Leveza, essa tal leveza

15.4.14 dona perfeitinha 0 Comentários

Uma música tocante, um lugar tranquilo, preocupações latentes abandonadas naquela lixeira ali. Você pode tudo, você sente que sim. Você acha que ainda tem muito pra refletir. E tem, tem sim! Acontece que dentro de você há uma ansiedade em saber; saber a que veio, que missão te deram. Deus? Além? É essa sua primeira, segunda, quadragésima vida? Você raciocina, se questiona, questiona a vida. Você repele pensamentos, você se corrige, mas há algo ali que não pode ser evitado, há de ser devidamente considerado, pensado. Há quem passe a vida toda cego para os lados. E você sabe que não quer ser um desses. Mas que foco é esse que não te permite conhecer o contorno? Entender a razão das coisas, refletir sobre a moral e a justiça? Quem é o grande soberano da sua vida? 

Leveza é uma coisa difícil de conquistar. É rara, mas almejada por muitos. Querê-la é o primeiro grande passo para amadurecermos e sermos bons de verdade. Ser bom para você e para o outro. Claro que na vida há momentos em que, com alguns, não se deve ser nada, nem bom, nem ruim. Há pessoas que não querem descobrir seu foco, sua missão. Elas estão sugadas pelas dificuldades ou pela ambição, grandes desestruturadores da humanidade. Elas chegam a querer fazer muito mal a você. Mas você, de posse da leveza, não lhes dará oportunidade alguma. A leveza da vida é um grande guarda-costas, um grande protetor da sua auto estima e dos seus sentimentos. Evita rancor, evita solidão, evita o ódio. Faz você enxergar a vida como deve ser enxergada e dar o devido valor a cada um que encontrar por aí. Tendo leveza e foco na vida, só lhe restará acreditar e seguir em frente do mesmo jeitinho. Atrairá boas coisas, repelirá as ruins. Parece até o segredo da vida, mas não é. A leveza é apenas o primeiro passo para essa descoberta. E para cada vida, uma história, um segredo. Somente eu pra descobrir o meu e você pra descobrir o seu. Mas uma coisa parece clara: descobri-lo é tão difícil quanto viver sem um foco, uma missão. Gostaria que todos incluíssem em seu foco individual a bondade e a ausência de críticas infundadas ao outro. Vejo por aí muitos pais repelindo a alegria dos filhos. Alegria essa que deveria ser cultivada. Alegria gerada por coisas boas, que não causa mal a ninguém deve ser motivada. É a partir dessa permissão à alegria que se permite a leveza na sua vida. Imagine uma criança que tem suas alegrias podadas o tempo todo, imagine que adulto difícil de se entender ela se tornará! Por enquanto a criança não tem a leveza conquistada, qualquer um pode lhe marcar a história, para o bem ou para o mal. Permitamo-nos buscar para nós a leveza e também a oferecê-la como algo possível e motivacional para as crianças. A leveza tem base na alegria, mesmo que o ambiente à volta seja de dificuldades, quaisquer que sejam.






0 comentários :

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com