Remete-nos ao que passou, mas já não destrói

Estar de novo em algum lugar que trauma causou com cabeça feita nos faz relevar o mal e compreender que o bem pode estar onde quer que o levemos com a gente. Minha filha, observo ao longe, se sente bem ali onde um dia, quando pequena, eu também me senti. Mas também ali e não posso esconder de mim, vi coisas ruins acontecerem. Afasto os pensamentos e os elevo desejando uma história melhor e de mais amor pra minha pequena que acompanho de perto pra lhe amparar e lhe dou espaço quando se faz necessário. Aprendo dia a dia, mas não posso bobear. Qualquer indiferença rasga a alma pra sempre. Amor cultivado é amor colhido sempre e é só isso que tenho hoje como lema.


Remete-nos ao que passou, mas já não destrói Remete-nos ao que passou, mas já não destrói Reviewed by Talita Cavalcante on outubro 28, 2012 Rating: 5

2 comentários:

  1. Amei seu blog! Vou linkar no meu. Beijos e um ótimo domingão.

    perfeccionismosempressao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei do seu texto. Faz tão bem pra alma deixar pra tras o que nos faz mal e dar mais valor as coisas boas que nos acompanha :D

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.

""Obrigada por visitar e compartilhar! Inscreva-se no YouTube!""

Tecnologia do Blogger.