Entrevista com médica veterinária: Alexandra Castro

22.10.09 Talita Cavalcante 12 Comentários

A entrevistada de hoje é Alexandra Castro, médica veterinária que tem uma pet shop, a Clinipet, com atendimento veterinário para pequenos animais na cidade de Ponte Nova, MG.

Quem gosta e mesmo quem não gosta de bichinhos vai adorar essa entrevista. A paixão da entrevistada por sua profissão é evidente em cada resposta, em cada palavra. Vá em frente e deixe seu recadinho para a Alexandra.


Alexandra com Luna, uma 'pitbull do bem'


1) Oi, Alexandra! Veterinária é uma profissão bastante admirada principalmente por crianças. Você, quando criança, idealizava ser veterinária?

Nunca pensei ter outra profissão, nunca prestei vestibular para outro curso. Admiro várias profissões, mas hoje, mais do que nunca, vejo que “ser veterinária” é uma paixão, um dom, uma vocação. Apesar de todas as dificuldades que a profissão oferece, eu amo o que faço.

2) Você sempre quis ter uma pet shop ou foi amadurecendo a ideia durante o curso? Como é conciliar a profissão de veterinária à de empresária?

Sou muito decidida: meu sonho sempre foi trabalhar com pequenos animais (cães e gatos), mesmo na faculdade, conhecendo outras áreas em que o médico veterinário pode atuar, nunca fui seduzida. Permaneci firme no propósito de cuidar dos “pets”. Bom, conciliar a profissão de veterinária e empresária é o mais difícil pois nós não temos essa formação empresarial no nosso curso. Converso com minhas amigas de faculdade que também estão no mesmo ramo do que eu ouço a mesma coisa, uma falta de treinamento e logística dos  médicos veterinários na questão empresarial.

3) Quais são os principais produtos e serviços oferecidos por sua pet shop?

Os serviços oferecidos pela CliniPet Veterinária são: Atendimento  Clínico e Cirúrgico, Internação, Realização de exames laboratorias, Serviços de banho e tosa,  Hospedagem e Venda de rações e uma infinidade de produtos para cães e gatos.

4) Acredito que seus clientes/pacientes sejam apenas gatos e cães. Mas você já atendeu outro tipo de animal?

Já, um macaco prego e uma tartaruga.

5) Qual foi o caso mais difícil que atendeu?

Justamente esse macaco prego. Ele foi atacado por um cão no abdome. Estava eviscerado, com grande parte do intestino delgado para fora. Foi também o caso mais difícil ,pois na faculdade não é toda hora que aparece um macaco para atendermos e portanto nunca tinha anestesiado tal espécie. Pois bem, sabia que se continuasse daquele jeito, ele morreria. Já eram 22:00 horas e não tinha como encaminhá-lo para nenhum especialista, além do que, o mais próximo seria Viçosa ou BH. Avisei ao responsável pelos riscos que ele corria, fui sincera, falei que nunca tinha anestesiado aquela espécie e sabe o que ouvi? “Eu só tenho você, eu confio em você, faça o seu melhor”. Aquilo me encorajou de tal maneira!!!! Usei o bom senso, o que eu sabia sobre cães e gatos, anestesiei, lavei, voltei com todo o intestino para o seu devido lugar .. Prescrevi a medicação pós-cirúrgica e enfim: 7 dias depois o macaquinho voltou feliz da vida para a retirada da sutura. Ele estava perfeito!

6) Qual a importância do veterinário na vida de um animal de estimação?

O médico veterinário é o elo principal entre proprietários e animais de estimação no que diz respeito ao bem estar animal. Somos nós os responsáveis em zelar pela saúde e alimentação dos nossos amiguinhos.

7) Como faz pra se atualizar frente às recentes evoluções da medicina veterinária?

Assinando revistas de educação continuada, freqüentando cursos na área e pesquisando trabalhos recentes na internet. Também converso com amigos que estão na mesma área, trocamos informações. Tenho muitos colegas que estão no mestrado e doutorado e tem sempre algo de novo para me enviar.

8) Você é a favor das campanhas de castração desenvolvidas por muitas prefeituras? O que acha que falta à elas para serem mais eficientes?

Claro, sabemos que a longo prazo, a única coisa que acabará com o problema da superpopulação de cães de rua serão a castração seguida de adoção. O problema não está na eficiência dessas campanhas e sim no problema da educação, conscientização das pessoas sobre o que é posse responsável. As campanhas são eficientes, o abandono é que não acaba, as pessoas continuam colocando na rua seus cães, ou porque  se tornaram um fardo, ou porque estão dando gastos, enfim, não planejaram a compra de um cão, não colocaram em pauta uma possível doença que lhe trará gastos, preferem então se acovardar e colocar o cãozinho na rua.

