...................

5.3.10 Talita Cavalcante 12 Comentários

Oi, gente! Não tô muito pra escrever hoje [mas já que comecei, talvez isso aqui vire um amontoado grande de palavras]. Fiquei com certa falta de ar ontem - acho que porque não estava acostumada com o ar de cidade grande (rs). Mas então... nada que um dia de preguiça não resolva [Deus! Já te agradeci hoje por me permitir isso? Obrigada mesmo!]. Aí tem essa fotinha que diz tudo que fiz... mas não tô mostrando o título do livro porque ainda não concluí [mas adianto que tá uma delícia de ler], e, portanto, deixo pra falar dele no outro ´findi´.

Tenho milhares de fotos esperando pra serem trabalhadas e virarem postagem, mas não tô dando conta do recado. Aqui no meu cantinho de trabalho até já pendurei o quadro pra deixar lembretes, mas por enquanto estou ignorando o conteúdo. Perdoem-me por fazer mistério, mas tem muita coisa boa pra mostrar pra vocês.

Sabe quando a gente passa pelo trabalho pesado numa boa e quando chega a parte fácil bate o desânimo e demoramos muito mais que deveríamos pra concluir o serviço? Na arrumação da casa nova estou passando por isso. Acho que entrei em crise e não sei onde colocar nem um dos porta retratos que estão prontos, com fotos novas, enfim... mas não sei onde pôr nada. Já devo ter saído pela casa tentando deixar um aqui, outro alí, mas acabo recolhendo todos. Não sei o que tá acontecendo comigo!

Hoje vou pra cozinha fazer quibe e claro que vou mostrar pra vocês a facilidade e a delícia que é essa receita. O mais difícil é enrolar, mas nada como fazer isso assistindo à nossa novela favorita [bem à moda vovó mesmo].

Eu sou uma mamãe toda preocupada em acertar, acho que sabem, não é? Quero dar o afeto e a companhia que talvez me sinto em falta até hoje na fase adulta. Tenho o melhor marido do mundo e acho que acertamos mais que erramos. Hoje levei nossa pequena pra ver se quer entrar pra aula de natação. Ela gostou das amiguinhas e acho que vai querer voltar... E lá tinha a mãe de uma delas de papo comigo. E num certo momento, a clássica frase que ouço corriqueiramente: "Você é muito novinha". E aí eu digo "sim, eu sou!"  [ter 27 anos é ser muito novinha, não é não, gente?]. Mas aí a conversa evolui pra "a maioria acha que aparento menos que minha idade, tenho 27" e ela: "não acredito! Achei que tinha 18!". Eu ouço isso sempre e vem à minha mente uma cena que assisti quando criança de um programa do Silvio Santos. Ele chamou uma menina da platéia pra participar da brincadeira e ela estava grávida [um belo de um barrigão]. Ele ficou impressionado porque ela era muito nova, não podia estar grávida. E quando ela disse ter 23 anos ele não acreditou. E, na verdade, nem eu que estava alí assistindo! Isso me marcou tanto que até hoje tenho o jeitinho da menina e o rosto dela bem claros em minha mente. Hoje sou eu quem passa por isso... 

Por enquanto é só...
Vou acordar minha princesa.


12 comentários :

  1. Talita
    Que bom que estou podendo passar aqui mais devagar e ver que está feliz!
    Mas ainda não conclui qual cidade.
    De um abraço na pequenina.
    E que bom que será empre a mocinha. Artista é assim mesmo nunca fica velha nem cansada!
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  2. Será que depois de tantas idéias mara vc está tendo um blackout??!! Que nem consegue achar um lugar bacana para um porta-retrato??!! Hahahaha, tenho que dar risada, a nossa mente realmente é muito loca às vezes.

    A melhor coisa realmente é isso que vc está fazendo, dando um tempo pra tudo.

    Boa sorte aí.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Nossa mais foi mãe muiiito novinha mesmo....e pelo visto e uma ótima mãe...parabens...muita adolescente não seguraria esta barra,ja que era quase uma criança.
    Beijinhos cheios de luz.
    Deusa

    ResponderExcluir
  4. Ei Talita! Passo por aqui sempre, mas pouco comento. Confesso que fico com vontade, mas um menino chora, o marido chama e acabo só lendo mesmo. Adoro seu blog e me inspirei horrores com sua cabeceira e quadros novos. Acho que vc é bem animada. Eu comprei um grampeador igual ao seu no ano passado, pra arrumar o fundo das cadeira que cachorro e filhos destruiram... sabe onde ele está? No lugar que eu deixei qdo comprei... eu sou procrastinar tudo... e fico pensando que vc não é assim, está te faltando uma motivação, sei lá... talvez amanhã vc acorde e ache o lugar certinho pra cada porta-retratos. Não se desespere, lembra de mim e fique feliz em saber que faz muuuuuuuuito mais que um monte de gente, incluindo eu. A propósito, acho que perdi algum post, vc mudou de BH? Sei que mudou de casinha... mas perdi o lugar...
    Beijos mil
    Fabiana

    ResponderExcluir
  5. Teem dias que realmente não sabemos onde por as coisas, e ainda pior...começamos a achar que o que já estava colocado também não está bom...aí é melhor correr e fechar a porta para não desarrumar a casa toda.

    Uma solução para os porta retratos talvez seja concentrá-los em um único lugar ,com os livros de sua preferência, coisinhas que ganhou, enfim, um ponto onde moram as recordações. Fica bem interessante.

    Vou esperar a receita do quibe.

    Durma com Deus e em paz.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Oi tatá... não se preocupe, mudança faz isso com a gente... relaxa q tudo se resolve e a cabeça volta ao normal... dá uma descansada mesmo pois o corpo da gente não aguenta tanta coisa ao mesmo tempo, lembra do que te disse no email? o melhor é dar um tempinho pra recarregar as energias... bjs

    ResponderExcluir
  7. Ah, e ouço isso de parecer mais nova sempre... é tão bom né? hahaha

    ResponderExcluir
  8. Talita , o piornão é achar vc nova é achar velha .Eu porex aparente oter mais idade dos que os meus 43 ,rs
    mas fazer o que né ??
    beijão

    ResponderExcluir
  9. Quando encontrar um lugarzinho para o porta retrato...mostre-nos...Tbém fico aguardando a receitinha do quibe!!!
    Adooooooooooooro!!!!
    Bjkas da Jô

    ResponderExcluir
  10. Ai Talita, eu escuto isto tanto! Tive o Victor com 18, hoje ele tem quase 15 e eu 33...
    Quanto à crise, já tive várias! Quantas vezes comecei, parei, mudei tudo, voltei... incontáveis! Mas no fim tudo se ajeita.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Com tanta idéia boa que vc tem, é só esperar um pouco que a luz acende na cabeça. Artista é sempre artista. Quanto a parecer novinha é bom, né? Comigo acontece até hj, eu até evito dizer a idade.
    E viva amanhã !!!!!!! Parabéns para "nóis"! bjsss

    ResponderExcluir
  12. Talita, Feliz Dia Internacional da Mulher!!! Bjinhos

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.