Bolsa de Valores

26.11.09 Talita Cavalcante 8 Comentários

Eu não sei se já contei por aqui, mas desde que cursei um MBA de Gestão de Negócios (na UNA, em BH - que recomendo muito!) e tive um ótimo professor de Finanças, o professor Arthur, comecei a me interessar pelo assunto Bolsa de Valores. Aí foi tentar incentivar meu marido (na época meu noivo) a se interessar também. E não deu outra. Ele começou a se aprofundar mais no assunto e pegar o gosto e a vontade por investir. Eu ainda estava só nas leituras mais leves como o primeiro livro - acho! - do Gustavo Cerbasi: "Casais inteligentes enriquecem juntos".




Muita gente imagina que precisa-se ter muito dinheiro pra investir na Bolsa e não é verdade. Mas a Bolsa de Valores é mesmo um investimento de alto risco e por isso não dá pra investir sem entender ou acompanhar diariamente as cotações de suas ações, portanto, antes de ficar animado em colocar um dinheirinho - mesmo que pequeno - na Bolsa, é melhor estudar um pouquinho - principalmente se se quer investir por curto prazo. Vou dar uma dica de um livro ótimo para análise de gráficos de histórico de cotações de ações.

É claro que dá simplesmente pra contratar uma corretora para investir por você, mas mesmo assim, é necessário entender o que acontece se houver uma crise e saber entender a hora de sair. Pois é você quem manda sair. Imagina se você deixar todo seu dinheiro quando uma crise começa a apontar... tem hora que é melhor realizar um pequeno prejuízo que um gigantesco.

Algumas dicas que levei algum tempo pra entender e que quero dividir com vocês:

- Pra investir na Bolsa, tem que se interessar por tudo à nossa volta que diz respeito à economia e sites como o UOL Economia são ótimos para começarmos a aprender um pouquinho sobre acontecimentos que influenciam na Bolsa ou mesmo para ler o que especialistas estão achando do momento.

- O melhor para comprar e vender sem ajuda de corretora é criar uma conta investimento no seu Banco e gerenciá-la através do site (se ele oferecer o serviço de home broker). O Banco do Brasil oferece o serviço e fica fácil usar o sistema que tem vários recursos que nos ajudam a evitar perdas e aumentar lucros - como o stop para venda e compra.

- Saiba que há taxas de corretagem e de administração para ser pagas ao banco. Por exemplo, hoje custa 20 reais para comprar qualquer quantidade de ações e mais 20 para vender, entre outras taxas proporcionais. Se eu comprar e vender um lote de ações no mesmo dia, por exemplo, pagarei 40 reais só de taxas de corretagem. E ainda há a taxa de custódia mensal fixa de 9 reais - uma única taxa independente do número de ações que você tiver. Isso quer dizer que se você tiver 1000 reais em ações durante todo o ano - finjindo que você não teve lucros nem perdas, pagará só de custódia 108 reais, mais de 10%, ou seja, nesse perfil não é interessante investir em ações, melhor pensar em fundos, por exemplo.

- Se for aplicar valores altos, saiba que na hora da venda você pagará imposto, mas dependendo do ganho sempre vale a pena.


E uma dica que aprendi lá no início com meu professor de finanças, mesmo que você entenda muito, esteja sempre acompanhando as cotações, fazendo planos de investimentos de curto, médio e longo prazo, NUNCA COLOQUE TODOS SEUS OVOS NUMA CESTA SÓ! Ou seja, mesmo que você tenha um perfil de investimentos de alto risco, nunca coloque seu dinheiro todo na Bolsa e muito menos num único tipo de ação. Varie a ação e varie o investimento.


Na crise da economia que afetou todo o mundo no ano passado/ início desse ano, eu mesma perdi um dinheirinho razoável - que já recuperei no último mês na própria Bolsa, mas eu imagino que tenha milhares de pequenos, médios e grandes investidores que perderam quase tudo. O coração tem que estar preparado e mais ainda o sinal de STOP. E entrar nessa tem que ser pra ganhar e pra isso tem que estudar um pouquinho. Ler muito.... e saber a cotação das ações todos ou quase todos os dias. Por exemplo... hoje a Bolsa está despencando! Issso é ruim? Bem.... toda moeda tem dois lados...



8 comentários :

  1. Talita ,meu comentario não tem nada a ver com esse post ..é sobre o feijão vermelho de outro post seu ..Qual marca é :??? nunca vi esse feijão fiquei interessada .
    Beijos pra Sofia

    ResponderExcluir
  2. Oi, Talita!!!

    meu marido é maluco pela Bolsa de Valores.

    Adoreamos as dicas.

    brigadú!!!!!!

    Bjokas e bom finde

    Kátia
    tudodbomptocom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eveliseas@gmail.com27 de novembro de 2009 10:58

    Oi Talita! Meu marido é investidor da bolsa há uns 5 anos. Passa o dia operando na frente do computador através de home broker. É o dinheiro que banca nossos supérfluos, viagens, passeios. Por ser muito arriscado, não dá pra contar com essa grana pras despesas de todo o mês né?!Te confesso que até eu peguei gosto pela coisa. É uma cachaça e uma adrenalina só lidar com realizaões, suportes, resistências...Hoje em dia, estamos tentando realizar o prejuízo do ano passado decorrente da crise mundial. Ontem deu um certo desânimo com a possibilidade de DUBAI decretar moratória e a onda de medo assolar os investidores novamente. Mas vamos esperar e continuar nessa expectativa e adrenalina. Mas que é um ótimo investimento, ah, isso é!!!!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Andrea,

    Eu nunca guardo a marca que mais gosto porque só encontro dela na minha cidade, mas sempre escolho aquele que está mais bonito, mais vermelho. Em BH sempre acho de várias marcas. Pode comprar o que achar mais bonito e depois me conta se fizeram e se gostaram, tá?

    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kátia,
    É sempre bom dividir dicas sobre a Bolsa, né?
    Obrigada pelo recadinho,
    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Evelise,
    Ainda bem que nós já conseguimos recuperar o prejuízo do ano passado. Não tem melhor coisa que o home broker pra nos auxiliar, né?
    Ontem realmente a notícia do prejuizo da estatal de Dubai nos assustou também. Se acontecer uma reação em cadeia mesmo, vai surgir um novo ponto favorável pra entrar, não acha?
    Beijos, Talita.

    ResponderExcluir
  8. a bolsa foi originalmente criada para empresários se capitalizarem vendendo a menor parte de sua empresa para investidores..

    Por isso apenas se utilizava analise fundamentalista até meados de 1970,,.. Após começar a especulação e com um grande número de pessoas operando iniciou-se a análise técnica que predomina atualmente.

    aprendi mto lendo

    www.thedaytradingacademy.com.br

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.