Aqui em casa não ficamos sem peças de queijos especiais. Compramos e levamos para o congelador pra ter sempre que amigos resolvem aparecer. Queijos vão bem com vinhos sempre e acho que é um dos petiscos que não enjoam, pois podemos variar o quanto quisermos o tipo de vinho e o tipo de queijo, rs. Cada um especial ao seu modo. Em postagem antiga, já falei de alguns dos meus queijos preferidos. E aí que o costume de congelar as peças de queijos e descongelá-los tem prazo de validade, rs. Com o tempo, o queijo começa a esfarelar e já não fica bom pra cortes na mesa. Dessa forma, o que fazer?

Aqui em casa, sempre que os queijos especiais tipo o Old Dutch Master (que aparece nas fotos dessa postagem) começam a esfarelar, vão direto pro ralador e, em seguida para a queijeira. E aí toda vez que cozinhamos uma massa especial ou outro prato que merece um queijinho ralado em cima, a queijeira sai da geladeira pra dar um toque ainda mais especial no sabor, afinal... queijos especiais merecem compor pratos especiais também, né?

Queijos de queijeiras devem ser mantidos em geladeira (tampadas para não ressecar! - a dica é colocar a queijeira em saco plástico antes de levar à geladeira, já que a queijeira normalmente não tem abre-e-fecha dos buraquinhos - é bom porque além de evitar que o queijo ralado resseque, também evita que ele peque 'cheiro de geladeira', rs) e ter rotatividade rápida (no máximo 2 semanas, desde que o queijo seja novo ou tenha sido descongelado anteriormente a ser ralado).