Ser mãe, ser pai: com alegria!


Uma música pela manhã, uma boa leitura ao dormir... Nem sempre temos tempo pras coisas que nos ajudam a relaxar, a sorrir. Verdade, não é? Mas quando nos tornamos mãe e pai, priorizar momentos agradáveis assim passa a ser essencial para a alegria de todos.

A falta de tempo piora e se deixamos tudo como está, sem acrescentar melhorias às nossas rotinas, complicações surgem e passamos a enxergar a vida de modo equivocado. 

Já ouviu pessoas que se tornam pais e juntamente se tornam reclamões? Acham tudo difícil, deixam de fazer coisas agradáveis, dizendo o contrário sobre elas.

Podemos controlar nosso modo de enxergar a vida e, o melhor é sempre preferir identificar os lados bons a diminuí-los ou ignorá-los.

Eu, como mãe, também tenho dificuldades, mas sigo um lema que me ajuda demais a lidar com as obrigações sem me deixar ser levada pelo estresse: a obrigação também pode ser divertida. 

Meu marido tem o dom de tornar momentos assim super descontraídos e aí, ao invés das caras fechadas ou da exasperação pelo tempo corrido, caímos invariavelmente todos em risadas. 

Aprendo muito com ele nesse sentido e acho que com um, dois ou mais filhos, podemos colocar em prática atitudes que nos distraiam da repetição massiva das obrigações. Nossos filhos precisam disso! Eu tenho dois que adoram enxergar a vida por essa janela cuja vista é das mais bonitas. Minha obrigação como mãe, é mostrar pra eles que alegria deve imperar. 

Sozinha tendo a ser mais séria, seguindo a lista 'what to do now', sabe? Mas é bom pensar que a música pode rolar mesmo na hora de dar banho, escovar dentes, arrumar o lanche da escola, recolher os brinquedos pela casa, atender aos chamados necessários. E não só pensar, pois isso é real e possível. Eu mesma já consigo na maior parte do tempo. A música rola solta e, junto, nossa alegria.

Escovar os dentes fica mais divertido... 'Cadê a língua branca? Fugiu?... Achei!"... "Nossa! Mas que boca cheirosa! Hoje você está de parabéns, escovou melhor que eu!". 

Juntar as atividades é outro grande truque.... Se estou na área de serviço limpando alguma mancha urgente, filho junto faz bem também. Podemos ensinar, mostrar como se faz ou mesmo chamar pra ficar junto, só pra conversar. Claro que eles não param quietos e que bom, não é? 

Escovar dentes junto também é jeito prático de economizar tempo. O banho também fica mais divertido e a leitura na cama pode até ser mais infantil do que eu gostaria, mas rapidinho dá sono satisfeito nos pequenos. 

Com um ou mais filhos, temos que aprender a continuar ativos. Sem essa de frescuras do tipo 'não pode mais isso', 'não pode mais aquilo'. Com filhos, podemos e devemos continuar a fazer tudo que mais gostamos. Fica ainda melhor com eles, pois teremos sempre com quem dividirmos. 

Esse é o jeito que vejo pra tudo caminhar de forma bonita, inventando brincadeiras novas, adaptando as antigas. Quanto mais criarmos momentos em que compartilhamos com nossos filhos alegrias e eles entre si, estando juntos aos irmãos, tudo fica mais divertido. E assim, os papais aqui vão dando conta bonito desse privilégio de ter filhos, sem deixar de se esforçarem por manterem os sorrisos nos rostos, esquecendo que existe cansaço e aprendendo algo novo e melhor a cada dia.




You May Also Like

1 comentários

  1. Que bacana Talita!
    Sempre damos um jeitinho ,não?
    marcela

    ResponderExcluir

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.