Como fazer o ovo poché mais lindo! Com a técnica do plástico filme e outra dica incrível!

26.2.17 Talita Cavalcante 0 Comentários

(Imagem de ovo poché com efeito do lança chamas na finalização)

Por mais simples que a técnica original do ovo poché seja, nem sempre ela funciona, sério! Quem já assistiu a Julie e Julia, sabe do que estou falando.

E é uma alegria enorme quando o ovo, direto na água quente, quase fervente, sai lindo.

Eu gosto de tentar métodos diferentes. Gosto do tradicional, da água parada, ovo nela, de tirá-lo com escumadeira, levando direto para água fria, parando o cozimento. Mas nem sempre ele fica um ovo bonito.

Descobri que se eu girasse a água fervente com um fouet (batedor de claras) e jogasse o ovo ali, ele ficaria com uma calda interessante. Nessa técnica, acrescentar vinagre à água faz toda a diferença mas, assim mesmo, teremos ovos saindo feios em alguns momentos.

Hoje, no entanto, vou ensinar aqui a fazermos o ovo poché mais bonito do mundo (sim sim!). Não tem erro nesse aqui. Ele fica pronto em 4 ou 5 minutos (calculo 4 minutos e 15 segundos para uma gema molinha que escorre sem excesso) e seu formato é sempre o mesmo, graças ao plástico filme!

Estado da gema (escorrendo no prato) que gostamos:


A técnica do plástico filme, aprendi com a Rita Lobo (quem quer aprender coisas incríveis de cozinha, deve acompanhar seu site, o Panelinha).

Como dazemos o ovo poché ficar linda:

Plástico filme aberto sobre um recipiente pequeno (uns 60 cm de plástico), com algumas gostas de azeite que devem ser espalhadas com pincel no centro do plástico (apenas onde vamos colocar o ovo). Quebramos o ovo e colocamos sobre o plástico, dentro do recipiente. Temperamos com sal e pimenta:


É hora de fechar o plástico e, no processo, devemos fechar evitando prender ar junto ao ovo para que ele não boie na água. Colamos o meio do plástico, rente ao ovo, primeiro, e, em seguida, fechamos as laterais, enrolando-as:

Gosto de cortar um pedaço extra do plástico filme para amarrar as duas pontas enroladas (rente ao fechamento do ovo). Em seguida, prendo o plástico nos dentes de um garfo virado para baixo (técnica que evita que fiquemos segurando o plástico sobre o calor da água), com altura para mergulharmoa o ovo na água da panela sem que ele encoste no fundo da mesma:

E, com a água fervendo, afundo o ovo na panela:

O ovo, portanto, fica cozinhando por 4 minutos ou um pouco mais (+15 egundos). Retiro imediatamente e mergulho em água fria para interromper o cozimento, conseguindo um ovo com a clara totalmente cozida, mas com uma gema que escorre no prato:


E temos, por fim, um ovo poché lindo, do tipo que tem um padrão. Mas, apesar desse ser o ovo poché mais bonito, o melhor é aquele ao gosto de quem come e à técnica que mais encanta o cozinheiro. Porém, fazer de formas diversas é sempre divertido e um aprendizado sobre como cada um de nós gosta mais.

Espero que tenha gostado dessa técnica.

A gente se lê e se vê por aqui...

0 comentários :

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.