Picolé de fruta

by - 1.12.11

Sento. Copo vazio. Tempo vazio. Saudade. É hora. Um sorriso. Busco a criança contente. Dançamos feito meninas iguais. Saudade. Enfim chega o mágico. A parte da alegria escondida reaparece. Dançamos todos. Falamos alto, não ligamos. Depois a razão vem condenando, ok, é normal. Cozinhamos e deixamos o dia do outro e do outro nos ser apresentado entre risadas e algumas pegadinhas. Há indignação, há certezas, há busca por apoio, por clareza. Há também o lado engraçado, querido, cheio de novidades. Os planos pro dia seguinte são bons também, bons feito picolé de fruta. A gente quer, mas não sabe bem qual sabor escolher até que se chegue na sorveteria e analise a lista. Queremos isso, mas como fazer só mesmo chegando a hora. Presente e futuro não são iguais em gostos e preferências porque o tempo nos entrega a mágica da transformação.

You May Also Like

0 comentários

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.