Halloween pra dizer que está tudo bem, MUITO bem

31.10.13 dona perfeitinha 3 Comentários

Nada fácil dizer que está tudo bem. Nada fácil ou mais difícil dizer que está tudo mal. Que direito temos de dizer tal coisa? Mas não temos o direito de nos sentirmos down? A vida É cor de rosa. É e ponto. Mas de vez em quando o rosa perde um, dois, três tons, dependendo do quê. O quê? Pode ser quase nada, mas a gente só descobre a bobeira que é depois de alguns dias ou horas, se tivermos sorte! O negócio é não deixar o baixo do momento tomar conta da tua vida cor de rosa. Sim, Rosa! Mas escolha a cor que quiseres, basta que seja uma cor linda! Mesmo o preto é lindo para alguns. Explico: tem gente que tá feliz da vida, mas que aos olhos dos outros está de fazer dó. Aos olhos dos outros viver como vive o outro não é sinônimo de felicidade. Aos olhos da pessoa própria, feliz como só ela, aquilo é que é vida, ela não quer outra. Então o melhor é olhar pra nossa e agradecer. Não importa a cor que queres para a sua, apenas procure não deixar que pequenas coisas a desbote. Eu tento não deixar. A vida, porém, também é complicada. Tem o passado, tem o presente e tem o futuro e em meio a tudo há gente boa e gente ruim. Gente boa que agiu mal. Gente ruim de quem se esqueceu ou com quem não vai mais precisar se preocupar. A convivência é um dilúvio para alguns. Esses preferem a solidão. Triste aos meus olhos, vai saber aos do solitário! Tomara, apenas penso, esteja ele feliz tal qual. Mas pra nós, mais normais e dependentes do outro, do amigo, do companheiro, dos filhos e dos pais, sejamos sensatos: história boa é que não nos falta, pois vivemos elas com outros e podemos contá-las a quem nos convier. Vida feliz pra mim é a de troca, seja de ajuda, seja de conhecimento, seja de sorrisos. Um ombro amigo também é bom nos momentos que bate aquele deprê. Deprê pra quê? Ah... pra refletir sobre tudo isso, e, claro, buscar um ombro. Pra mim melhor se for um ombro de amor, cedido fácil, de graça e incrivelmente poderoso. O poder dele? Me permitir olhar pro céu, pensar no infinito e no tempo e agradecer por isso aqui que tenho de mais valioso: os meus. E aí sim fica fácil dizer 'tudo bem' e ainda repetí-lo com mais convicção: 'tudo MUITO bem'.

Halloween ou... dia das bruxas! Sim, das bruxas! Mas só se faz referência a elas para esse dia nos países de língua portuguesa. E as bruxas tem uma história bonita, mas triste. Foram mulheres que normalmente eram pessoas boas que estudavam 'farmácia', digamos assim, rs. Seriam as 'curandeiras' se fossem índias, por exemplo. De Halloween e também de muitas outras comemorações culturais há por trás histórias interessantes, há questões religiosas, há questões folclóricas, há questões políticas. No caso específico do dia 31 de outubro prefiro ater-me à maravilhosa tradição do 'doces ou travessuras' que não fazemos aqui no Brasil, mas que é simplesmente 'educativa', rs. Não vale a pena na vida fazer a pior escolha, ou seja, escolher ser caçadora de bruxas, à bruxa em si. Gente, a vida é pra ser divertida: divirta-se, você merece, seus filhos merecem. Sofrem aqueles que apontam dedos. Não sejamos preconceituosos, tudo que queremos é ser felizes mesmo e fazer aqueles que amamos o mais felizes possível. Se não há um mal real, por que não? E vivam nossas bruxinhas lindas e nossos dráculas divertidos! Minha filha se fantasiou ontem na festinha do inglês de DracuLaura, conhece? Da série Monster High. Ficou uma fofura com aquele coraçãozinho na bochecha. A parte complicada da fantasia foi pintar com papel crepom rosa mechas no seu cabelo, mas deu certo... digo, deram certo as mechas do cabelo... o que, porém, não deu certo, foi a tinta rosa que grudou nas minhas mãos e não quer sair!!!! Alguém sabe algo milagroso pra resolver o meu problema???? Papel crepom nunca mais, rs! Lição de Halloween!

3 comentários :

  1. Adorei o texto, e posta uma fotinha da filhota de monster...parabens pelo blog , sempre aprendo truques com você, beijosss...

    ResponderExcluir
  2. Tem uma tinta em spray para o cabelo que é bem legal, lavou, saiu tudo.. E fica bem colorido. O papel crepom é duro de sair mesmo.

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com