Todas as Seções do blog bem aqui:

Tá procurando o quê?

Suflê... de chuchu, de cenoura, de berinjela, de abobrinha, de moranga etc

Suflê é uma opção excelente para complementar o almoço e aqui em casa variamos seu ingrediente principal seguindo uma mesma receita. As imagens que seguem são de suflê de chuchu, mas como já disse também no título, este pode ser substituído por qualquer outro legume (acredito que sim!) - já fiz com todos os citados.

Para a receita que dá para 3 pessoas, uso 2 chuchus médios - para substituir por outro legume, tente usar uma mesma quantidade de volume de massa. Vale pesar ou vai 'no olho' mesmo que dá certo. Por exemplo, 3 cenouras grandes, 1/4 de abóbora 'moranga', 2 berinjelas grandes, 2 abobrinhas 'd'água' grandes etc.


Descasque e cozinhe os legumes com um pouco de sal:

Escorra:

Leve o chuchu cozido ao liquidificador com 1 ovo, 1 colher cheia de margarina...

2 fatias grossas de queijo ou duas colheres de queijo mussarela ralado:

Acrescente ainda 2 colheres de farinha de trigo bem cheias - é a farinha que define a consistência do recheio do suflê, portanto se a pessoa gostar dele um pouco mais firme, coloque um pouco mais de farinha:

Acrescente ainda no liquidificador, 1/2 cebola pequena:

E quase 1/2 tablete de caldo de legumes (se colocar sal a mais no cozimento dos legumes, acrescente um pouco menos...):
 
Deixe bater até ficar homogêneo...

E vire num refratário pequeno untado com margarina...

Coloque queijo ralado por cima (na foto o queijo foi ralado mais grosso, mas com o queijo ralado mais fino também é interessante - gosto mais quando ralado fino, já que a camada de cima dá uma casquinha mais homogênea):

Leve ao forno médio/alto por cerca de 15 a 20 minutos (ou até que fique douradinho por cima):

E é só servir...

Esse suflê é fácil e um dos mais saborosos que já experimentei. Estamos fazendo sempre e só variando o legume. Aprendi com minha funcionária (que trabalhava para uma amiga que se mudou e quem já me falava muito bem desse suflê, com toda razão! Só que aqui em casa fui testando com outros legumes e até agora todos os citados no título deram muito certo).

Gostaram? Vão fazer também?


13 comentários:

Helena Garcia 3 de agosto de 2010 15:07  

HUm, amiga....deu água na boca, sabia???
Que delícia! VOu tentar fazer, adoro suflês, ainda mais nesse friozinho que etá hoje!!!
Beijocas
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Mari Serezani 3 de agosto de 2010 15:17  

Nossa, que delícia!
Vou fazer hj mesmo!
Passo pra contar dps como ficou!!!!
Bjão Talita

Anônimo,  3 de agosto de 2010 15:19  

Oi Talita td bem?
Eu geralmente faço isso, sabe o que fica bom tbm, separar uns pedacinhos de legumes e cortar pequeno e colocar no meio.Geralmente tbm deixo a clara de fora e bato em neve e depois misturo o creme com os legumes e a clara em neve.Fica mto bom.

Adorei sua receita e vou fazer.

Abçs
Clau

Liège 3 de agosto de 2010 18:47  

Parece muito apetitoso! Farei o teste um dia desses.

paty e seu mundinho sonhador 3 de agosto de 2010 18:58  

Hum que fominha que deu agora?
Parece muito bom , e concerteza irei fazer, depois venho aqui falar como saiu o meu .
Beijinhos e fique com Deus.

Anônimo,  3 de agosto de 2010 19:49  

Sancionada lei que torna ‘teste do ouvidinho’ obrigatório e gratuito
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou na segunda-feira (2) o Projeto de Lei 3842/97, do ex-deputado Inácio Arruda (PCdoB-CE), hoje senador, que torna obrigatória e gratuita a realização do exame denominado Emissões Otoacústicas Evocadas (teste do ouvidinho) em todos os hospitais e maternidades do País, nas crianças nascidas em suas dependências.

O exame detecta precocemente alguns problemas auditivos e deve ser realizado 24 horas após o nascimento. Rápido e indolor, o teste é feito por meio de um estímulo acústico na orelha do bebê. Se houver resposta ao estímulo, a audição do bebê em 90% dos casos é normal. A falta de resposta significa que o bebê precisa fazer o teste Bera (Audiometria de Tronco Cerebral), para confirmação ou não da deficiência auditiva.

