Cozinha que te quero bem - crônica da semana

2.8.12 dona perfeitinha 1 Comentários

Cozinha. É onde estou agora. Escrevo por aqui vez ou outra. Faz-me bem. Mas isso é recente. Antes não tínhamos mesa ou cadeiras nesse ambiente, por mais querido que ele (quase sempre) tenha sido. Uma vez, talvez, pelo que me lembro, chegamos a colocar uma mesa pequena e alta de plástico, mas servia mais de escorredor de pratos, rs. Essa é nossa quarta cozinha e finalmente uma cozinha pra chamar de 'nossa', onde não tinha nada também no começo, mas que aos poucos foi se moldando ao nosso gosto. Gosto meu e do meu marido misturados. Ainda hoje não tem do 'tudo' que queremos, mas tudo aqui (vou ser clichê, desculpe-me) amamos. Somos família que se aquece à beira do fogão. Na nossa cozinha há quadro negro pras crianças se divertirem, há mesa e cadeira para tudo que se queira ou precise fazer nelas, principalmente comer, claro! Há alguns poucos itens de luxo como bancada com luz em cima pros cortes ficarem mais certeiros, mas com toda certeza não é a cozinha dos seus sonhos, pois tem muitos defeitos. Mas adoro seus defeitos (seria estranho não fosse ela a minha cozinha, rs). A conheci já sem a cuba de pia dos sonhos de quem sonha com cozinha, sem muita coisa desses tipos de sonhos, mas tudo que coube no bolso e na razão colocamos aqui desde então. E assim a amamos por nos proporcionar momentos ótimos entre amigos, apenas entre mim e meu marido, entre mim, meu marido e nossa filha, e agora, entre mim, meu marido e nossos dois filhos. Que lindo, que emoção! Vê-se nossa emoção principalmente nossos fogão e geladeira que nos acompanham desde sempre, nas quatro cozinhas por que passamos. Nosso pequeno nos faz apenas companhia enquanto no peito apenas mamar, mas já até vejo o dia em que essa mesma cozinha começar a aprender sobre papinhas até que de novo se chegue a um consenso de um jantar só para todos. Mas, espera aí... onde é que se encontra consenso em cozinha boa? Não há, é fato! Quanto mais se gosta do lugar, mais variedades se quer praticar. E uma coisa que acho ótimo também são os investimentos em
utensílios bonitos e práticos... panelas que não deixam nada grudar e são lindas, lindas, lindas, assim como os talheres de nomes chiques, ingredientes diferentes então, nem se fala! Uma cozinha boa não se faz apenas com o trivial. Ela é boa porque investiu em aprendizado. E pra aprender tem que investir em bons ingredientes mesmo, em pratos e panelas bonitos pra agradar aos olhos e merecer receber o 'preparado'. Mas claro que são poucos que podem ter tudo de uma vez só. Para nós seres comuns da sociedade, o investimento pode ser pincelado... e por falar em pincel, já viu como um simples e barato pincel de construção pode ser um item mágico na cozinha? Vai de ajuda para untar a panela até mesmo para ajudar a corar o assado. Minha cozinha hoje é melhor que a de ontem porque todo dia aprendemos com ela e nela, lemos bons livros, assistimos bons passos a passo, nos inspiramos em bons restaurantes e em programas de tv correlacionados. E quanto a ingredientes, gente! Sempre há coisa nova a nos inspirar. Pra quem quer dar uma guinada no fogão tristinho, meu conselho é ir de vez em quando numa loja ou supermercado gourmet, conversar com o dono ou funcionários, ler rótulos e deixar a imaginação chegar junto à hortifruti lindíssima e aos ingredientes que ainda lhe são novidade.


Um comentário :

  1. Fiquei curiosa pra conhecer sua cozinha...depois mostra pra gente viu.
    Bjinhus

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com