Tá procurando o quê?

Papel higiênico: no vaso sanitário ou no lixo? O que é melhor para o meio ambiente?

Outro dia, no espaço familiar do shopping, levei minha filha ao banheiro. Minha sogra estava comigo. Enquanto ajudava minha pequena a lavar as mãos, entrou uma das funcionárias do local e inspecionou as cabines. Uma delas, do lado contrário da que minha filha tinha usado, parece que estava com problemas, já que a mulher começou a falar coisas do tipo: "Que absurdo essas pessoas que jogam papel higiênico na privada"... e assim por diante. Ela definitivamente queria nos constranger, parecendo que achava que uma de nós era a responsável pelo entupimento. Aquilo foi me dando uma raiva! Mas não discuto com pessoas assim. Deixo-as em sua ignorância febril, pois não merecem qualquer conversa. Concordei com tudo o que ela disse e fiz questão de sair rapidinho dali, já que minha filha não precisava ficar ouvindo todas aquelas baboseiras intencionais. A moça estava duplamente errada. Primeiro porque estava constrangendo clientes, segundo porque lugar de papel higiênico é no vaso sanitário sim!


O fato que leva alguns lugares a apresentarem avisos pedindo pra jogar o papel no lixo é porque não fazem manutenção de seus vasos sanitários ou não querem fazer um investimento adequado para capacitá-los a funcionar corretamente. Eles não estão preocupados com o meio ambiente. Só pra constar sobre o caso acima, não havia nenhum aviso sobre não jogar papel no vaso. A mulher, ao invés de reclamar da manutenção do shopping ou da escolha errada daqueles vasos sanitários, preferiu reclamar dos clientes.

Sou a favor de se ter uma plaquinha como a de cima em todos os banheiros públicos, já que o impacto ambiental do papel higiênico é menor quando é jogado no vaso, pois será decomposto pelos micro-organismos nas estações de tratamento de esgoto.

Segundo Marcelo Morgado, assessor de meio ambiente da presidência da Sabesp, "se jogado no lixo, o papel higiênico será destinado aos aterros sanitários, contribuindo para a produção de gás metano e a contaminação do solo". [Retirei essa explicação da revista Minha Casa, de janeiro de 2011].

Quanto à papel higiênico entupir vasos sanitários, é bem possível. Como falei antes, fica claro que quem coloca aviso para não jogar papel no vaso está mais preocupado com seu bolso que com o meio ambiente. Para evitar que o vaso sanitário tenha entupimentos, é necessário escolher bem sua descarga, com força suficiente para levar o papel.

{Essa postagem com certeza gerará discussões sobre o assunto em pauta, já que vivemos num país onde, sabemos, nem tudo funciona como deveria. Mas isso, na minha opinião, não é motivo para justificarmos os erros do poder público. Com toda certeza jogar o papel no lixo para ser levado a aterros sanitários fica mais barato para o governo, mas e o meio ambiente? A postagem está focada nessa questão e dentro desse pensamento, o que gostaríamos é que ampliassem as estações de tratamento de esgoto (mesmo que isso tenha um custo maior) em todas as regiões do país para atender à real demanda que existe, ajudando a preservar o meio ambiente. Algumas questões já foram levantadas nos comentários como dúvidas sobre encanamentos etc. Acredito sim que muitas coisas podem influenciar no entupimento de um vaso sanitário, mas com toda certeza a estrutura de esgotos pública está preparada para receber, além de outras matérias orgânicas, também o papel higiênico. A manutenção dessa estrutura é responsabilidade do poper público, mas a estrutura de nossas casas, prédios, comércios já é responsabilidade do dono. A intenção da postagem, porém, foi apenas dizer que comprovadamente o papel higiênico jogado no vaso sanitário causa menos degradação ao meio ambiente. As questões que envolvem conseguirmos evoluir nesse sentido é assunto interessante, mas que nos caberá mais pesquisas. Quanto aos tipos de papel higiênico, devo lembrar que todos são feitos de celulose, portanto são todos biodegradáveis.}

38 comentários:

Nani 28 de janeiro de 2011 09:32  

Oi Talita!
Fiquei curiosa: em casa também é sempre recomendado jogar no vaso? Não depende do encanamento, essas coisas? Não sei a respeito, mas fiquei me perguntando se não depende da infra-estrutura sanitária do bairro ou da cidade.
E em apartamentos? Será que funciona? E aqueles que precisamos dar descarga mais de uma vez para irem pela descarga?

