Minha filha e a escola

Que alegria que dá ver minha serelepe contente em ir pra escola. Corre pra dentro da sala de aula assim como corre pro abraço quando vou buscá-la, sempre com um sorriso lindo, familiar. Depois de um mês de aula, ainda tenho que me controlar bastante durante as tardes. Trabalho sem piscar e quando bate aquele sentimento de saudade que chega a dar vontade de buscá-la, acalmo-me imaginando que minha filha está contando a historinha de um livro pra coleguinha que já é sua melhor amiga ou que está criando mais habilidade nos desenhos. Hoje, inclusive, fui surpreendida com um lindo, que ela fez rapidinho ao sentar aqui ao meu lado.

A lancheira tem sido uma agradável surpresa. Enquanto contamos à ela que na època do papai e da mamãe , aquilo se chamava 'merendeira', Sofia dá risada e pede que o suco seja de uva, porque não gosta de outro, "por favor, mamãe!". E eis que aquela postagem sobre lanches para nossos filhos na escola me rendeu boas dicas de todas vocês que comentaram. Semana passada, teve um dia que Sofia não foi pra escola, pois dormiu de 12h às 16h, rs, justificado pelo antialérgico que tomava. Assim mesmo fiz sua lancheira, estendemos seu paninho sobre a cama como num piquenique e pude ver o ritual que ela mesma criou. Abriu sua lancheira, estendeu sua toalhinha, abriu sua vasilha onde tinha cookies e a colocou por cima. Em seguida foi a vez do suco que ganhou um canudinho. Então desenrolou sua maçã e a comeu primeiro. Enquanto isso conversávamos. Perguntei se queria trocar algum lanche comigo, mas ela disse que não, que gostava de trocar só com a Manuela (adivinhem! A Manuela só leva coisas gostosas, rs). Depois da bagunça que a toalhinha não aguentou sobre a cama, arrumamos tudo e fomos buscar o papai... ritual que vai me deixar saudades também quando tivermos dois carros, rs.

Sobre a escola , Sofia tem 5 aulas diferentes por dia com um tema trabalhado por semana. Pedagogicamente tem sido excelente, pois em casa ela quer conversar sobre o que aprende. Já lemos muito pra ela, agora mais ainda, pois além de todos seus livros preferidos, agora tem sempre um novo toda semana que ela trás da biblioteca. No caso dela ela já trás um dizendo por qual vai trocar na outra semana. E realmente troca por ele, rs! Acho que ela sempre fica na dúvida entre dois e como só pode escolher um, já decide os títulos pras duas semanas.

Já tive diversos probleminhas nesse primeiro mês, mas tudo conversado e resolvido. Acho que temos que estar atentos a tudo, pois nossos filhos enquanto em idade pré-escolar precisam dos valores familiares em primeiro lugar e a escola deve entender isso, pois do contrário como confiar seu filho a eles, não é?

O mais legal que aprendi sobre o primeiro contato da criança com a escola é o seguinte: devemos respeitar a adaptação dela. E isso envolve tempo para pegar confiança com a professora, para gostar do novo ambiente, para se entrosar com os coleguinhas e o principal: tempo e segurança para entenderem que o papai e a mamãe levam, mas buscam. Depois de observar vários papais dos coleguinhas de Sofia e as reações de cada um deles, posso dizer o seguinte: devemos entender e respeitar o tempo de mais esse 'desmame' dos nossos filhos. Não podemos sair fugidos. Uma mamãe fez isso e a criança ficou em prantos, a professora pegava ela no colo e ela gritava mais - claro! Era a primeira vez que tinha contato com a professora e ela não sabia quem era, nem onde estava. Minha filha me pediu pra ficar no primeiro dia e eu fiquei. Eu sei que nem todos podem fazer o mesmo, mas talvez chegar mais cedo seja uma opção. Precisei ficar só uma hora. Sofia saiu da sala 3 vezes para me dar um abraço e um sorriso. Da quarta vez que ela veio, me disse: "Mamãe, você pode ir pra casa. Mas você vai vir me buscar, né?". Eu disse que sim, sempre! Nos demos tchau e ninguém saiu chorando. Nem eu!

Gostaria que todos os primeiros dias de aula de todos os filhos fossem tranquilos assim, mas mesmo que não seja, a gente se ajeita, tenho certeza disso também.


Não estamos recebendo comentários. Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com

Arquivo

  © Obt. para dona perfeitinha.com - Todos os direitos do blog reservados - Copyright © 2013 - Veja nossa política de privacidade.

Para cima!