Por que usamos a aliança no dedo anelar?

17.8.09 Talita Cavalcante 8 Comentários

Uma amiga me enviou essa lenda chinesa e achei tão bonitinha que quis fazer um vídeo sobre ela.
Assim faço a estreia de vídeos do dona perfeitinha. Mas como estou super atarefada, ficou meio tosco, com música nada a ver, imagens embaçadas e mais um monte de defeitos que não vou citar pra evitar que você desista de assistir. A lenda é legal e apor isso acho que vale a pena apertar o play...

8 comentários :

  1. Que legal! Tô igual boba aqui no trabalho com os dedinhos juntos... rsrsrs...

    ResponderExcluir
  2. QUe massa!! Adoreeei.. rsrsrs

    Bjuuus!!!

    ResponderExcluir
  3. Puxa que interessante! Eu tinha ouvido falar que usamos aliança no dedo anelar por ele tem uma veia que vai direto ao coração. Bjs

    ResponderExcluir
  4. não achei que ficou tosco... ficou bonitinho! mas esqueceu de contar dos dedos médios... que estão apontados para nós mesmos pq siginificam a nossa importância nessa existência toda. E se eles não estivessem nessa posição, de amor próprio e direcionados ao nosso interior, a estrutura toda (inclusive da teoria dos dedinhos) não funciona!. beijos e parabéns pelo site.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Clarissa!

    Obrigada por me contar isso! Eu não sabia e corri atrás do porque dos dedinhos apontados pra nós mesmos e não descobri. E cá está você me dando de presente o significado. Não é lindo tudo isso? Adoro a sabedoria chinesa. É romântica e sábia.

    Beijo grande,
    Talita.

    ResponderExcluir
  6. Amiga,

    Que bom que você gostou do meu e-mail!! Fico feliz, porque sei que não gosta de e-mails encaminhados, mas este eu não resisti!!!

    Beijos e melhoras nos seus pontinhos aí!

    ResponderExcluir
  7. A minha mãe disse-me que o anel de casamento é usado no dedo anelar da mão esquerda (que é chamado assim por se pôr a aliança ali) porque existe uma veia que liga o dedo directamente ao coração...
    Por isso o sentimento com que o anel foi posto tem um caminho directo para o coração do amado(a)...

    Já agora e a título de curiosidade o anel de casamento nem sempre foi anel.
    Primeiro foi uma gargantilha (colar bem apertado); depois era uma escrava (pulseira fechada que se mete acima do cotovelo); depois uma pulseira colocada no pulso e só por fim é que começou a ser um anel.

    P.s.: Podem lêr e descubrir que os celtas quando se casavam colocavam troques (colar apertado, de ouro e aberto) com os simbolos da sua aldeia (ou casa) para simbolizar que aquela mulher pertencia aquele homem e que as duas casas se tinham juntado.

    ResponderExcluir
  8. @Anônimo
    Obrigada por compartilhar, adorei o assunto. Pena que não deixou seu nome.
    Abraço, Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.