9) Basta gostar de animais para ser uma boa veterinária?

Não. Isso é muito pouco, pra dizer a verdade é quase nada. Quase todo mundo gosta de animais, não é mesmo? Para ser uma boa veterinária é preciso mais do que isso, é estudar bastante, nunca se acomodar, é abdicar de fins de semana porque tem animal internado, é ter compaixão pelos bichinhos, é ter pulso firme e coragem ao se deparar com um animal sangrando, sofrendo!

10)Você tem animais de estimação? O que eles representam na sua vida?

Tenho cinco. A matriarca Francisca Helena, uma poodle de 8 aninhos; Luna, uma pitbull literalmente do bem, de 7; Salsicha Roberto, um teckel de 2; Bozzo Flávio, um buldogue doido de 1 ano e meio e Norminha, uma gatinha vira-lata que adotei, de 8 meses. Eles são tudo na minha vida, colorem o meu dia, me faz a pessoa mais feliz do mundo. Sinceramente, não imagino minha vida sem eles.




12 comentários :

  1. Parabéns Alexandra.
    É sempre muito bom ver pessoas que amam o que faz e se dedicam ; no seu caso isso está bem evidente
    Que você continue crescendo profissionalmete e que cada dia mais Deus a ilumine.
    Muito sucesso em todos os aspetos da sua vida!!!!

    ResponderExcluir
  2. Amo animais, não sei como seria minha vida sem o meu cachorro - ele já é um membro da família, meu melhor amigo!

    E fiquei muito emocionada com o relato sobre o macaco prego.

    A.D.O.R.E.I a entrevista com a médica veterinária!!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, que entrevista mais linda, Talita! Adorei! Uma das melhores já postadas. Parabéns pra você e pra Alexandra, pelo carinho sentido nas palavras quando ela fala dos animais.

    ResponderExcluir
  4. A dra. Alexandra não quis dizer, mas a verdadeira paixão da vida dela sou eu: CASA COMIGOOOO????
    Ofereço casa, comida e roupa lavada e ainda um quintalzão pra todos os seus cães com nomes de personagens de novelas mexicanas!!!
    Parabéns pela entrevista, dra. Alexandra. Saudades de você e sua companhia na residência!

    ResponderExcluir
  5. Amei...Conheço A Drª Alexandra, (" Xandinha", para falar a verdade literalmente poucas horas depois do seu nascimento)...rsrsrs..e logo vi que seria uma pessoa maravilhosa...do bem mesmo...hoje é um espetaculo de profissional e ser humano...e como o mundo da muitas voltas ela cuida de Lua...minha neguinha predileta...parabéns talita por essa reportagem...

    ResponderExcluir
  6. Obrigada gente por terem gostado da entrevista,pelos comentários, obrigada Talita por divulgar o meu trabalho. Realmente gostar do que se faz é muito gratificante. Dê, obrigada por tudo, sempre ! Gustavo, intrometido, quem te convidou ???? Kakakaka ! Gustavo é um doido amigo da residência. Especialista em dermatologia veterinária. Amigo do peito, excelente profissional !

    ResponderExcluir
  7. Oi, gente,
    Ficou mesmo muito legal a entrevista.
    Obrigada, Alexandra, por participar.

    Olha só... quase quase que eu te escrevo perguntando se o Gustavo era seu amigo. Só um amigo do peito pra se declarar assim sem medo do noivo (rs).

    Um beijo grande,
    Talita.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Alexandra , sua mãe tem razão de se orgulhar de vc .
    Abraços e sempre sucesso !

    Ana Maria

    ResponderExcluir
  9. Xanda,

    amei sua entrevista!!! Sua determinação e o amor pelos animais são as bases de todo seu sucesso!!

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Alexandra,vejo q vc realmente é uma pessoa com determinação, q ama os animais assim como eu.Quem nunca teve um companheiro de 4 patas nunca saberá o que é realmente o amor, o amor sem condicionalismos, um amor eterno, que nunca acaba, cresce...

    Xau e um Abraço"
    Amanda

    ResponderExcluir
  11. oi eu gostaria de pegar sua entrevista para usar como um tema em meu blog,claro que se voce me permitir por que se tem uma coisa que eu sou louca é animais .
    muito obrigada.

    ResponderExcluir
  12. ola eu quero muito ser uma veterinaria quando for mais velha hoje tenho 14 anos mais amo ideia de ser uma veterinaria profissional gostei muito da entrevista.Tenho um animal de estimação que amo.e obrigado com a entrevista fez minha paixão pela profissaõ veterinaria crescer mais.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.