Ética na blogosfera: é preciso boa moral pra construir um bom blog: um aprendizado junto a um estudo de caso

24.7.14 dona perfeitinha 1 Comentários

Fiz faculdade e em seguida duas pós-graduações. Mo meu MBA de gestão estratégica de negócios o que mais fazíamos era análise de estudos de caso. 

Estudo de caso é um tipo de antecipação de problemas sobre, normalmente, um negócio, uma empresa. A proposta é que focando um problema mal estruturado sejamos capazes de criar argumentos lógicos para propor soluções ao tal problema que ainda parece 'sem saída', digamos assim.

Então hoje resolvi trazer para o blog um estudo de caso. E se trata desse meu post aqui:


Lá apresento um caso real de um blog pertencente a duas autoras que inexperientemente errou comigo e com seus leitores ao publicarem um texto com fotos minhas deixando subentendido que as fotos eram delas e em sua defesa dizendo que 'acharam as fotos no Google'.

Percebem o problema mal estruturado desse estudo de caso, rs?

Acredito piamente que errar não é errado e que é errando que mais aprendemos. E acredito que no caso dessas duas blogueiras que, quando produzem posts realmente próprios, arrasam, fazendo muito bem feito mesmo, que, erraram por ignorância. Prefiro acreditar que não estudaram nada sobre trabalhar na internet e simplesmente 'acharam' que podiam copiar fotos que aparecem nas Imagens do Google, postando em seu blog particular, sem precisar conhecer os links de origem que estão vinculados à cada uma das fotos. O maior erro delas foi deixar de linkar o trabalho do blogueiro ao qual as fotos pertenciam (no caso eu) e, fazendo isso desrespeitaram também seus leitores. 

Mas tudo podia se resolver fácil. A melhor saída? Ao saberem que tinham errado comigo, deveriam ter linkado meu post de onde saíram as fotos do post delas e simplesmente assim teriam corrigido o erro.

Porém... escolheram me enviar um email jogando a responsabilidade no Google e em mim.

E já que tive o trabalho de responder a elas, pois acredito sinceramente no potencial do blog delas que é muito lindo e que tem conteúdo próprio bom, acreditando também que elas erraram na ignorância mesmo, trago o email que fiz em resposta ao e-mail delas para que quem possa estar começando nessa vida de blogar entenda melhor como funciona essa tal 'ética entre os blogs e a boa moral com que deveríamos todos postar'.

O fato é que elas tiraram do ar o post errôneo delas em lugar de corrigí-lo:

Caso algum dia volte ao ar, o link era esse acima e continha fotos minhas sem a marca do endereço do blog que tinha inscrito nas imagens originais e estavam debaixo de um texto que deixava o leitor achar que as imagens pertenciam àquele blog.

Não publico aqui o e-mail que recebi delas por respeito ao que foi me enviado privativamente.

Segue meu e-mail que espero possa ajudar muitos blogueiros iniciantes. E meu desejo é que todos nós juntos nos respeitemos e produzamos conteúdo bom e interessante, mesmo que baseado em ideias de outras pessoas, de revistas e, principalmente, de outros blogs:

Meninas (substitui aqui o nome delas), oi!


Encontrei o e-mail de vocês ontem em minha caixa do donaperfeitinha@donaperfeitinha.com que, infelizmente, por excesso de mailing tivemos esse maior 'mal entendido'.
Realmente e novamente, infelizmente, continuamos com esse mal entendido. A grande verdade é que nós que trabalhamos blogando, mais do que qualquer outra pessoa que usa a internet, somos responsáveis em alto grau por tudo que publicamos.


