Cidades de papel - Jonh Green

5.10.13 dona perfeitinha 0 Comentários


Cidades de Papel desperta em mim aquela necessidade humana de analisar presente e futuro, questionando atos do passado. Desperta também aquela ideia de pai e mãe. Dos nossos e dos que queremos ser. Desperta questões sobre amor e, claro, sobre amizade. O que é real e o que é inventado. Jonh Green é autor desse livro de adolescentes, mas não para adolescentes exclusivamente. Nós que há muito passamos da juventude crua, queremos ler Cidades de Papel. Essa é uma história, inventada, mas de personalidades interessantes e 'reais'. Quem é o certinho e quem é a menina sem limites? E quem está certo e quem está errado? Dois personagens muito diferentes que marcaram a vida um do outro sem realmente conviverem. Não sou de dar detalhes da história, mas nessa temos dois amigos de infância que na escola se afastaram. Ela ficou popular, tirava notas altas, mas vivia sumindo, fugida mesmo, envolvendo-se em loucuras pela cidade. Ele virou o típico 'nerd', centrado em seu futuro, responsável, incapaz de magoar os pais. A amiga , em compensação, parecia fazer de tudo para provocar os dela, mas o que poucos sabiam é que era ela a vítima, praticamente ignorada pelos pais e talvez por isso tinha tal personalidade, vai saber! Mas Quentin Jacobsen, o amigo de infância dela vai querer descobrir um pouco mais sobre essa garota complicada e que a poucos dias da formatura some deixando pistas que pareciam ter sido deixadas pra ele!

Jonh Green é escritor e também Video Blogger!!! Nesse link você visita a página do You tube em que ele e o irmão Hank comandam. 






0 comentários :

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com