Nossa, esse assunto me encheu de dúvidas, porque o que eu (achava que) sabia era que, no Brasil, em geral o sistema de esgoto não suporta papel higiênico.

Bom, se souber de alguma coisa me esclareça!

Beijos!

Ana de Geo 28 de janeiro de 2011 09:40  

É isso aí!
Precisamos é de mais esclarecimentos, não mais críticas!
Muito bom o post! Parabéns!

Bibi _papodenoivas.com.br 28 de janeiro de 2011 10:11  

Oi Talita,

Um post com assunto delicadado, acho que como sou da área, tenho formação em saneamento ambinetal, posso opinar sobre o assunto. Nem sempre a estrutura sanitária tem suporte p/ receber papeis comuns, os papeis que sim pode ser jogados no vaso sanitário sem nenhum problema são os desagradáveis, esses sim irão se degradar com os microorganismos das Estação de Tratamento de Esgoto ...o comum não degrada tão fácil, podendo causar problemas não só nas instalações da sua casa/comércio como na rede coletora de esgoto, causando incrustações.
Por isso é bom usar produtos desagradáveis, o planeta agradece!
Agora sobre a postura da funcionaria é uma absurdo, pois vcs não estavam lá p/ ouvir reclamação ainda mas a sua filhinha!

Tomara que tenha ajudado.

smpgrandi 28 de janeiro de 2011 12:11  

Bom dia. Gostei muito do seu post e é muito instrutivo.

Lendo os comentários fiquei com dúvida, sempre compro papel higiênico com duas folhas ou mais e sempre os jogo no vaso sanitário, nunca deu qualquer problema, mas o que são os papéis desagradáveis? Seria degradável, é isso?

Quando fui aos Estados Unidos pela primeira vez percebi que os americanos jogavam o papel no vaso. Ao voltar ao Brasil pensei: se eles fazem e não têm problemas com isso, farei aqui também e, desde então, tenho jogado o papel no vaso. O que me irrita tremendamente é que, quando vamos a algum estabelecimento que tenta implantar este pensamento, as pessoas jogam o papel num cantinho do banheiro no chão. Acho isso o cúmulo da falta de bom senso. Além disso, quando usamos banheiros em aviões em vôos internacionais, os brasileiros jogam o papel usado na gavetinha de absorventes oferecidos pela companhia.... isso me deixa tão irritada que é melhor nem continuar a falar.

De qualquer forma, o meio ambiente agradece a iniciativa de publicar este post com um assunto tão importante, além de interessante.

Super abraço

Karin 28 de janeiro de 2011 13:09  

Olha só, que post interessante! Jamais pensei sobre isso, aliás nem sabia que era possível ser "politicamente correto" jogar papel no vaso sanitário. E lendo os comentários vi que existem opiniões distintas sobre o assunto, então, mais um na minha listinha de assuntos a serem pesquisados.

Júlia Lima =D 28 de janeiro de 2011 13:47  

Pois bem... eu nao sabia que jogar papel higienico no vaso é uma açao muito melhor a jogar no lixo, mas eu achei super errado da parte da mulher que ficava falando intecionalmente sobre o fato de jogar papel no vaso... eu tbm acho que se isso for realmente o certo, deveria ter uma plaquinha e msm q o lugar nao concorde com isso, tbm deveria ter uma plaquinha "jogar papel no lixo!" Mass infelismente esse nosso pais nem sempre concorda conosco nao é msm ?
Bem fez vc e sua filha que nao retrucaram oq a mulher estava falando e sairam logo do local.. parbens !!

beijos me segue tbm !
julialimablog.blogspot.com

Alessandra Sousa 28 de janeiro de 2011 14:29  

Eu penso que essa é um assunto bastante inusitado, as coisas tem que ser vista em prol de uma melhor convivencia com o meio ambiente e se joga o papel no vaso é melhor, pois então que seja... Change Feelings

Maria Adriana 28 de janeiro de 2011 14:38  

Amiga,
Somente papeis biogradaveis devem ser jogados no vaso sanitario.
Os papeis comuns devem ser jogados no lixo, pois eles podem causar um grande trasntorno caso acumulem na rede pública.
Aqui na nossa empresa o papel é biodegradavel, e sim é permitido jogar no vaso, caso contrario não.
Beijos no coração.
Madri

Batom 28 de janeiro de 2011 15:28  

Sabe que um tempo atrás estava eu e uma amiga discutindo isso, mas aqui no Brasil ninguém tem costume de jogar no vaso, os papéis muitas vezes demoram para se dissolverem o que acaba causando entopimento, porém há papéis próprios para isso, que se desintegram facilmente quando em contato com a àgua, e seria uma opção mais sustentável para nosso planeta =) Beijos, adorei seu blog!

