Vida diferente da minha, o que é respeito?

Dá pra perceber que poucas pessoas sabem exatamente do seu tamanho em relação ao mundo.
Muitos bancam de especiais pra si e para os outros.
Não posso julgar, já que seus sapatos nunca calcei,
Mas é certo que esse sentimento denigre um pouco a imagem do outro que é diferente.
Quem especial se sente, na hora de realmente compreender as diferenças dos outros seres,
Pouco sentem de bom nessa observação.
Sentem repulsa, fazem 'tisc, tisc' balançando a cabeça. Nada sentem de bom sobre o diferente.
Afinal, pensam pra si, 'sou eu o padrão especial, o ideal. Pensar como eu é que é legal'.
Quanta falta de respeito tem quem pensa como tal. Nada vejo nisso de especial.
Vejo pessoas lindas que mesmo diferentes compreendem o outro, seu oposto que seja.
Dão ouvidos e nada de acharem que devem mudar quem elas ouvem.
Não pensam que precisam 'ajudar' ou 'dar conselhos'.
Essas pessoas lindas sabem doar-se sem cobrança, sem proferir mudanças nas vidas que não lhes pertencem.
E elas sabem algo que todos nós deveríamos aprender.
Elas sabem sentir a real definição da palavra RESPEITO.
Quem algum dia já sentiu respeito verdadeiro, sabe que nunca se sentirá especial, o escolhido, o 'bam-bam-bam'.
Quem já sentiu isso entende que é, apesar das diferenças com o outro, um ser igual em essência.
Humano que sente, que chora, que ama e respeita também o diferente (igual na essência) que sabe que seria ruim demais viver num mundinho em que todos enxergam a vida da mesma maneira,
Pois entre os iguais sempre existirão aqueles que se sentem especiais demais para se sentirem iguais.
E viver com pessoas especiais demais é escolher não evoluir, é escolher se sentir menor do que se é, é amuar-se no lugar de acrescentar ao outro,
Afinal...
O outro, o tão especial, não quer ouvir mais ninguém.
Ele tem todas as respostas...

Sinto um dó tremendo desses que passam a vida sem darem uma olhadela respeitosa para as descobertas de experiências diferentes das dele.
Viverá sem novos aprendizados.
Morrerá igual: tão especial, mas tão pobre de novos conhecimentos!
Mas se a ele basta o único conhecimento, tão especial que o impede de conhecer outros, devemos respeitá-lo também. E é aí que se encontra nossos problemas de pessoas diferentes que somos,:
Precisamos respeitar verdadeiramente essa escolha do outro, sem tentar convencê-lo a ser como nós que queremos aprender mais coisas.
Só sentimos respeito de verdade quando,
Por mais que sintamos dó de quem se acha com a única verdade possível,
Aprendemos a observar e aceitar que essa escolha não é nossa, mas também aprendemos a exigir respeito por nossas próprias...
Eu não posso te julgar e você também precisa compreender que minhas escolhas são parte da minha felicidade. Essa sim é única!
E quem descobre o caminho próprio para ela, precisa aprender a pedir respeito por ela.
E, depois de todas essas palavras, já sabemos como fazer para que os outros respeitem a nossa felicidade:
Respeitando, nós mesmos, a felicidade do outro.


Vida diferente da minha, o que é respeito? Vida diferente da minha, o que é respeito? Reviewed by Dona Perfeitinha on maio 30, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz.

""Obrigada por visitar e compartilhar! Inscreva-se no YouTube!""

Tecnologia do Blogger.