Foie gras em BH - Chez Bastião

25.8.11 dona perfeitinha 14 Comentários


Sem as polemizações, já que o assunto pode deixar muitos desconfortáveis, já aviso: eu como foie gras, mas apenas aqueles de origem regulamentada, ou seja, de animais criados para consumo dentro das devidas normas (Ah! E apenas quando meu colesterol deixa...).

Para quem não sabe, foie gras é o fígado de pato ou de ganso que foi super alimentado (ou seja, que é mais gordinho que os outros) e por isso o fígado é mais amanteigado e saboroso do que se o animal tivesse sido alimentado normalmente.

A culinária francesa é mesmo especial e tem sabores encantadores... para quem já experimentou o foie gras sabe que esse é um deles.

Chez Bastião é um restaurante tradicionalíssimo e super agradável da Savassi em Belo Horizonte, MG (Rua Alagoas, 626):

E é onde experimentei esse belíssimo prato, com acompanhamento de risoto trufado. Trufas negras deram um complemento todo especial ao sabor do filé com foie gras... que estava perfeito.

Super indico o restaurante que tem atendimento simpático, música ao vivo no piano e sem tantas formalidades chatas. Pequeno, o restaurante é bem aconchegante e a comida, de culinária francesa, é mesmo especial. Pra quem não se arrisca com sabores mais exóticos, indico o estrogonofe de filé (ou boeuf stroganoff)... um pratinho quase brasileiro afinal, rs.


14 comentários :

  1. Ahhh eu não como isso não, rsrs, nem pato, sei lá, a carne é meio escura. Mas tb não como fígado de jeito nenhum, então já viu né? Prefiro as comidas mais simples.rsrs. Achei o restaurante um luxo!!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei mesmo foi do nome do restaurante, quase "Sebastião", mas com um toquezinho francês. Legal!

    ResponderExcluir
  3. Oi Talita,
    Adoro seu blog mas particularmente não gostei deste post, criados regularmente ou não para se obter esse requintado prato é as custas de sofrimento de um animal, acho que tem milhares de coisas gostosas pra se falar...Desse não gostei!

    Dani

    ResponderExcluir
  4. Oi Talita, eu não sou muito fã de carne, mas pra quem gosta está com uma cara ótima!!
    bjokas

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga é mto chique... rsrs
    Bjokas... Naná

    ResponderExcluir
  6. @Dri Viaro
    Oi, Dri,
    Um dia você se arrisca a comer um fígado foie gras e verá como o sabor é diferente e delicioso... pato também não é minha carne preferida, mas acho que nunca experimentei um de quem realmente sabe fazer, rs. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. @cecilianpl
    Oi, Cecilia, por que será que tudo francês soa chique??? Os sons são lindos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. @DaniPC
    Oi, Dani... Realmente é difícil seguir a linha dos valores de todos e realmente a forma como criam os gansos para o consumo do fígado macio é algo polêmico. Tem vezes que de tanto pensar nessa coisa de cadeia alimentar e que precisamos criar e matar animais destinados à nossa alimentação, me dá vontade de ser vegetariana, mas gosto de carnes e pessoalmente acho mais sofrimento a forma que matam porcos do que necessariamente a forma como alimentam em excesso os gansos, ambos animais criados já com o destino de alimentar a população, mas como a carne de porco também, tento dar graça aos pratos e não pensar muito. A racionalização nos condena, é pura verdade, mas não acredito que fosse possível todos nós vivermos sem o consumo de carne e seria muito chato se não desenvolvêssemos técnicas para melhorar o sabor dos alimentos, desde os vegetais até os de animais. Beijos e obrigada por comentar porque é importante lembrarmos mesmo que o certo e errado é uma questão que envolve vivências e informações diferentes.

    ResponderExcluir
  9. @Dea
    Adoro carnes, Dea, mas não como todos os dias... mas esse prato agradou meu paladar, rs.

    ResponderExcluir
  10. @Anônimo
    Oi, Naná... Sou nada... mas que eu gostaria de ser, ah... isso sim, rs. Sabores 'requintados' não ganharam essa classificação à toa, rs. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Não compensa o sacrificio de entupir o animal de comida isso é tortura e na realidade é um figado doente, ja pensaram nisso? lembre de alguma vez que vc comeu d+ e pense que mesmo vc se sentindo mal não parou de comer e detalhe, o coitado do pato nem pode falar não. tortura brava. pra mim e diferente qdo um animal é morto de um golpe só e pronto. Assistam o filme "A carne é fraca" http://www.institutoninarosa.org.br/videos. não sou vegetariana mas não como carne de animais especialmente torturados para nosso prazer, não acho certo e isso inclui foie gras e babybeef e alguns outros. não adianta, não concordo, não tem argumento.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com a Monica. Cada um que sossegue sua consciência da maneira que lhe convier, mas isso não mudará o sofrimento dos animais.

    ResponderExcluir
  13. @monica
    Oi, Mônica, respeito demais, até queria pensar por esse lado, já que são animaizinhos alimentados em excesso, mas há argumentos sim, pois há opiniões e vivências diferentes. E todas as minhas também são respeitadas.

    ResponderExcluir
  14. @debora
    Realmente, Débora, não muda o sofrimento. Mas temos que ter nossas posições de forma consciente.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com