Pobre de nós blogueiros, rssssss

14.10.13 dona perfeitinha 20 Comentários

Por quê?
Por que tem gente chata nesse mundo?
Gente chata pra si e pro outro?
Que bem sentem em espalhar discórdias, mágoas, chateações por aí?
Eu já sofri inúmeras vezes com gente assim.
Hoje não sofro, acho que simplesmente evoluí!
Hoje vejo a vida de forma mais simples: o que quero pra mim?
A resposta me dá foco e alegria. Me faz pensar 'pra quê gastar meu tempo e meus sorrisos com gente que já se vê que quer mais é tentar me tornar um pouco como ela, triste, reclamona, infeliz com sua linda condição de estar viva e ser capaz de um zilhão de coisas boas, mas prefere as ruins?'. Pobre dessa gente... penso assim.

Acredite você que ser blogueira não é fácil na condição de 'falar ao outro'. Tem gente que não gosta de opinião alheia. Tudo bem, não leia! Mas entra, lê e gasta seu tempo em escrever desaforos. Outro dia entrou uma que me disse bem 'você é turismóloga, não devia dar pitaco como etimóloga', rs. Eu ri, mas senti maior dó. Desculpem-me, mas não há mais calos sobre isso possíveis de crescer em mim!
Mal sabe a moça 'impaciente com esse tipo de coisa', como ela mesma se definiu, que minha verdadeira paixão e devoção é pelas palavras, pesquiso sua origem, me surpreendo com curiosidades da nossa bela língua portuguesa. E já que tenho um blog, gosto de dividir. Conhecimento não tem dono.
Todo o resto que disse a moça, me dando lição sobre as tais palavras em que dei 'pitaco', mostrando que não tinha mesmo lido meu texto por inteiro, estava lá escancarado, escrito mais como uma ajuda a quem quer que pudesse precisar, pois ao escrever, sempre penso: será que tem alguém que poderia gostar de saber disso? Sobre qualquer que seja a coisa, 'turística', 'caseira' ou mesmo 'de etimologia', aprendi depois que nasci e se acho que me foi útil ou divertido ou interessante, coitado dos desavisados, pois vou publicar aqui, afinal esse espaço é meu e é onde eu quero que circule bons fluidos, onde entre muito mais gente contente que infeliz com a vida, mas que esses, quem sabe, descubram coisas divertidas também por aqui, por que não? Se tenho uma maior motivação de escrita no blog, essa é, sem dúvidas, a certeza de que através dele, consigo ficar próxima a pessoas distantes que nunca conheceria não fosse por ele e isso, sinceramente, é instigante! Pensar que posso colaborar de alguma forma com as pessoas que leem o que publico recebo como um presente. E hoje em dia a possibilidade de fazer isso se tornar meu trabalho é mais que motivador mesmo.
O que é triste é ver que tem gente que vive impaciente porque é melhor que o outro e não admite que alguém MENOR que ela possa saber algo ANTES dela. Gente assim não vive e não convive. Gente assim vira nata que finge ser feliz lá no alto isolada. 

Mas uma coisa é certa: cada um de nós deve se auto avaliar de tempos em tempos. Devemos refletir sobre nossos atos e principalmente sobre nossos erros (críticas também são para o bem - eu, inclusive, já cresci muito com críticas 'queridas', ou seja, de pessoas que se 'importavam'). Agora, quem quer o bem do outro não ofende, apenas mostra uma nova interpretação sobre algo, mostra que a intenção é que o outro enxergue melhor a vida, tenha atitudes mais bonitas ou mais inteligentes. Devemos ser flexíveis quando tudo à nossa volta parece implorar por isso. Não vamos chorar ou nos irritar com o outro se descobrimos que estamos agindo de forma errada. Sorte que soubemos a tempo! A vida deve ter foco, mas precisa ser adaptável às várias questões pessoais e profissionais que vão surgindo no caminhar. Um dos focos, sem dúvida, para todos é a felicidade. Mas nem todos os momentos podem ser definidos como 'alegres'. E o que queremos pra gente? O que faz diferença? Não podemos nos menosprezar, nem ao outro! Temos que seguir fazendo escolhas acertadas, felicitando-nos pelas conquistas e nos encorajando a continuar nas nossas quedas. Ninguém é perfeito e nem dono da verdade! Só evoluímos se pudermos conversar e CONVIVER. O donaperfeitinha.com é um bom lugar pra isso também. Sou fã desse blog que mais me trás alegrias e gente querendo trocar boas ideias que o contrário. E vivam as informações que podemos dividir!