Vejo três equívocos ainda e, por mais que eu não pudesse gastar tempo com isso, o blog de vocês tem potencial bom, os posts que penso terem fotos pessoais são excelentes, layout fantástico, e acho que se vocês entenderem o que eu tenho pra dizer, seria ótimo pra vocês e pros seus leitores. Não sei há quanto tempo vocês postam, mas imagino que não muito, já que estão usando do equívoco número 1 das blogueiras iniciantes que é acharem que não são diretamente responsáveis pelas imagens que pegam no Google e publicam em seus blogs particulares. Deixo de lado a questão de quem tirou os créditos das minhas fotos, pois não quero entrar nisso. É triste e feio quem tem a coragem de fazer isso e se estou aqui me dedicando a escrever-lhes ensinando um pouco da minha experiência é porque, obviamente, estou botando fé nas palavras de vocês. Mas saibam que esse é o menor dos erros, dentre todos cometidos, mesmo que seja sem querer, por vocês.


Voltando ao primeiro deles, da responsabilidade sobre fotos publicadas. A não ser que sejam fotos artísticas virais que são aquelas como, por exemplo, de um pôr do sol, de uma paisagem que por mais que você adentre internet afora, nunca se encontra a autoria do fotógrafo; qualquer outra pertence a alguém. E não sou contra se usar fotos de outros, mas o que sou contra é a tentativa de tirar a responsabilidade de si dizendo que 'achou no google'. Isso é contra a ética de trabalho na internet. O google vincula em cada uma das fotos, inclusive das virais, foto do seu link de origem. Então quando você acha uma foto, é de conhecimento de todos que junto você pode acessar a página do site ao qual pertence a foto.  Tenho até curiosidade de saber o link de origem das fotos que vocês pegaram sem os créditos porque essas minhas fotos estão no topo das imagens de busca ao se referir à mancha de óleo ou de gordura e todas vem como na origem (com o endereço do donaperfeitinha que editei nessas fotos específicas) e levam ao link de origem que é no meu blog; com exceção de uma única foto que está vinculada a um blog que também está na lista dos blogs que copiaram do meu sem linkar origem (e ainda editaram a foto tirando a marca do endereço que coloquei nela) que é esse que segue abaixo, se tiverem curiosidade: http://giragiraffa.blogspot.com.br/2012/11/dicas-pra-facilitar-o-dia-dia.html   -  e realmente eles tiraram os créditos, mas é de uma foto só, não sendo as mesmas que usaram.

De qualquer forma, a responsabilidade sobre seu post é sua e não minha. O correto, assim que souberam por uma leitora minha que fez um comentário no post de vocês sobre o ocorrido, tendo a partir disso conhecido meu blog e meu post onde estão minhas fotos que publicaram no blog de vocês, o correto seria ter linkado meu post e corrigido aquele texto aparentemente indutor de que aquelas fotos foram tiradas por vocês (e por favor, não tentem justificar isso, porque nenhum leitor é bobo... fazer isso não queimou o filme de vocês apenas comigo, mas com todas as pessoas que leram e foram induzidas a acreditar que aquelas fotos eram suas e agora sabem que não é - outros leitores me disseram que encontraram outros posts no blog de vocês com o mesmo esquema - não sei sobre isso, mas pelo email de vocês parece que realmente usam do recurso 'vamos criar um post pegando foto do google sem linkar origem'). Então saibam que eticamente falando sobre respeito ao trabalho do outro, ao pegar qualquer foto no google, no lugar de colocarem 'achei no google, quem souber a origem que tenha o trabalho de me enviar o link', cliquem no link que o google te oferece para descobrirem a origem da foto que vão usar e então façam um excelente post, de preferência elogiando o trabalho do dono das fotos e linkando a página da pessoa. No caso das minhas fotos que só vocês sabem quais são elas que aparecem no google sem o endereço do site impresso, se vocês tivessem acessado e linkado a página vinculada a elas pelo google, linkando no post de voces; eu, ao entrar, iria direto ao verdadeiro blog que primeiramente fez a coisa errada e a responsabilidade de vocês estaria imaculada, mas vocês progrediram o erro, infelizmente.


