Tá procurando o quê?

Como usar o guardanapo de tecido


Adoro quando assisto um filme e tem um personagem qualquer quebrando todas as regras (CHATAS!) da sociedade... (rs).
Num jantar, por exemplo, o cara vai e coloca o guardanapo de babador e as socialites à volta ficam boquiabertas com o comportamento. Normalmente o personagem fora da etiqueta tem o papel do mocinho da história. E isso dá toda uma graça que não se conferiria se o cara fosse todo certinho. Porque pessoas certinhas são muito chatas (hã? cuma? fui eu mesma quem disse isso?). Tá vendo como eu sofro por ser certinha?

E aqui estou com a difícil missão de falar sobre o guardanapo que, segundo qualquer dicionário por aí, é um substantivo masculino: um pequeno pedaço de pano ou de papel que usamos para limpar os lábios.

E já que decidi falar dele, vamos às chatas, mas necessárias, regrinhas de etiqueta:

Limpar o quê, mesmo???? Ah! Os lábios!

E por que será que tem gente que o usa pra limpar só os cantinhos da boca? O próprio dicionário já nos ensina como fazer. Tem que limpar os lábios, por completo, mas com delicadeza. De uma única vez. Aquele negócio de ficar encostando o guardanapo nos lábios, parte por parte, também não dá. O ritual fica comprido e irritante demais... Pega o guardanapo, seque ou limpe os lábios e devolva-o pro lugar. Pras mulheres que usam batom é até interessante retirá-lo antes de se sentar à mesa e quando se levantar ir ao banheiro repassá-lo, pois é feio demais deixar seu guardanapo à vista cheio de marcas de batom e sem falar que poderá correr o risco de sujar também sua roupa na altura do colo. E sempre limpe os lábios antes de levar o copo à boca porque também é muito feio marcas de gorduras no copo (assim como de batom).


E onde colocar o guardanapo????

Estamos aqui falando do guardanapo de tecido e esse deve ser colocado sobre o colo quando nos sentarmos à mesa. Mas é claro que se o almoço ou jantar ainda for demorar, podemos esperar até que as bebidas comecem a ser servidas para posicioná-lo. E é interessante que não o estenda por completo. Deixe-o dobrado pela metade para usar a parte interna e não correr o risco de engordurar sua roupa. E nada de preservar a limpeza do guardanapo. O que deve ficar limpo é a boca. Mas quando achar que não dá mais pra esconder a sujeira desse item, é necessário pedir ao garçom que faça a troca.


O que fazer quando precisar se levantar????

Lembre-se sempre que tem um guardanapo em seu colo! Lembrar, primeiramente, é fundamental. Como usamos pouco o danado no nosso dia a dia é típico esquecermos dele, levantarmos e derrubá-lo ao chão. Pode ser uma situação embaraçosa dependendo do evento, mas se isso acontecer e nenhum garçom já estiver vindo recolher pra você, apenas pegue-o e o coloque sobre a cadeira, pedindo que um garçom faça a troca. Tem gente que acha que não se deve pegar o guardanapo que derrubou, mas dependendo de onde caiu, poderá sentar-se novamente e recolhê-lo com menos remorso do que precisar que o garçom se atreva entre seus visinhos de cadeira para fazer isso por você, não acha? Eu penso assim... e etiqueta tem mais a ver com bom senso do que com seguir regras.
Se conseguir se lembrar do guardanapo, ao levantar, apenas posicione-o ao lado dos seus talheres de forma simples, sem dobrá-lo e sem amassá-lo demais. O ideal é estendê-lo ao meio a partir de um ponto central. Ao retornar, devolva o guardanapo ao colo. E assim que terminar a refeição, volte com ele para a mesa, ao lado dos talheres.

Obs.: Em se tratando de guardanapos de papel, apenas mantenha-o na mesa, ao lado dos seus talheres, e use-o do lado interno, evitando que a parte engordurada fique à vista de todos. Troque sempre que necessário.

3 comentários:

Caren 16 de janeiro de 2010 12:08  

Oi Talita,
adorei seu blog e comecei a seguir ha pouco. Muito legal esse teu comentario sobre etiqueta. Ontem fomos a uma formatura, com as crianças. quando chegamos ao local da festa, gelei: mesas arrumadissimas, com copos para todos os tipos de vinho, pratinhos para pao, mil talheres. Pensei: serviço a francesa e meus filhos nao comem quase nada. Alem disso, foram se ajeitando numa mesa somente de crianças... como vao se virar com tanto apetrecho. Dai foram servidas bruschetas, eles comeram bem direitinho, fizeram seu proprio pedido de refrigerante ao garçom, com naturalidade e elegancia inatas. Fiquei olhando de longe...Acho que a simplicidade e o bom senso resolvem a maioria das situaçoes da etiqueta. Ah! o serviço foi em buffet, o que facilitou a escolha dos pratos para os meninos.
Bjks

dona perfeitinha 18 de janeiro de 2010 17:12  

Oi, Caren,
Tudo é mesmo bom senso, não é?
Adorei saber que correu tudo bem no jantar. E buffet realmente é um alívio e tanto quando queremos relaxar. As crianças parecem mesmo ter se comportado muito bem.

Beijos e obrigada pelo ótimo comentário,
Talita.

Rafaela Fabro 15 de setembro de 2010 20:55  

Olá! Adorei esse post. Cheguei aqui por acaso, pois procurava imagem de guardanapo de tecido,mas foi muito bom ler a explicação. Na verdade, tem gente que acha que todo mundo sabe desse tipo de coisa q parece simples, como usar um guardanapo de pano, mas não são todos! Pra não dizer que nunca usei, tinha no meu casamento, e coloquei no colo para nao sujar o vestido, mas a dica de deixa-lo dobrado é novíssima pra mim...nunca tinha pensado nisso! Adorei!!

Rafa Fabro.

Obrigada por comentar!

Instagram
Twitter

Receba os posts

  © Obt. para dona perfeitinha.com - Todos os direitos do blog reservados - Copyright © 2013 - Veja nossa política de privacidade.

Para cima!