E vivam vocês queridos que estão aqui porque gostam, simplesmente! Obrigada! Poucos sabem o esforço que é produzir um post de qualidade. Pequeno ou grande todos nos exigem uma boa ideia, uma boa edição, um bom tempo, uma pitada de coragem por sabermos que não agradará a todos os leitores e principalmente exigem também um amor que não se sabe de onde vem, uma vontade de dividir algo que gostamos com pessoas que não conhecemos, mas que ainda assim desejamos fazer, levando esse pouquinho de informação que passamos em cada texto. É uma coisa difícil de explicar. Minha motivação é diferente. Não sou bem remunerada, mas penso que um dia serei. Hoje o que mais me põe a escrever aqui é pensar que sou boa no ato, é imaginar coisas como 'ah... se minha avó estivesse ainda conosco e lesse isso... acho que ela me encheria de parabéns, rs!'. Coisas do tipo e coisas que minha imaginação já me remunera como ao imaginar alguém sorrindo após um texto meu, correndo pra mãe ou pro marido pra contar a respeito. Isso existe, eu sei! E por isso ninguém pode me ofender.







20 comentários :

  1. Oi Talita,

    Não deixe as coisas pequenas te afetarem, ignora!
    Não gosto de gente que ofende para se sentir bem, de gente que tem prazer em diminuir os outros para se sentir melhor. Mas neste mundo tem todo tipo de gente né?!

    Boa semana!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. sem querer ser chata, mas como vc disse q gosta de estudar as palavras, o primeiro "por que?" do seu texto deveria ser "por quÊ?",já que ele vem logo antes de um ponto

    ResponderExcluir
  3. Liga não...os críticos de plantão sempre vão existir! ignore que logo fugirão! Gosto muito desse espaço e tenho aprendido muitas coisas!

    ResponderExcluir
  4. Realmente Talita... pobre de nós, blogueiras, se darmos atenção a tudo o que falam sobre a gente e sobre o que escrevemos em nossos blogues. Como vc disse, conhecimento não tem dono e tudo o que vier agregar coisas boas em nossas vidas é válido e se é algo que eu já sei 'de trás pra frente', por que não acrescentar algo que possa agregar ainda mais valor àquela informação??? Mas nãããooooo... tem gente que tem mesmo o prazer de agir ao contrário. Pobre deles, isso sim!
    Abs e boa semana
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  5. É isso mesmo chará! O blog é muuuuito legal, continue autêntica assim.
    Seu escrito sobre o dia das crianças foi demais, até parece q descrevia minha infância rsrsrs beijo Talita.

    ResponderExcluir
  6. Talita minha amiga, se eu te conhecesse, corria p te dar um abraco! Que coragem!
    Vc é otima! ainda bem q sabe disso!
    Estou mto feliz e agradada pelo blog!
    Leio todos os dias! Parabens! Vc é demais, um grande carinho! um grande abraco! Sou sua fa! Bjokas Mariana Leao - Anapolis, Goias

    ResponderExcluir
  7. Linda, te adoro, belo texto, acho que estou nesta mesma fase que você, me preocupando apenas com os que me querem bem...felicidades, adoro seus textos, parabens pelo blog...

    ResponderExcluir
  8. Pois eu, querida Talita, te parabenizo por usar a internet como trabalho e por conseguir aliar a isso a capacidade de melhorar a vida das pessoas com suas experiências ou simplesmente dizendo nas entrelinhas de um poema que apesar de tudo, vale a pena continuar...NÃO É PARA QUALQUER UM NÃO! Gente que usa o seu tempo para ofender o outro nos deixa como lição que o papel da mediocridade não é definitivamente o que vale a pena desempenhar, pois é vazio. Seus posts, esses nunca voltarão vazios a você, tenha certeza, pois o amor e a sinceridade em partilhar a sua vida com o outro, mesmo se expondo a mesquinhez de alguns, por si só já tem grande valor e é um ato de coragem.
    Um forte abraço.
    Rejane.

