Manuel Bandeira pra refletir...

22.7.09 Talita Cavalcante 3 Comentários

Idade pode ser uma simples ilusão de ótica?
Aqui uma moça e também uma senhora.

Lembrei-me desse poema de Manuel Bandeira que fala muito sobre coisas que venho imaginando.

Versos de Natal

"Espelho, amigo verdadeiro,
Tu refletes as minhas rugas,
Os meus cabelos brancos,
Os meus olhos míopes e cansados
Espelho, amigo verdadeiro,
Mestre do realismo exato e minucioso,
Obrigado, obrigado!

(...)"

Sendo filmada junto com minha filha por meu marido ontem, imaginei-me velhinha assistindo àquelas cenas ao lado dos dois daqui a muitos anos. Nós todos sentados num belo sofá, abraçados da mesma forma que hoje nos abraçamos... Será que me sentirei mal por ver minha juventude estampada na tv? Será que sentirei saudades do tipo 'triste'? Acredito, sinceramente que não e deixo essas perguntas pra mim mesma responder daqui a 50 anos. Tomara que quando esse dia chegar, esteja eu muito bem, com saúde e vivacidade pra muitas e muitas alegrias mais, assim como meu marido e nossos filhos todos. E assim seja!

3 comentários :

  1. Oi Tati sabe que também já pensei nisto! Acredito que sempre vamos sentir saudades da nossa juventude, assim como sentimos saudades da nossa infância, porém de maneira saudável...
    Adoro este poema de Manuel Bandeira, beijosss querida...

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Querida, obrigada pelas palavras de consolo.
    Tá doendo, mas vai passar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. gente eu nao to vendo nada naquela imagem

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.