5 horas da manhã: O despertar - A importância das duas primeiras horas do dia


Descobri há pouco tempo que sou mais feliz acordando bem cedo. Levanto, na maioria dos dias, às 5h30 e é tão bom que estou pretendendo me programar para levantar às 5 horas em breve. E sei exatamente uma das coisas que mais me faz bem ao levantar cedo: ver, todos os dias, o sol apontar no horizonte. Quantas cores, quantos bons sentimentos aflorados em mim pela cena!

Estou aqui hoje pra tentar te convencer a experimentar uma rotina diferente pela manhã em prol de mais qualidade de vida para você. Não quero que seja exatamente como a minha, mas vou usar a minha experiência pra inspirar você a querer criar algo parecido para as duas primeiras horas do seu dia.

Os benefícios que incorporei na minha vida ao mudar meus hábitos pela manhã são inúmeros e tenho experimentado coisas novas sempre, em busca de encontrar mais motivos que me façam pular da cama sem titubear ao som do despertador.

O que faço aqui não é novidade! Há muitas pessoas adotando uma rotina como a que eu adoto pelas manhãs. Existem, inclusive, grupos na internet em que as pessoas se reúnem para dividirem motivações e ideias. Existem milhares de livros como o 'The 5 Second Rule: Transform Your Life, Work, and Confidence with Everyday Courage', de Mel Robbins e o mais famoso de todos, 'O milagre da manhã', de Hal Elrod, que podem nos ajudar a conseguir a 'agir' logo cedo nas nossas manhãs. Em um vídeo no meu Canal (clica aqui), conto um pouco da minha rotina matinal muito auxiliada por leituras como essas. Alguns tipos de autoajuda são realmente inspiradores e podem sim nos motivar a sair da comodidade e, por isso, indico esses dois livros pra te ajudarem!

Comigo tudo começou quando percebi que já tinha 34 anos e era sedentária com problemas de dores lombares! Nossa! Hoje já tenho 35 anos e vou à academia duas vezes por semana há exatos um ano e meio, sendo que não sinto mais dores graves há mais de ano! As poucas faltas que tive (compensadas depois) não foram (nenhuma) por motivo de preguiça, o que já me deixa bem orgulhosa.

Apesar de frequentar a academia apenas duas vezes na semana, faço exercícios todos os dias, sempre pela manhã. Prancha e bike (ergométrica) são meus preferidos!

O fato é que para entrar na academia, percebi que só conseguiria se fosse antes dos meus filhos acordarem. Comecei às 7 da manhã e continuo no mesmo horário até hoje. Ao chegar em casa, pouco depois das 8h, já acordo as crianças, preparo o café-da-manhã deles e começamos felizes a logística das atividades.

Depois de acostumada a levantar às 6h30 duas vezes por semana, fui experimentando fazer o mesmo todos os dias. Depois de algumas semanas, fui levantando às 6h e gostando do tempo livre comigo mesma que passei a ter.

Hoje minha rotina matinal funciona assim:
- Levanto às 5h30
- Lavo meu rosto e escovo meus dentes
- Bebo bastante água e tomo meu remédio
- Vou até a cozinha ou até a varanda e vejo o sol nascer
- Vou até a sala e medito por 15 minutos
- Escrevo no meu diário
- Faço 3 séries de 1 minuto de prancha.
- Pedalo minha bike por 40 minutos a 1 hora lendo um livro (ou vou à academia nos dias dela).
- Tomo meu café da manhã com minha família quando todos já estão de pé!

Amo ler, mas quase sempre lia apenas à noite. Depois dessa nova rotina matinal, foi ótimo voltar a pedalar minha bike lendo (costume que eu tinha quando a rotina era mais fácil).

O que percebi de melhoras na minha vida:
- Sinto que sou bem mais paciente nos momentos estressantes e acho que a meditação leva o maior mérito por isso. Meditar não é fácil. Há anos eu experimentava diversas maneiras e pouco avançava. Ao fazer isso todos os dias, percebo uma evolução contínua na minha meditação. É sensacional! Eu poderia escrever um post só sobre isso! Há meditações guiadas no YouTube, livros, podcasts sobre o assunto! Vale a pesquisa. Eu gosto da meditação que se aproxima da Zazen que aprendo com a monja Coen.
- Produzo de forma mais organizada no trabalho: Escrevo mais rápido, com mais foco. As edições dos meus vídeos ganharam agilidade, apesar de eu estar trabalhando pra melhorar muito ainda. Mas estou bem satisfeita com meus objetivos e metas alcançadas em seus tempos.
- Sinto que estou mais forte, meu corpo agradece!
- Sinto, especialmente, que estou mais racional e compreendo melhor minhas emoções, seus starts.
- Ao escrever no meu diário, registro todas minhas reflexões importantes do dia anterior e como sempre me preocupo com o autoconhecimento, sinto-me mais segura a respeito de mim mesma a partir desse pequeno ato. No meu diário gosto de registrar o que aprendi no dia anterior e, especialmente, meus sentimentos de gratidão.
- Minhas leituras feitas na minha ergométrica finalizam minha rotina solitária da manhã. E amo ter mais tempo agora para ler mais romances, mais dos livros que amo começar o dia lendo.
- Percebo que sou mais positiva nas minhas conversas, sou mais empolgada com as atividades rotineiras e também das esporádicas em família, além, claro, de me dedicar com mais qualidade ao meu marido e aos meus filhos. Olhar demoradamente nos olhos, demorar-me mais nos encontros e despedidas, perceber minha respiração e a deles, quase que sentindo os segundos bem vividos.


Espero que você encontre ótimas motivações como essas que encontrei para mim para pular da cama em 5, 4, 3, 2, 1! Todas as manhãs, o mais cedo que puder.

Te garanto que essa escolha, essa mudança de hábito, faz muito, muito por nós! E com ela, também te garanto que fica bem mais fácil criar coisas positivas nas nossas vidas e fazer as coisas acontecerem em nossas casas, em nossos trabalhos, por nossa família!




5 horas da manhã: O despertar - A importância das duas primeiras horas do dia 5 horas da manhã: O despertar - A importância das duas primeiras horas do dia Reviewed by Talita Cavalcante on setembro 15, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.

""Obrigada por visitar e compartilhar! Inscreva-se no YouTube!""

Tecnologia do Blogger.