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 15:43  

Oi, Ivânia,
Obrigada.

Oi, Nani,
O sistema de esgoto suporta o papel higiênico, o que acontece é que não é em todas as cidades que há um correto e total tratamento da matéria orgânica presente na água e aí o papel higiênico é o de menos nisso tudo. O mercado é esperto e usam o nome 'biodegradável' para alguns papéis higiênicos na tentativa de vender mais. É apenas mais um apelo comercial. Mas há muito para procurarmos nos informar sobre tudo isso, não é?

Oi, Ana,
A crítica da moça só foi feia demais porque quis constranger a mim, minha sogra e minha filha, sendo que não tínhamos nada a ver com o problema que ela teria que resolver. Se fosse uma conversa, poderíamos ter resultado em algo de construtivo, né? Obrigada pelo recadinho.

Oi, Bibi,
Acho que sem querer digitou a palavra errada, né? O que você na verdade quis dizer foi papéis degradáveis, correto? Porém, preciso aqui lembrá-la que todo papel higiênico é feito de celulose e nesse sentido são todos biodegradáveis. O que acontece realmente é que uns levam mais produtos químicos para ficarem branquinhos e isso pode sim dificultar um pouquinho sua degradação, mas o tratamento das estações de esgoto teoricamente deveriam ser eficientes pra qualquer tipo de papel higiênico, afinal este é um dos menores problemas em termos de matéria orgânica na água.
Fiz uma ressalva ao final da postagem, onde acrescentei informações importantes sobre as questões que levantou, mas acho que ainda temos muito que pesquisar e aprender. Mas uma coisa é certa: papel higiênico causa menos danos ao meio ambiente se jogado no vaso sanitário.

Olá, smpgrandi,
Você nos deixou um comentário super construtivo, obrigada. Quem nos dera um sistema de tratamento de esgotos tão organizado e eficiente como dos EUA, né? Mas acredito que basta a população começar a se conscientizar para que o poder público tenha que fazer mais investimentos para atender a demanda de tratamento de esgoto. Os papéis tem diferença sim, pelo que sei, mas uns só levam um tempinho mínimo a mais para degradarem com os produtos jogados na água nas estações de esgoto, com relação aos outros. Na prática, não faz diferença. Quanto às atitudes das pessoas para não jogar papel no vaso, é mesmo terrível, mas o nosso consolo é que sabemos que talvez elas tenham medo de jogar, por ignorância mesmo, mas dá uma raiva, né? Se não tem lixeira, qual a lógica, rs?

Oi, Karin,
Comprovadamente o papel higiênico jogado no vaso sanitário é melhor para o meio ambiente, mas todas as questões que isso envolve nos faz com certeza ir em busca de mais informações e com isso, quem sabe, um dia teremos um país mais consciente, né?

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 15:43  

Oi, Júlia,
Acho que o Brasil não tem uma cultura de conscientização da população nem para as grandes 'causas' que dirá para as pequenas e o próprio povo 'não tá nem aí' pra muita coisa, mas realmente é com plaquinhas assim que a população começará a se acostumar e a demandar melhoras do sistema sanitário ao poder público.


Oi, Alessandra,
Realmente é melhor para o meio ambiente, basta-nos apenas cobrarmos a eficiência de tratamento adequado do esgoto ao poder público. O fato é que essas coisas no Brasil costumam acontecer apenas quando há um problema iminente e nesse caso, só aumentando a demanda por tratamento adequado.

Oi, Maria,
Essa é uma questão nova, sabia? Há poucos anos você via nas prateleiras dos supermercados algum papel com o apelo biodegradável? Não. Isso porque isso é uma jogada de marketing para aumentar as vendas de alguns num momento em que todo o mundo começa a se preocupar mais com o meio ambiente. O fato é que qualquer papel higiênico é biodegradável, já que são todos feitos de celulose. Existem sim diferenças entre eles. Os mais branquinhos sofreram ação de mais produtos químicos e com isso podem sim dificultar (mas nada que um bom tratamento de esgoto não seja capaz de resolver) sua degradação. Na prática não faz muita diferença. Mas ainda temos que nos informar bastante sobre tudo isso, né?


Beijos e obrigada a todas pela troca maravilhosa de ideias nessa postagem,

Talita.

