Poeira que se digna ser

30.8.13 dona perfeitinha 2 Comentários

Vida escusa
Vida crua
Vida imatura
Tudo bem que tem gente que nasce e sofre
Sofre vitimando-se por tudo
Mas sofrimento tem mais a ver com a recusa
De conhecer,
De tornar-se culto.
Ninguém nasce sábio,
Escolhe-se ser.
Tudo bem que tem gente bem mais inteligente
Que a gente normal
Que se mais vê,
Mas eu quero ser,
E você?
Dentro da inteligência com que nascemos
Chegamos a conquistar o mundo,
Tenta pra ver.
A conquista não está em ser famoso,
Isso é vaidade e muitas vezes imaturidade.
Pode-se até acabar na fama,
Mas essa conquista é mais interna, de conhecimento,
De aprimoramento.
Afinal nascemos e não queremos morrer iguais,
Crus e nus,
Sem ao menos saber e experimentar algum que seja o motivo,
Pois motivos existem! Quimicamente que sejam, mas existem.
Disse meu marido certa vez e cito-lhe em meio a essa minha loucura
Porque é lindo e porque faz sentido:
"Somos só pedaços de poeira esletar;
Poeira estelar que pensa e que pode amar"
E um dos maiores motivos para se ser e para amadurecer
Na minha opinião
É justamente ser capaz de amar,
O ato mais maduro e sábio
De todos nós seres humanos;
Digo...
De nós grãos cósmicos.


2 comentários :

  1. Olá menina,
    Linda poesia.
    A partir de amanhã estará rolando o primeiro sorteio lá do Meu Cantinho, conto com a sua participação.
    Tenha uma ótima semana, beijos

    ResponderExcluir
  2. Ola vim te convidar para o 1° sorteio do Blog Decore House
    O presente é um prato com pé para cupcake,um jogo de copos para sorvete e ainda 4 imas de sorvete,Tudo super vintage e lindo!Venha conferir e participar!!
    Te espero lá!!
    http://decorehouse.blogspot.com.br/2013/09/1-sorteio-do-nosso-blog.html
    Decore House

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com