Lá vai a moça

Lá está a moça.
Moça do vestido longo
Ora de flores,
Ora rosa,
Ora de muitas outras cores.

Lá vai ela, carregando sua sombrinha
Protegendo-se do sol
E olhando o horizonte.
Ao longe, percebo...
Seu olhar fixo num certo ponto.

O que será?
Ela não olha nem mesmo pro cachorro que ao seu lado late e late.
Moça de vestido longo. Hoje branco.
Sapatilhas que não se vê.
Cabelos, como sempre, presos.
Só não consigo entender.

Lá vai a moça
Do vestido longo,
Do cabelo preso.
Da sapatilha que não se vê.
Lá vai a moça.
Mais um dia e não entendo por quê.



E a gente se vê e se lê por aqui e nas redes sociais:





You May Also Like

1 comentários

  1. Olá Talita,
    Adorei o seu blog, achei pelo google, parabéns, tem dicas super bacanas!
    Me faça uma visita tbm!!!
    Grande Beijo
    Carol

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.