Segundo o autor do projeto, o diagnóstico correto e precoce representa uma garantia de que o tratamento será eficaz. O senador afirma que, no Brasil, as alterações auditivas congênitas levam, em média, de três a quatro anos para ser diagnosticadas, comprometendo a eficácia das ações corretivas.

A lei foi publicada nesta terça-feira no "Diário Oficial". Veja a íntegra.

dona perfeitinha 4 de agosto de 2010 12:55  

Oi, Helena,
E é bom mesmo no inverno... e acaba sendo uma opção leve e quentinha pro almoço.

Oi, Mari,
Me conta se deu certo?


Oi, Clau,
Com couve flor é super legal deixar os pedacinhos. Esqueci de citar que suflê de couve flor é uma delícia também. E com clara e neve tenho outra boa receita, mas essa é especial, fica mais gostosa que a outra.

Oi, Liège,
Me conta se gostou!

Paty!
Quero saber, tá?

Anônimo,  4 de agosto de 2010 15:56  

Na minha região o Suflê é conhecido por ser uma receita que leva clara de ovo batido em neve, pq aí fica com concistência "nevada". Super fofinho e bem aerado.

Acho que sua receita está mais para um bolo de legumes, já que tem bastante farinha e não leva claras em neve.

dona perfeitinha 4 de agosto de 2010 22:05  

Olá...
Realmente suflê tem claras batidas, e tenho uma ótima receita com elas. Mas essa receita é bem parecida só que mais prática e devo dizer mais saborosa também. É tão leve e aerada quanto, experimente! Mas se prefere com as claras em neve, bata-as e acrescente ao final.

Talita.

Evelise 9 de agosto de 2010 12:27  

Oi Talita!
Sempre quis fazer suflê mas achava um saco esse lance das claras em neve e tooodo o cuidado que lia na hora de tirar do forno, pois caso contrário ele murcha.
Li essa receita já salivando, pois adoro chuchu e ela é bem ao meu estilo: soca tudo no liquidificador e pronto!
Fiz lá em casa e só diferenciei a medida da cebola. Coloquei uma inteira.
Menina, deu super certo e o melhor, meu marido adorou!!! Da próxima vez, como vc disse que a farinha é que determina a consistência do interior, colocarei mais meia colher, para que o meu fique um tiquinho mais durinho. Talvez por causa da cebola a mais, ele tenha ficado um pouco mais mole. Mas ficou com um sabor delicioso!
Parabéns e obrigada por mais essa dica!
Agora não fico mais sem chuchu na geladeira...rsrs

dona perfeitinha 9 de agosto de 2010 13:37  

Oi, Evelise,
Também não fico mais sem chuchu, rs. Mas com outros legumes a receita também fica ótima. Adorei saber que vocês gostaram. Eu também faço suflê de verdade com clara em neve, mas essa receita é muito mais gostosa, rs. E o melhor: prática!
Aos poucos vamos acertando a quantidade de farinha para a consistência da nossa preferência. Obrigada pelo recadinho,

Beijos,
Talita.

Anônimo,  20 de junho de 2012 16:41  

Menina fiz esse sufle pra sogra ela amouuuu é muito bom.

IsiisRodriigues 26 de junho de 2012 01:08  

Olá, achei simplesmente fabuloso o Suflê. Muito bom mesmo, eu fiz e todos adoraram! Uma dica, é se ficar um pouco grossinho é so acrescentar um pouco de leite ou creme de leite. No caso do creme de leite fica ainda com um gostinho mais especial! Sucesso, Isis *-*

Minha política é a alegria e seu comentário é sempre bem vindo. Trocar informações, experiências e sorrisos é nosso grande objetivo.

Respondo os comentários na própria postagem, mas poderá também receber por e-mail, caso comente com seu cadastro (conta de e-mail do google ou OpenID). Porém, pode ser que leve alguns dias, já que o volume de e-mails e comentários do blog é grande. Agradeço o carinho.

OBS.: O e-mail que uso para responder seus comentários não recebe respostas, portanto, se quiser me escrever novamente use os comentários ou replique a resposta para o e-mail donaperfeitinha@donaperfeitinha.com

Instagram
Twitter

Receba os posts

  © Obt. para dona perfeitinha.com - Todos os direitos do blog reservados - Copyright © 2013 - Veja nossa política de privacidade.

Para cima!