O 'mim' e o 'eu'

O 'mim', muitas vezes, é usado equivocadamente no lugar do 'eu'. E também tem seu real posto habitado como que por vingança pelo 'eu'- novamente por erro, por falta de atenção ou não sei mais por qual explicação.

Você pode levar isso para mim? = (correto!)

Pode me dar isso para mim levar? = (errado!)
O correto: Pode me dar isso para eu levar? (Devemos nos lembrar que 'mim' não faz nada... quem faz sou 'eu' - se há um verbo depois, antes vem 'eu', nunca 'mim').

_ Gostaria de lhe falar à sós!
_ Minha amiga pode ficar. Não me importo.
_ Mas esse assunto é entre mim e você! = (corretíssimo! Nada de dizer entre eu e você porque aqui pede preposição = mim)

You May Also Like

6 comentários

  1. Corretíssimo professora Perfeitinha.
    ;)

    ResponderExcluir
  2. lembro de um jeitinho bem legal que uma professora de cursinho nos ensinou sobre o mim e eu. Ela nos disse: Não somos índios! Mim não leva nada, mim não estuda nada... eu levo, eu estudo. Então, fazer esta perguntinha na hora de escrever ou falar uma frase, sempre me ajuda!

    ResponderExcluir
  3. Senhora Perfeitinha.
    Te digo uma coisa, Deus é perfeito.
    Me lembro direitinho que a professora nos ensinou desta forma a regra do "mim e eu". Mas o interessante é que ao escrever o comentário aqui, não tinha reparado no post abaixo. Bem, nem precisei ler o post ainda, para perceber como o meu comentário está carregado de preconceito. Uma pena, pra "mim". Confesso que me senti realmente envergonhada e peço perdão pelo preconceito. E que bom que Deus tocou em meu coração para que visse a tempo como estou errada. Um dia ouvi a frase: "Quando erramos e reconhecemos o erro, nós podemos e devemos, pedir perdão."
    De todo o meu coração,
    Mariana

    ResponderExcluir
  4. Eu lembro desta aula direitinho. Nossa professora era muito exigente e minha mãe mais ainda.
    Espero não estar ocorrendo estes erros comigo.
    Com carinho monica

    ResponderExcluir
  5. Aê professora perfeitinha também é cultura!!

    adorei a aula!!

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mari!

    Nada disso! Não achei que estava carregada de preconceitos. Os indíos realmente não falam um bom português porque essa língua é uma segunda lingua pra eles e acho que essa historinha dos professores pra ajudar os alunos é válida desde que não se conserve a ideia de que o português não é a primeira língua dos indiozinhos, né? É divertida.

    Já que nós também ao aprender o inglês, por exemplo, erramos e continuamos errando coisas do tipo.

    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.