O POVO nas ruas, a grandeza do ato.

25.6.13 dona perfeitinha 7 Comentários

Cheiro de grama cortada... inspira cuidado. Cuidado com a cidade, cuidado com nós, o povo. POVO = "conjunto de indivíduos que constituem uma nação" ou, melhor ainda, pro momento que vivemos: "conjunto de cidadãos de um país em relação aos governantes".

Pena que cortar a grama é coisa rara. E eu, povo, também não estou muito preocupado com ela, afinal, com tantas mazelas, com tanto a se melhorar, porque vou me preocupar justo com a grama alta? Deixa isso pra quando tivermos mais dignidade. Com dignidade, poderemos exigir parques e gramados bonitos. Antes disso, parece ridículo.

É fato que nesse país não há muito orgulho à bandeira, à história, à educação que destinam a nós, o povo. Na maioria das biografias dos nossos mais famosos políticos, o que lemos é verdadeiramente constrangedor, há claro ali interesses pessoais se sobrepondo na profissão, uma tal ética que nem mesmo sei que nome mais adequado destinar-lhe. Ela é a tal ética da conveniência cujos políticos usam sem vergonha e cujo povo tem, infelizmente, aprendido com eles.

A sorte é que as gerações mudam. E podem mudar o destino político de um país. Minha esperança que já esteve apodrecida, se renova agora em constatar que jovens bem intencionados vem às ruas de diversas cidades do nosso país a mostrar-nos que estão insatisfeitos, que está tudo muito errado em como o governo está falseando nossa imagem de um país que cresceu. Realmente cresceu, mas cresceu mais em calhordices. Quanto mais dinheiro, mais desvios para bolsos particulares. Estamos estourando de ódio acumulado na proporção dessa dinheirama roubada por políticos que se acham os poderosos com bufunfa que lhes dão vida de reis. Respeito comprado é isso e apenas isso que teem.

Eu lhes convido a apoiar os nossos corajosos manifestantes. Claro que em meio de gente boa há sempre gente crua que são os baderneiros. Mas para esses e apenas esses o governo deveria mostrar seu poder de polícia. Nada de confundirmos os focos. Respeito aos manifestos é início de agradecimento por mudanças que, claro, queríamos que não fossem necessárias exigências, mas já que a política gosta apenas de aparências, confrontemos-a e ganhemos esse debate, pois afinal, é verdade ou mentira que nossos professores ganham mal, passam por constrangimentos incríveis com alunos bandidos que o governo diz não poder confrontar? É preciso reformar as escolas, os salários dos nossos mestres e as leis para nossos bandidos quaisquer que forem suas idades. Precisamos melhorar os salários dos policiais, torná-los assim como os professores, orgulhosos de suas profissões, mas antes precisamos melhor selecioná-los e melhor cobrá-los. Fico feliz de saber que a ridícula PEC 37 agora tem apoio dos manifestantes que começaram por uma pequena questão de aumento da tarifa dos ônibus (pequeno aumento que reflete grande corrupção por trás, muito provavelmente). Essa PEC 37 estaria ou está em votação hoje. Torço fortemente para que não seja aprovada, pois é andar pra trás, já que se trata de aprovar um parágrafo a mais no artigo 144 da constituição que trata de investigações. Como está, as investigações são feitas tanto pelas polícias quanto pelo Ministério Público. Querem que restrinjam as investigações para as polícias, exclusivamente. Já viu no que vai dar quando os investigados forem policiais ou corruptos comprando policiais?

Mário Sérgio Cortela, grande filósofo brasileiro, é contra deixarmos nossa esperança apodrecer e eu, sinceramente, acho que os manifestantes evitaram isso ao saírem às ruas nesse momento da nossa história querendo exigir clareza e beleza nos nossos trâmites políticos. A voz do POVO não é pequena, meu bem,... a esperança é preservada e, com a PEC 37 sendo derrubada, pode até ser que eu volte a crer também na maioria dos políticos, pois o povo clamou, pediu! Estamos esperando a votação que seria hoje - vamos então saber se os políticos derrubamos (temos força, afinal somos nós, devemos nos lembrar disso, que os colocamos lá para nos representarem) ou se o respeito ao povo, finalmente, já voltou. Agradecidos seremos às manifestações. Um obrigado em particular meu a você que foi às ruas para aumentar o som da nossa voz.

7 comentários :

  1. Talita, que delícia abrir teu blog (já sem esperança)e ver que você apareceu! Adorei o texto. Beijo!

    Lu

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vc voltou! :)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ameeei o post e o seu blog!
    Se puder dá uma passadinha no meu e deixa um comentário?
    Meu mundo, Meu quarto

    ResponderExcluir
  4. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  5. O teu país está mudando! O mundo está mudando!
    beijo

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com