Cansaço

17.1.12 dona perfeitinha 4 Comentários

Cansaço se dá com o tempo
O tempo de exercícios
O tempo de limpar a casa
O tempo na fila
O tempo à espera de um amor

Tudo cansa
Cansa tanto
Que vira cansaço crônico
Coisa de doido
Que não consegue viver
Pois a vida cansa

Trabalhar cansa
Amar cansa
Ser pai ou mãe cansa

Não se vive então
Não se ama
Não se casa
Não se tem filho.

Acorda cansado.
Trabalha cansado.
Espalha mau humor
E volta pra casa.

Reclama de canseira
De fadiga
De dor

A vida de todos então,
De uma forma ou de outra,
É difícil e cansa.

Mas alguns não se cansam da vida
Gostam da canseira dela, afinal
A vida é bela

E mesmo cansado liga pro amigo
E conta caso.
Esquece-se da dor nas pernas.
Essas já estão pro alto.

Mesmo cansado, faz o jantar pra mulher,
É certo que reclama um pouquinho,
Mas é pra não perder o charme.

Mesmo cansado,
Faz tudo o que precisa para que o dia seguinte seja melhor
E melhor
E melhor.

Dia bom. Dia de canseira. Mas dia bom.

E a noite ainda nem nasceu, ô alegria!

4 comentários :

  1. Talita, achei lindo este poema. Fiquei pensando no cansaço da minha alma, às vezes... sinto um buraco enorme na barriga... que sobe e dói. Depois passa. Eu não sei do que é que eu sinto falta, mas sinto. Beijo. Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Olá fiz uma postagem falando sobre você no meu blog, vim te avisar pra ver se esta tudo ok pra vc,o link é esse:
    http://www.depoisquevocesefoi.com.br/2012/01/cinco-blogs.html

    ResponderExcluir
  3. @Ana de Geo
    Oi, Ana...
    Essas reflexões são boas, afinal são tentativas de nos compreender. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. @Gardenya Barbosa
    Gardenya... fui lá e me emocionei, obrigada! Perdi a leitura de toda aquela semana. Beijos!

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com