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 15:51  

Oi, Carolina (blog Batom),
Realmente existem papéis higiênicos com esse apelo, mas pelo que eu me informei, eles são apenas um apelo comercial. São mais fáceis de degradarem sim, mas na prática a diferença é pouca. E sua degradação só será possível totalmente nas estações de esgoto ao ser tratados com os produtos que usam lá para eliminar a matéria orgânica da água, assim como os outros papéis higiênicos comuns. O que causa entupimento na maioria das vezes é falta de força na descarga, vaso sanitário com formato inapropriado, entre outras coisas que fazem o papel agarrar antes de chegar na tubulação de esgoto. E deve mesmo ser impressionante para nós a conscientização da população de países de primeiro mundo, né? Obrigada pela colaboração. Esse assunto realmente é super importante e sobre o qual devemos pesquisar mais e procurar aprender mais ainda. Também tenho muitas dúvidas.

Beijos,
Talita.

Angel 28 de janeiro de 2011 16:04  

Oi Talita!
Moro no Japão há quase 5 anos e aqui joga-se o papel higiênico na privada mesmo.
Mas quando chegamos aqui no Japão vindos do Brasil, logo perguntaram se tínhamos trazido papel higiênico de lá e disseram ainda que é terminantemente PROIBIDO jogar o papel higiênico brasileiro na privada! Isso porque a velocidade com que o papel brasileiro se desintegra é bem mais lenta que o papel produzido aqui no Japão, por isso se usado aqui trará certamente entupimentos.
Concordo com vc que é infinitamente melhor e muito mais higiênico jogarmos o papel na privada, mas será que as empresas deste setor estão com seus produtos preparados para esta realidade?
Adoro o Dona Perfeitinha!

beijokas

Drika 28 de janeiro de 2011 16:10  

Te confesso que a primeira vez que vi um aviso para jogar o papel no vaso me surpreendi, mas trabalhava em uma empresa que tinha responsabilidade ambiental e levava isto mto a serio, e dava aos funcionarios o exemplo... o problema, é que qdo estava em outros lugares acabava querendo fazer o mesmo mecanicamente hehhe... mas parece que deve haver mesmo alguma adaptacao, pq la o papel ia diretinho e em outros vasos pode ficar boiando memso depois da descarga... ai vc vai demorar mais dando descarga, o bendito papel nao vai.. e lá vai nossa preciosa agua pelo esgoto!
Este é com certeza um assunto para ser discutido e conhecido pelas pessoas... parabéns pelo post!

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 16:22  

Oi, Angel,
De tudo que me informei, o papel com apelo biodegradável não é muito diferente dos outros não. Mas no Japão tudo funciona bem nos tratamentos de esgoto e aqui não. Talvez a fama ruim do nosso papel higiênico seja em decorrência do fato que por aqui ninguém se preocupa muito em fazer uma correta instalação sanitária em suas casas e com isso acabam preferindo jogar o papel no lixo. Mas pelo que sei isso é só fama pela cultura do brasileiro em jogar papel na lixeira, parece que o papel mesmo o mais branquinho que dificulta a degradação pelos processos químicos por que passou, mesmo esse é degradado totalmente pelos micro-organismos nas estações de esgoto e o tempo que isso leva parece que não faz muita diferença na prática não. Mas isso foi o que me informei. Ainda temos que nos informar mais a respeito. Tenho muitas dúvidas. Adoro o seu bloguito também e seu comentário foi bastante enriquecedor, obrigada por dividir com a gente suas experiências.

Oi, Drika,
Isso tudo porque o brasileiro não quer investir em instalações ideais em suas casas, comércios, etc. Temos primeiro que nos conscientizar que isso é preciso se quisermos causar menos danos ao meio ambiente, principalmente também no que diz respeito a gastar menos água. O sistema de esgotos teoricamente está preparado para receber, o fato é que os vasos sanitários em parte não estão.

Beijos,
Talita.

Sheila 28 de janeiro de 2011 16:50  

Oi Talita,

Normalmente, fora de casa, eu jogo no vaso sanitário, mesmo que tenha aviso porque tenho nojo de tocar em cestos que raramente estão com o pedal funcionando (tá, faço errado, mas não me sinto tão culpada, já que não me dão condições higiênicas de fazer o mais certo).

A Madri falou dos papéis biodegradáveis e acho que é essa a questão pros vasos sanitários. Há algum tempo trabalhei em um evento num hotel bem chique daqui de Foz e nos banheiros o pedido é que se jogue o lixo ali mesmo, com exceção dos absorventes. Achei perfeito!