Iniciar-se numa profissão, qualquer que seja, não é fácil. E errar é comum, mas precisamos primeiro assumir nossos erros para continuar trabalhando cada vez melhor.  E é possível crescer sendo bom e também sendo ruim, moralmente falando. Isso é uma escolha que cada profissional faz. Você prefere um advogado que não tem escrúpulos para conseguir vencer um processo ou um advogado que vence por ser bom, mas não vai mentir por você? Também há quem prefira ler/contratar os profissionais moralmente deficientes e os que preferem os de moral ilibada. Vocês terão público sempre, não se preocupem quanto a isso, mas quanto a como caminhar é uma escolha que depende só de vocês.


Acho que vocês erraram em tirar do ar o post, pois parecem que estão querendo esconder o percalço. Percalços são a prova do nosso crescimento se soubermos agir corrigindo e não escondendo.


E o segundo equívoco de vocês foi exatamente esse acima. Se apoiaram em jogar de novo a responsabilidade no outro, dessa vez em mim. Responderam à minha leitora que foi até vocês questionar sobre o post em questão que eu, Talita, NUNCA respondi ao e-mail de vocês e não enviei as fotos originais com os créditos, portanto vocês não poderiam fazer nada. Eu não enviarei fotos e nenhum autor de qualquer outra foto de posts que já tenham publicado enviará. Não podemos ser responsáveis por isso, gastar nosso tempo com isso. Os links de origem de autoria estão todos, como já falei, vinculados às fotos do google e bons leitores sabem disso e esses são quem lê de tudo, visitam todo tipo de blog, e chegam a mim para denunciar erros desse tipo de desrespeito com o meu trabalho. Eles são leitores tão bons que se indignam mais que a gente que é vítima. Eu, sinceramente, precisei fazer um post sobre o post de vocês porque é uma forma de agradecer os meus 4 leitores que denunciaram seu post que entrou pra uma lista grande de muitos outros.
Espero que vocês parem um pouquinho pra pensar porque imagino que a primeira reação é de raiva egocêntrica (normalmente!) e, no caso, de mim!  Mas no lugar de vocês eu me sentiria agradecida e pensaria 'Bom ter aprendido isso agora que estou só começando a ter levado mais alguns anos e ter criado mais conteúdos desrespeitosos em meu blog'. Espero que com vocês não haja raiva porque gastei um tempinho que não podia acreditando que são pessoas de coração bom simplesmente para ajudá-las a entender a ética do trabalho de blogar quando se trata de 'citações' ou uso de ideias ou fotos de outros blogs/sites/revistas/livros, etc. Esconder-se da responsabilidade é algo que prejudicará vocês mais tarde no exercício da profissão de blogueira.
Vou acompanhar vocês a partir de hoje... mas numa próxima resposta a alguém em comentário que denunciar que usaram foto de outro blogueiro, apenas respondam que não sabiam e que vão corrigir o erro. Linkem no post em questão de vocês para o blog de origem e façam um texto que deixe claro que aquelas fotos são do site linkado.

No caso de vocês, houve um terceiro erro, pois vocês disseram no email ao qual estou respondendo que tiraram a ideia da mistura do post com as minhas fotos que fizeram em seu blog desse link aqui:(http://www.patricinhaesperta.com.br/papo-de-mulher/tirando-mancha-de-gordura), mas no post de vocês, vocês não disseram isso e não linkaram o tal texto para o leitor... aquele texto que escreveram deu a entender que vocês quase criaram a ideia. Saibam que a criação da mistura também tem autoria e pertence a um professor de química brasileiro... tudo fica mais interessante e confiável se não quisermos simplesmente ganhar leitores, mas sermos verdadeiramente bons no que fazemos.
Boa sorte nos novos posts,

Talita.



Espero que o email acima possa ajudar muita gente nessa caminhada cheia de percaços que é blogar.







Um comentário :

  1. Esta corretíssima!! E penso que é o mesmo quando fazemos algum trabalho seguindo a ABNT!! Tem que ter bom senso e ética tbem na internet!!!

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.
Se precisar, entre em contato conosco através do email: talita@donaperfeitinha.com