"De vento em popa" ou "De vento em poupa"?

Essa expressão é comumente dita de forma errada.

De vento em popa é o correto. Nada de dizer "em poupa" porque não faz sentido algum.

Mas... qual a origem da expressão e o que ela significa?



A expressão vem da linguagem náutica, já que popa é a parte de trás de um barco ou navio. Quando o vento sopra na parte posterior do barco (popa), o ajuda a deslizar com mais velocidade para frente, o que não aconteceria se o vento soprasse contra a frente do barco (na proa). Por isso, a expressão "de vento em popa" quer dizer que tudo está correndo bem. E assim a usamos em vários contextos.

Por exemplo... a seção de 'Palavrinhas' do dona perfeitinha vai de vento em popa. Você gosta dela?

Observações: Essa expressão, muitas vezes, também é dita ou escrita equivocadamente assim: "De vento em polpa", o que faz ainda menos sentido se formos comparar com a outra expressão errada "De vento em poupa". Poupa quer dizer topete de ave (e vento no topete até que faz algum sentido, mas mesmo assim a expressão está errada). Polpa, por sua vez, é aquela parte carnosa dos frutos, legumes e raízes (e vento em polpa não faz sentido nenhum, sendo, na minha opinião, um erro ainda mais esdrúxulo. Como o vento chegará à polpa?). Portanto, o correto é "De vento em popa"!


Não estamos recebendo comentários. Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com

Arquivo

  © Obt. para dona perfeitinha.com - Todos os direitos do blog reservados - Copyright © 2013 - Veja nossa política de privacidade.

Para cima!