Beijocas.

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 17:11  

Oi, Sheila,
O mais certo é como você faz mesmo... jogar no vaso sanitário! Qualquer papel higiênico é biodegradável. O apelo comercial de alguns realmente tem fundamento por serem mais fáceis de degradar com os micro-organismos nas estações de tratamento de esgoto, mas qualquer um será totalmente eliminado com o tratamento. Mas é só papel higiênico mesmo, né? A gente vê cada coisa em banheiro público que realmente temos que ter nojo, rs.

Beijos,
Talita.

Naty,  28 de janeiro de 2011 21:34  

Certo certo, mas a descarga com mais força pra evitar entupimentos não exigiria uma quantidade maior de agua para gerar a força necessária? E gastando uma quantidade maior de água também não estaríamos causando um pouco mais de danos ao meio ambiente? Será que a solução não estaria no tamanho da saída da privata ao invés da força da descarga?

dona perfeitinha 28 de janeiro de 2011 21:41  

Oi, Naty,
Pelo que sei, não necessariamente uma força maior exige maior volume de água, tem mais a ver com o impulso dela mesmo, mas concordo que há privadas com formatos mais favoráveis ao fluxo e que outra saída para esses problemas seria o reaproveitamento direto da água do banho e da pia para as descargas, mas mais uma vez isso que é ecologicamente mais correto exige gastos maiores.

Beijos,
Talita.

Equipe Linkes 28 de janeiro de 2011 22:44  

Na empresa que trabalho tem banheiros que tem cestos para colocar os papeis usados e banheiros que os papeis são jogados diretamente na privada. Nestes ultimos, sempre tem privada entupida.

Bibi _papodenoivas.com.br 29 de janeiro de 2011 09:27  

Desculpas, sabe correção automática, pois acabou alterando a palavra e colocando uma nada haver ... quis disser Papeis Biodegradavéis.

Val e Bia Ateliê 31 de janeiro de 2011 00:21  

Olá Talita! Adorei todas suas explicações. Já tenho o hábito de jogar o papel no vaso e meu marido sempre diz que estou errada qdo falo sobre isso, mas agora vou ter as informações corretas para passar pra ele, que talvez por preguiça nunca tenha me interessado em saber certinho e defender o meio ambiente e o meu hábito que ele chama de " mau hábito"
Bjs!! Obrigada!!! Valéria

Val e Bia Ateliê 31 de janeiro de 2011 00:21  

Olá Talita! Adorei todas suas explicações. Já tenho o hábito de jogar o papel no vaso e meu marido sempre diz que estou errada qdo falo sobre isso, mas agora vou ter as informações corretas para passar pra ele, que talvez por preguiça nunca tenha me interessado em saber certinho e defender o meio ambiente e o meu hábito que ele chama de " mau hábito"
Bjs!! Obrigada!!! Valéria

Fernanda 31 de janeiro de 2011 03:35  

Bem interessante a informação...Só fico pensando se não iria demandar uma maior quantidade de água para eliminar o papel em apenas uma descarga.

Bjs

*Adoro o seu blog!

Coisas de Mirela...... 31 de janeiro de 2011 15:35  

Gostei do poste, o que gera troca de ideias é sempre valido!! abraço.

Coisas de Mirela...... 31 de janeiro de 2011 15:35  

Gostei do poste, o que gera troca de ideias é sempre valido!! abraço.

Coisas de Mirela...... 31 de janeiro de 2011 15:36  

Gostei do poste, o que gera troca de ideias é sempre valido!! abraço.

Coisas de Mirela...... 31 de janeiro de 2011 15:36  

Gostei do poste, o que gera troca de ideias é sempre valido!! abraço.

Drika 1 de fevereiro de 2011 18:54  

Oi Talita, vc é o máximo....
Há alguns anos me mudei para os EUA, e me surpreendi porque lá não há lixeiras em todos os banheiros, ou seja, eles jogam o papel direto no vaso sanitário. A partir daí adquirimos esse hábito tbm, eu e meu marido, que diga-se de passagem é bem mais higiênico. Quando abro a lixeirinha do banheiro de alguém pra jogar fora algo e vejo um papel sujo de coco, quase vomito, além do insuportável mau cheiro é muito nojento!!!
Mas confesso que nunca tinha parado para pensar no meio ambiente, e olha que sou super conscientizada sobre o assunto. Não sabia que o tratamento do esgoto ajudaria a decompor o papel, aliás, achava que estava fazendo mal ao ambiente. Com certeza toda essa quantidade de papel indo parar em aterros sanitários ou apenas nos lixões do interior do país não estará contribuindo para a conservação do meio ambiente.
Mas que eu tenho o maior receio de jogar papel no vaso sanitário da casa dos outros eu tenho, e se entupir? A força de algumas descargas não ajuda a eliminar o papel né!
Obrigada por falar sobre esse tipo de assunto!! É por isso que adoro seu blog!
Um beijo.

