casamento está se aproximando. Como está a ansiedade?



Nossa, eu sonho todo dia acordada e dormindo, às vezes, tenho pesadelos. Estou muito, mas muito ansiosa. E o mais engraçado é que eu nunca tive esse sonho de casar. Acho que quando encontramos “aquele” alguém é que bate mesmo essa vontade louca de juntar os paninhos.


7) Você acredita que casar exige empolgação? Noiva tem mesmo que vibrar com tudo que envolva os preparativos?


Ah, eu me empolgo. E de tantas idéias que tinha resolvi criar o blog Detalhes de Nós Dois, porque meu noivo não me agüentava mais. Aliás, eu tenho mania de viajar nas idéias, ele me poda vez ou outra. Mas no blog não, lá eu encontrei afinidade, afinal a maioria das leitoras é noiva. Acho que se você não se envolve, só delega, o negócio parece ficar sem alma.



8) De tão empolgada que fiquei com a organização do meu casamento, quis eu mesma fazer alguns detalhes como o cardápio para colocar nas mesas e os cartõezinhos de agradecimento de cada um dos envolvidos (como o pessoal da banda, os garçóns e demais). Também eu escrevi e imprimi os recadinhos para as lembrancinhas entre outros tantos detalhes que me deram bastante trabalho, mas que compensaram. Você também está pondo a mão na massa e fazendo algo que idealizou para sua festa?



Sim, sim! O convite é uma obra-prima feita a 8 mãos. Eu, Ri [meu noivo], Cris e Fabi que são os designers que me ajudaram a desenvolver o convite do jeito que eu queria. No convite tem um texto meu, uma mini-declaração de amor. Mas, tenho outras idéias como montar móbiles com alguns dos meus textos pro Ri e encaixar na decoração. As lembrancinhas, que são CDs, Ri está gravando enquanto eu e minha mãe embalamos. Eu adoro meter a mão na massa e ver o resultado depois.


9) Quando casamos queremos nossa casa, né? Como andam as obras e a decoração da sua?


Graças a Deus a gente conseguiu comprar um apezinho que eu chamo de ninho. Bom, o pedreiro tá lá trocando os azulejos da cozinha, pondo o gesso. O banheiro ele já terminou. Acho que ainda vai levar mais um mês, depois vem o pessoal dos móveis planejados e aí pronto. É só esperar o casório e os presentes (risos).



10) Você diz em um dos seus blogs que é o oposto do seu noivo. Você acha que isso ajuda no equilíbrio da relação de vocês?


Nossa e como. O Ri é mesmo meu oposto, mas óbvio que temos muitas coisas em comum, porque afinal de contas, tem que rolar alguma afinidade. Mas é incrível como com tantas coisas diferentes a gente se completa e se entende tão bem.



11) Na minha opinião, você é uma escritora pronta. Como desenvolveu essa habilidade e o que representa seus blogs nesse sentido?


Ah, obrigada. Eu sempre gostei de escrever. Desde quando só sabia escrever meu nome. Adorava escrever cadernos de poesias, não perdia uma aula de redação. Aliás, às vezes escrevia várias redações pra depois escolher a melhor pra entregar à professora. O primeiro blog, A Vida é Cor de Rosa, começou sem propósito, mas fui tomando gosto à medida que as pessoas iam curtindo o que eu escrevia. Adoro ler todos os comentários, é o que vem me motivando a continuar e aprimorar meus textos. Se você olhar meus blogs, os primeiros arquivos, vai ver uma evolução tremenda. Eu, particularmente, acho que melhorei bastante.



12) Já tem planos pra publicar seu primeiro livro? Seria ele um romance ou uma coletânea de crônicas?



Então, eu bem que queria, acho chique (risos). Me identifico bastante com crônicas, uma vez que não me acho muito boa pra sustentar uma história e criar personagens. Agora que comecei com esse negócio de casamento, morro de vontade de publicar alguns dos meus posts e lançar um pocket book, mas quem sabe?



13) Dentre todas as leituras que acumula, qual livro você considera que toda 'pessoa grande' deveria ler? E por que?



Ai, caramba. Eu não sou de gêneros, gosto mesmo é de uma boa história, que me faça não querer fechar o livro e ir até o fim. Vou fazer o seguinte, dos que li nos últimos tempos, recomendo dois: A Cama na Varanda da psicóloga Regina Navarro Lins, que discute as relações humanas [ajuda a arejar a mente] e A Arte de Correr na Chuva de Garth Stein, em que o narrador é um cachorro e eu AMO cachorros. Mas não é só por isso, é que esse livro realmente tem uma super lição de vida.



14) Você tem 4 tatuagens. Qual o estilo delas? 4 é um número bom ou pode ser que faça mais alguma?



Todas as minhas tattoos são pretas. A primeira é um tribal na nuca que fiz quando tinha 15 anos [mamãe autorizou e foi presente de aniversário]. Naquela época me senti quebrando as barreiras, porque isso foi em 1997 e tatuagem não era moda, aliás, era vista com maus olhos. A segunda foi presente do Ri e veio só 9 anos depois da primeira. Uma borboleta no pé direito. Ela é estilo tribal também, só com o contorno. As outras duas foram feitas de uma vez só, ano passado, uma estelinha no ombro esquerdo e o símbolo celta da tríade [o triskle] no tornozelo, que simboliza a união de 3 elementos: água, fogo e ar, mente, corpo e alma e por aí vai. Mas esse negócio vicia, quero fazer mais com certeza.



15) Como você se define, Ju Clorado?



Ixi, que difícil. Bom, como toda boa libriana, sou mega indecisa. Mas, me defino como uma pessoa do bem, de bem com a vida, apaixonada, com algumas esquisitices, mas do tipo que se pode contar a qualquer hora. Tenho o defeito de querer sempre agradar o mundo, mas é porque gosto de viver em harmonia. Nem sempre consigo, mas eu tento.

You May Also Like

7 comentários

  1. Parabéns Ju Clorado, que entrevista mais linda!!
    Ela é toda meiga em suas palavras e vai direto ao ponto!
    Vou conhecer seus blogs!
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Concordo com a Cíntia!
    ´Também vou conhecer o blog dela.
    Beijos, Talita.

    ResponderExcluir
  3. Que linda entrevista Ju!
    Só conhecia um dos seus blogs. Vou correndo visitar A Vida é Cor de Rosa.

    Espero que de tudo certinho com os preparativos do casamento. Vai ser lindo!

    bju flor

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ju!
    Adorei conhecer um pouquinho mais sobre você. Obrigada pela entrevista e que seu casamento seja lindo e que traga a vocês muitas alegrias. Por que casamento é bom demais.
    Já anotei o nome dos livros. Quero muito lê-los.
    Um beijo grande,
    Talita.

    ResponderExcluir
  5. Uma personalidade admirável! Amei a entrevista!

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei da entrevista por dizer que quer viver em harmonia. Eu desejo a ela toda a felicidade do mundo em seu casamento. Tenho certeza que tudo dará certo pelo seu entusiasmo. Ela me passo que é uma garota formidável.
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.