Pensar e falar que o outro é falso é sinal de falta de conhecer a si mesmo


Falsidade não é algo que possa definir alguém por completo.
Até porque duvido que haja um serzinho qualquer nesse mundo que seja o tempo todo coerente e o tempo todo 'bom' ou mesmo 'falso', entende?

Só de você pensar e falar com um amigo que um conhecido seu 'é falso', você parece ser, portanto, super capacitado pra dizer; Ou seja, você deve ser alguém super transparente, sem máscaras, como você diz que o outro usa. Mas aí, imagine que esse conhecido apareça do nada ao seu lado e de seu amigo a quem acabou de declarar a falsidade do outro. O que você faz? Você continuará a conversa sobre o que acha dele pra que ele ouça também? Quem agora está sendo falso ou usando uma máscara?

Não gosto de pessoas que adjetivam outros, por mais que alguns desses adjetivos tenham coerência com as atitudes de quem falamos a respeito.

Conversar sobre as ATITUDES de outras pessoas é diferente de ADJETIVAR A PESSOA por conta dessas atitudes.

Já vi muita gente presenciar atitudes ruins de pessoas que na balança são pessoas bem melhores que as que falam e, mesmo assim, por conta de uma única atitude ruim delas, uma adjetivação sobre aquele ser já se define e é por aquilo que será lembrado.

Pessoas que adjetivam os outros perdem muitas chances de aprendizados e de bons relacionamentos. Quem julga demais e transpõe em palavras ou mesmo só em pensamentos (mas o tempo inteiro) o adjetivo que qualifica os outros é o tipo de pessoa que não aprende muito da vida. Afinal, ela já sabe TUDO a respeito de TUDO e de TODOS. Essa pessoa está sempre sendo chata e vai cada vez mais encontrar pessoas que precisam usar máscaras à frente dela.

Usar máscaras (ou seja, não ser sincero sobre não gostar da pessoa que está sendo chata com você, simplesmente para não magoá-la) é uma proteção para não ser mais um alvo dessa pessoa que adjetiva todo mundo.

Mas se formos alvo de alguém assim, gente, o que que tem também?

O importante é querermos ser pessoas melhores, mesmo tendo que usar máscaras (o que não significa que adjetivamos as pessoas também). Se eu estou consciente que eu tento pensar o melhor sobre cada um, que quero apenas evitar pessoas que estão perdidas em seus julgamentos e taxações, desejando que elas se encontrem, não vou ligar pro que ela fala de mim.

Meus amigos que ouvirem taxações sobre mim, saberão exatamente o tipo de pessoa com quem estão lidando e não lhe dará créditos. E quem lhe der créditos apenas entrará no hall de mais uma pessoa que está perdida e precisa ter um olhar crítico pra dentro de si mesma. Uma pena que haja pessoas julgando em excesso por aí... Julgar,todo mundo julga, mas agir no julgamento para taxar os outros é perverso. Desejo que essas pessoas se encontrem e se equilibrem!


Pensar e falar que o outro é falso é sinal de falta de conhecer a si mesmo Pensar e falar que o outro é falso é sinal de falta de conhecer a si mesmo Reviewed by Dona Perfeitinha on outubro 10, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

"As redes de pescar palavras são feitas de palavras." Otávio Paz. Temos o poder de escolha sobre as palavras que proferimos. Escolha ser gentil! Respondo mais rapidamente no canal do YouTube, porém, aos poucos, vou respondendo aqui. Veja se a informação que precisa já não está na postagem. Espero o melhor pra você! Meu objetivo aqui é te inspirar e me inspirar junto à troca que tivermos!

""Obrigada por visitar e compartilhar! Inscreva-se no YouTube!""

Tecnologia do Blogger.