Drika 1 de fevereiro de 2011 18:56  

Ah esqueci de falar que já estou de volta ao Brasil.

Ana Afonso 2 de fevereiro de 2011 11:58  

Concordo que ficar mantendo papel higiênico usado num cesto não é nada higiênico. Eu gostaria bastante de adotar aqui em casa o hábito de jogar ph no vaso mas em um prédio de mais de 30 anos, impossível. Troquei a bacia por uma de fluxo econômico e essa é a minha única cooperação (ela ainda não suporta os papéis). Até lenço de papel entope. Acho que esse assunto é igual ao das tomadas: não há padrão, não há determinação do poder público que faça um proprietário atualizar as instalações hidráulicas. nem sequer existe 1005 de coleta de esgoto doméstico em São Paulo!
Pena, perde a cidade, perde o planeta.

dona perfeitinha 3 de fevereiro de 2011 22:13  

Equipe Linkes,
E isso acontece mesmo. O papel entope privadas por vários motivos e apenas acho que falta a muitos se conscientizarem que é importante investir em privadas funcionais e encanamentos adequados ajudando assim o sistema todo a funcionar adequadamente e preservar mais o meio ambiente.

Oi, Bibi,
Não tem problema. E os assuntos que levantou foram muito relevantes, obrigada.

Oi, Valéria,
Acho que ele vai gostar de saber disso, já que talvez a linha de pensamento dele só estivesse equivocada justamente por falta de uma análise sobre o porquê de grande parte da população de primeiros mundos jogarem papel no vaso sanitário.

Oi, Fernanda,
Comentei isso também em outra resposta... fica complicado pesarmos o que é pior para o meio ambiente... se gastar mais água que vai pro esgoto ou se jogar papel no meio ambiente, mas quanto à descarga, não é necessário mais água para fazer o papel descer adequadamente, pelo contrário... é necessário apenas uma privada e encanamento eficientes que com um mínimo de água funcionem como se deve.

Oi, Mirela,
Que bom que gostou;

Oi, Drika,
Fico feliz e espero que esteja muito feliz também em estar de volta ao Brasil. E obrigada pelo depoimento, adorei saber disso. E quanto à casa dos outros... acho que todos nós temos receio... eu costumo fazer um teste antes, rs.

Oi, Ana,
Realmente esse assunto é sem padrão. Por mais que queiramos a melhor privada, precisamos correr atrás de muitas informações e se ainda não a vemos funcionando ficamos na dúvida... mas já morei em apartamento com a privada ecológica e pra gente sempre funcionou muito bem. E aí pode ser da marca ou da instalação ou mesmo do encanamento. É tão complicado...

Beijos,
Talita.

Erich,  1 de março de 2012 05:40  

Achei muito bom o tema, pois como outros, não tinha parado para pensar o porquê jogo o papel higiênico no cesto de lixo.

Mas independente disso, para quando o entupimento ocorrer, achei uma dica sensacional de como desentupir o vaso sanitário de maneira simples e sem sujeira. Vejam o link do youtube: http://www.youtube.com/watch?v=sdmI0Yu-HGM

Espero ter contribuído. Até+

Eloá 26 de fevereiro de 2013 01:00  

Estava escrevendo sobre o assunto no meu blog e resolvi dar uma googlada, gostei do seu texto e vou te citar dando o devido crédito, ok?

Gelmir Reche,  21 de maio de 2014 05:27  

Embora beeem atrasado em relação ao teu post, viajando pela Suíça e Alemanha, me chamou atenção o fato de que aqui, se coloca o papel no vaso sanitário. Já no Brasil, principalmente na minha realidade, se fizermos isso, o encanamento/ fossa entope por absoluta falta de tratamento de esgoto, sem falar na que corre junto com o esgoto pluvial!!!
Parabéns pela abordagem de um tema que, aparentemente, seria insignificante.

Obrigada por comentar!

Instagram
Twitter

Receba os posts

  © Obt. para dona perfeitinha.com - Todos os direitos do blog reservados - Copyright © 2013 - Veja nossa política de privacidade.

Para cima!