Mitos e verdades da gravidez

12.5.10 Talita Cavalcante 7 Comentários

Tem tanta coisa que se ouve quando se está grávida, não é? Tem crendices sobre o formato da barriga, sobre o motivo de se ter azia, sobre características prováveis do bebê por causa disso ou daquilo. Por vezes ficamos chocadas da pessoa acreditar em certas coisas, outras vezes ficamos na dúvida... será que tem fundamento? Sobre algumas coisas que eu ouvi e procurei saber se é ou se não é verdade, juntei pra fazer essa postagem:

Mitos:
1 - "Se tiver azia, é porque sua filha vai nascer cabeluda":  Claro que isso é mito, né gente? Tem gente que até atribui os enjoos à cabeleira do bebê também, mas se fosse assim mesmo, minha filha tinha que ter nascido careca (e ela nasceu muito cabeluda!). Azia e enjoos são comuns na gravidez, já que as grávidas tem muita retençaõ de líquido o que faz com que a musculatura do esôfago passe a funcionar de forma inadequada. Além disso, o crescimento do útero vai pressionando o estômago e tudo isso associado pode causar enjoos e azia. Outro motimo é o consumo de alimentos ácidos e picantes, por exemplo.

2 - "Sua barriga é redonda, então é menina": Também é mito. Tem gente que diz que barriga pontuda quer dizer que seu filho será menino e barriga redonda que será menina. Mas isso nada tem a ver com o sexo do bebê, já que cada mulher tem uma formação física diferente e só terá formatos diferentes de barriga em gestações diferentes se o bebê estiver em posição diferente do que se mantinha o seu filho anterior, do contrário, seja um menina e outro menino, o formato da barriga nas duas gestações será o mesmo.
3 - "Se a grávida quiser comer algo e não comer, o filho vai nascer com uma mancha com a forma do alimento ou com a cara dele": Esse é o mito da gravidez que mais me diverte. Nem sei se pode ser classificado como mito, já que está mais pra piada. Não há quem acredite de verdade nisso, mas que com certeza gera muitas brincadeiras, isso é verdade. Quem é que nunca brincou com a fantasia de o bebê nascer com cara de jabuticaba, de pinha, de framboesa? (Já repararam que normalmente o desejo da grávida é quase sempre de uma fruta que não dá na época? Será que isso tem fundamento? Rs.).

Verdades:

1 - "A grávida não deve passar sabonete nem hidratante nos mamilos": Verdade! Tem muita gente que acha que isso é mito, mas é fundamental que as grávidas preparem os bicos dos mamilos para a amamentação. A pele dos mamilos não podem ficar macias, precisam ganhar resistência e aspereza para que a mamãe não sofra para amamentar. Além disso, é bom que se tome um pouco de sol todos os dias  (antes das 10h da manhã) sobre eles e no banho use apenas água (nunca sabonete) e bucha áspera no local. A bucha ajuda a pele dos mamilos a fganharem aspereza necessária para aguentar a amamentação. Eu tomei todos esses cuidados, além de preparar meu psicológico para a amamentação e devo dizer que tive uma das experiências mais tranquilas que conheço, na verdade, a mais tranquila. Até hoje não conheci alguém que como eu não tenha sentido nenhuma dor para amamentar. Acho mesmo que tive sorte, mas me preparei bastante também. Uma dica para mamães que já amamentam e sofrem com rachadura nos mamilos: lave-os com o próprio leite, pois ele ajuda na cicatrização.

2 - "A pele da grávida mancha pela exposição ao sol": Verdade! O hormônio melanina, responsável pela pigmentação da pele, se acentua durante a gravidez e a pele fica ainda mais sensível ao sol, o que associados, provocam manchas com mais facilidade que em uma pessoa que não está grávida. Dessa forma, a grávida deve evitar o sol entre 10h e 16h e usar fator de proteção maior do que já usa, podendo também adotar o chapéu como iten a mais no dia a dia. Peles claras sofrem mais com esse problema.

3 - "Os batimentos cardíacos do bebê ficam muito acelerados se a grávida fuma, mesmo que apenas um único cigarro por dia": Verdade! Mulheres fumantes que querem engravidar deveriam parar de fumar, já que o cigarro provoca o estreitamento dos vasos sanguíneos e dificulta a troca de nutrientes entre a mãe e o bebê. Quando a grávida fuma um cigarro, o bebê sofre imediatamente com a restrição de oxigênio. Seu coraçãozinho dispara e pode-se até parar. O fumo na gravidez é apontado como grande responsável por abortos e partos prematuros. Crianças de mãe fumante normalmente nascem com baixo peso e baixa estatura, podendo apresentar problemas respiratórios.

7 comentários :

  1. Talita
    UMa vexz nós demos umas dicas semelhantes para as mães de nossos alunos. Elas adoraram porque muitas achavam que o que era mito era pura verdade.
    Boa idéia!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  2. Olá, Talita!

    Vim te conhcecer...encontrei seu blog em amigas em comum...e adorei! Show seu blog!
    Parabéns! Já to te seguindo e vou linkar teu blog lá em casa...quando puder passa lá em casa pra uma visitinha,tá?
    Beijocas
    Helena Garcia
    http://diaadiacorridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Mesmo cheia de mitos e verdade tem melho momento para uma mulher?
    A gravidez é mágica!

    ResponderExcluir
  4. Ai Talita, se a gente levar em conta tudo o que escuta sobre gravidez... E sobre parto então?
    E é tudo tão simples...
    Mas essa história de desejo tem um lado bom: ninguém reclama de cozinhar pra você, nem de sair pra buscar algo fora de hora. É desejo e pronto. Depois do parto volta a ser só vontade...
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei os comentários

    Obrigada,
    Talita.

    ResponderExcluir
  6. A gravidez por si só, é uma dádiva de Deus e quem resiste em não atender um pedido de uma gestante?Seu blog está de PARABÉNS por tirar várias dúvidas das cabecinhas das futuras mamães.
    boa sorte cada vez mais e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jane,
    E é uma dádiva divina mesmo. Quem mais nos presentearia com essa mágica da vida? Obrigada pelo lindo recadinho e volte sempre, tá? É bom saber que gosta do que encontra por aqui.

    Beijos,
    Talita.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.