A queda - LIVRO de Diogo Mainardi

14.9.12 dona perfeitinha 4 Comentários


Diogo Mainardi é um cara polêmico. E por isso mesmo gostamos dele. Sempre adiava as reportagens da revista Veja para ler primeiro sua coluna. Seu humor ácido também nos faz admirá-lo como comentarista do Manhattan Connection, programa do canal Globo News que já foi regra aqui em casa nas noites de domingo (quando ainda era no canal GNT).

Recentemente ele publicou o livro que venho indicar,  'A queda'. Este é a história do nascimento até os 424 passos contínuos e contados de seu primeiro filho, Tito, ocorridos os dois fatos no mesmo local: Hospital de Veneza, pontuando assim o que pontua durante todo o texto: de que a vida de Tito é circular. Tito tem uma paralisia cerebral. Resultado de uma irresponsabilidade da dottoressa F. Diogo nos apresenta fatos incríveis da história de Veneza, de personalidades da política, da arte e da ciência que de uma forma brilhante são colocados como parte da vida de seu filho, responsáveis ou influenciadores, portanto, de sua paralisia cerebral. Tito também nos é apresentado de uma forma linda e parece-me uma criança incrível. Hoje Tito tem um irmão, Nico, que, diferente de Tito, teve um parto responsável e é um garoto 'normal'. Achei linda a foto do pai e dos filhos em sua apresentação do livro. Se vestem idênticos, repare abaixo. Anna, mãe dos meninos, aparece em foto em algum momento do texto. É linda. Por que falo deles assim? Bem... o livro é uma história com muito que se pode aprender de uma cultura européia, de história, de arte, mas é, em primeiro lugar, sobre a vida pessoal deles. De um diagnóstico difícil e de uma dedicação de um pai, de uma família, por um filho com necessidades diferentes. O amor deles nos toca principalmente nas palavras mais fortes e Diogo as usa 'aos montes'. Há brutalidade ali. Há brutalidade de um amor gigante que é, naturalmente, o amor 'verdadeiro' de um pai por um filho.







4 comentários :

  1. Ah, não! parei de seguir seu blog hj! não acredito q alguem em plena consciencia dê voz pro Diogo Mainardi! cara reacionário, pra qm o pobre deve se fuder!!!!
    abraços e siga sua vida!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela dica, adoro ler, ainda mais testemunhos de vida! bjs

    ResponderExcluir
  3. @Clarice
    Oi, Clarice,
    Pedra eu não jogo em ninguém, mas também não coloco minhas mãos no fogo por qualquer pessoa que não conheça pessoalmente e ame. O que posso dizer sobre seu comentário é que acho que está equivocada quanto ao Diogo, mas devo lembrá-la de que só o conheço como leitora. Por tudo que li dele, acho que o que ele quer do pobre não é que se foda, pelo contrário. Ele é contra o assistencialismo do governo Lula e acho que o que ele prega é que o pobre não pode ser tratado como incapaz e que deve se orgulhar e trabalhar na conquista de melhores empregos, exigindo do governo apenas o que é preciso e que ele ainda não nos proporciona: educação, saúde e empregos de melhor qualidade e, ao mesmo tempo, não aceitar 'esmolas' do governo, porque aceitar esmola é muito triste e faz com que quem não quer nada da vida, se acomode mesmo.O país não vai pra frente pensando em assistencialismos para quem pode e deve trabalhar.

    ResponderExcluir
  4. @Rita Reis
    Oi, Rita... e é lindo o testemunho de força desse pai na rotina de um filho com necessidades especiais conquistando passo a passo mais liberdade, mais possibilidades... Beijos.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com