Bate papo sobre filhos: 'Frente a frente' com Dri Viaro

21.10.11 dona perfeitinha 9 Comentários

Há  um ano atrás entrevistei essa 'mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora' e hoje ela está de volta aqui no blog para um bate-papo super sério, mas ao mesmo tempo descontraído.

'Frente a frente' é uma das novas seções do blog e hoje estou de frente com Dri Viaro falando sobre filhos.

A Dri é uma amiga querida da blogosfera (ela também é autora do Amélias de salto) e uma super mãe... eu adorei nossa conversa e espero que vocês curtam também.




O ASSUNTO: FILHOS!


(Eu, Talita): Eu e meu marido estamos 'empenhados' para engravidar de novo e é uma ansiedade engraçada e nova essa pra mim, já que a primeira gravidez (de Sofia) aconteceu sem planejar e eu já soube dela quando já estava com 16 semanas de gestação. A próxima com toda certeza vai ser bem diferente, pelo menos, conscientemente, muito mais longa, rs. Como foi com você? Planejou direitinho a chegada dos seus dois filhos?

(Dri): A Stephanie veio de intrometida, rs. Na época namorávamos apenas 4 meses, e engravidei (rápida eu, imagine). Então casamos, tivemos nossa princesa, e eu estava louca pra ter outro filho, mas meu marido protelava muito. Então, como eu nunca tomava remédios e não engravidava, decidi ir ao meu médico e pedir algum remédio pra que acontecesse mais rápido. Comprei o remédio, mas fiquei com um certo medo de engravidar novamente, e não tomei. Até que quando a Teté estava com 5 anos, eu pensei: Puxa, se eu quero mesmo ter outro filho, a hora é agora! Tomei o remédio e engravidei rapidinho. Aí veio o Alezinho, e ficamos extremamente felizes.
 
(Eu, Talita): A diferença de idade deles é de 5 anos, né? Se eu engravidar agora, os meus também terão a mesma diferença. O que você me aconselha sobre criar filhos com essa diferença de idade?

(Dri): Sabe que essa diferença é ótima, porque a Sofia vai ser uma grande ajudante pra vc, rs. Pelo menos a Teté foi e é muito pra mim. Claro que no início eles pensam que perderam o trono, minha filha qdo viu o Alezinho no hospital começou a chorar e não queria nem olhar pra ele, mas foi só de momento. Demos a devida atenção à ela, deixamos ajudar, segurar o irmão, e até alimentar. Todos que foram ao hospital também levaram um presentinho pra ela. Ela nunca bateu nele, (agora que estão maiores as vezes se pegam, normal, rs), nunca tentou pegá-lo sozinha, ou seja foi super tranquilo.

(Eu, Talita): Eu acredito muito que vai ser assim aqui em casa também, afinal Sofia já diz que quer muito uma irmãzinha e que vai me ajudar a cuidar dela, rs. Ela acha que vou engravidar de menina, mas quando digo que pode ser um menininho, ela fica feliz também e diz que vai ensiná-lo a andar como o priminho Gabriel de um ano que está aprendendo.

(Eu, Talita): Você tem vontade de ter mais filhos... seguir sua tradição do intervalo de 5 anos?

(Dri): Até alguns anos atrás eu tinha, agora penso: Não! Graças a Deus fui abençoada com um casal lindo, rs.

(Eu, Talita): Se eu e meu marido pudermos, acho que teremos 3 filhos. Apesar de todos meus medos sobre criar filhos nos dias de hoje, o que conta muito também na questão 'ter filhos' hoje em dia é o custo, fala a verdade! Tá tudo um 'absurdo'. Acho que todo pai e mãe tem medo de não dar conta, você também?

(Dri):  Com certeza os custos contam muito. Nós estamos por exemplo planejando uma viagem, para quatro já vai sair caro, imagine pra 5? rsrs. Sem contar os gastos com colégio, etc. Tem gente que pensa: Onde comem 1 comem 10. Eu já penso que quero dar o melhor para meus filhos, que um dia eles façam uma boa faculdade e tenham uma ótima profissão, por isso optei por ter apenas 2 filhos. Sem contar que o meu maior medo hoje, nem é o financeiro, mas sim o medo do mundo que está cada vez pior.

(Eu, Talita): Sim... meus medos maiores também são esses. E posso dizer que sou medrosa ao extremo, principalmente no que se refere à saúde e segurança da minha família. Trabalho demais essas questões. Acho que se eu não fizesse isso, piraria de vez, não sairia de casa, travaria, sei lá. Sou daquelas que sofre só de pensar, então trabalho demais essas questões comigo mesmo. Pensamento positivo e bola pra frente... a vida é bonita e dia a dia precisamos peneirar a sujeira para que não nos afete. É um trabalho de amor e em se tratando de filhos, amor tem de sobra.

[Essa conversa continua na semana que vem... - e se você tiver algum assunto que diz respeito a filhos e que queira que abordemos, é só dar a dica pra gente nos comentários.]

Gostou da nova seção do blog? Além de sugerir assuntos referentes a filhos, você também pode me ajudar com sugestões de outros assuntos como namoro, casamento, decoração, casa própria, trabalho, qualquer coisa que tenha a ver com o blog. Essa seção terá vários convidados para bate-papos.

9 comentários :

  1. Oi Talita, simplesmente foi demais nossa conversa!
    Espero que possa ajudar outras mamães, ou futuras mamães ;)
    Este quadro vai ser um sucesso!!

    beijos otimo fds pra vcs

    ResponderExcluir
  2. @Dri Viaro
    Também achei, Dri...
    Falar de filhos é tão bom... toda mãe e mesmo quem está ainda apenas pensando em engravidar, vai amar nosso bate-papo e, quem sabe, extendê-lo por aqui nos comentários.

    Beijos, amiga,
    Talita.

    ResponderExcluir
  3. Oi!Conheci seu blog a pouco tempo e estou gostando muito..minha sugestão de assunto é casamento,como lidar com probleminhas comuns como desgaste, falta de dinheiro ,excesso de trabalho,acredito que é importante para nós mulheres dividir as experiencias sobre isso...
    Bjss e muito sucesso!
    Ana Rezende.

    ResponderExcluir
  4. Oi Talita, adorei essa nova seção do blog. Fiquei interessadíssima no assunto, pois mesmo ainda não tendo filhos um dia terei. Parabéns! Bjos, Luísa

    ResponderExcluir
  5. Olá Talita, venho seguindo o seu blog há algum tempo, e tenho dois filhos uma menina de uma primeira relação que tive, mas não casei e do meu casamento atual tenho um menino, que tal falar sobre como educar filhos de pais diferentes?
    É uma luta, tem muitas coisas que tenho que rebolar por conta disso.
    Se puder aproveitar o assunto agradeço.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Talita adorei o assunto,apesar de já ter netos é bom relembrar.Passei
    para desejar um lindo final de semana.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu acho que meu comentário chegou ai né ??
    Beijos
    Debby :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Talita adorei o bate papo e foi muito bom pra mim que sou mae da Yasmim de 1 ano e 9 meses. Pra mim não é muito facil nao. Nossa tem dias que acho que vou pirar, por qua a Yasmim é muito ativa nossa.
    Mas ao mesmo tempo penso em ter mais um filho por que no futuro quero ter minha casa cheia nos almoços de domingo.
    Vamos ver ano que vem se crio mesmo coragem.
    Bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  9. Amei o post!! Dri escreve super bem. Amei o bate papo também.

    Beijos

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com