    ResponderExcluir
  9. Bom Dia Talita,

    "... O teu trabalho é a oficina em que podes forjar a tua própria luz." - Emmanuel

    Algumas pessoas são egoístas e tentam ofuscar os outros com sua luz, outras porém só querem iluminar aos que estão a seu redor. Continue brilhando e distribuindo sua luz .. e não esqueça .. nós te adoramos !!!

    Um grande abraço,

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Talita,

    Lendo o seu post, pude perceber o que você faz te dar prazer e alegria, não se abale com criticas destrutivas." Corrija um sábio e o fará mas sábio, corrija um ignorante e o fará teu inimigo". Sendo assim faça o que te dar prazer e ignore aquilo que você não gosta. Há seus texto são ótimos.

    ResponderExcluir
  11. Uai, como vc adivinhou que eu leio e conto tudo para o meu noivorido? Até ele já reproduz verbalmente o que lemos aqui... como outro dia entre amigos lembramos do dia em que sua filhinha perguntou "o que é prego?" após vocês terem alertado ela várias vezes para ela não pisar no prego. Tipo isso... tipo tirar mancha de desodorante da camisa... tipo visita ao zoológico com as crianças, tipo deixar o vinho respirar na janela antes de degustá-lo, tipo usar vinagre para soluções domésticas... tipo isso que eu e ele aprendemos por aqui. Força na peruca que a gente quer continuar nos alimentando!!!! Bjao.

    ResponderExcluir
  12. Talita, oi! Querida, liga para isso não... Esse tipo de pessoa já se sentiu "atendida" quando voce a mencionou em sua crônica.
    Uma das razões que não tenho Blog é precisar ter de lidar com baixarias, gentalha infeliz e mal resolvidas.

    Adoro teu Blog porque ele é, exatamente, do jeitinho que é. Muda nada nele, viu?!

    beijoca =0*

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Talita,

    Tudo bem?

    Adorei seu texto.. aliás a maioria deles... e queria dizer que acontece exatamente isso que escreveu no final do texto.. depois de ler ou ver algo que me identifico no seu blog, vou correndo contar ou mostrar pro marido.. rss

    abraços
    Mirian

    ResponderExcluir
  14. Sempre leio seu blog e gosto muito, as vezes quando leio penso: " Gostaria de ter esta facilidade para escrever" acho tudo escrito com delicadeza. Parabéns!
    angelavbrandao@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Vc está certíssima, não devemos dar atenção a criticas destrutivas. Seu blog é 10! Eu sou uma das que saio comentando e mostrando seus posts para as amigas.
    Já li o blog todo, Vc é muito verdadeira, gostei bastante do post sobre intercâmbio, poucas pessoas tem coragem de falar do lado "negativo" desta experiência.
    Continue postando! Seu blog esta na minha lista de favoritos e leio todos os dias. Bjos

    ResponderExcluir
  16. @Anônimo
    Oi... é isso mesmo, obrigada! Grande distração, já de cara, rs. Qual seu nome? Beijos!

    ResponderExcluir
  17. À todas vocês...
    Estou tão feliz em ler tantos comentários e todos tão lindos e ricos assim nessa postagem que preciso antes de tudo agradecer... me fizeram rir, encher os olhos de água. Alegria. Vocês me emprestaram um pouquinho da de vocês. Um beijo grande em todas,
    Talita Cavalcante.

    ResponderExcluir
  18. Quanto mais a gente se expõe, está em evidência, mais estamos sujeitas a esses "julgamentos infelizes"...

    Mas o que mais gostei no post foi saber que vc também é turismóloga! =)
    Sigo o blog há pouco tempo e agora tenho mais um motivo para identificar com você!
    Tudo de bom e mt sucesso!!! =)

    ResponderExcluir
  19. Quem é o dono da verdade? O que serve para vc pode não servir para mim e vice-versa. No entanto o ato de compartilhar já mostra que vc tem um grande coração. Posso dizer que suas dicas e reflexões me ajudam muito. Qdo preciso de algo que me ajude no dia-a-dia muitas vezes penso: Será que a Talita já escreveu sobre isso? Então aqui estou, rs. Beijos e continue assim... motivadora para nós, seus leitores de cada dia. Roberta

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com